Wikipédia Discussão:Votações/Títulos na língua original ou tradução?

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

O histórico desta discussão pode ser consultado em Usuário Discussão:JLCA/Votação.

Retomada de discussão em local apropriado[editar código-fonte]

Agora que temos a página em local apropriado, acho que as discussões deveriam ocorrer aqui, estou certo? Martiniano Hilário 01h39min de 18 de Junho de 2007 (UTC)

Em tese sim. Mas é importante que isso fique claro, nítido e visível. Verei isso.  Ð. Indech  図   01h54min de 18 de Junho de 2007 (UTC)

Sobre a proposta inicial do JLCA

Comentários Gerais[editar código-fonte]

Mudei um pouquinho a arrumação, separando em propostas e comentários. Não sei se tem regra pra isso, mas se tiver me avisa.

Infelizmente acho q não vou poder participar da votação, tenho pouco tempo na wiki como usuário registrado. Se tivesse me registrado desde q comecei a editar ...

-Rjclaudio 23:20, 2 Dezembro 2006 (UTC)

Especificar a cobertura da regra[editar código-fonte]

Sugiro especificar o máximo possível pra quais tipos de artigos essa regra vai valer, para não acontecer como antes, qnd uma votação pra títulos de filmes foi feita e alguns falaram q também valeria para todo o resto.

-Rjclaudio 23:20, 2 Dezembro 2006 (UTC)


Não sei, estou achando essas propostas todas juntas uma coisa meio complicada, que dá margem há mais de uma interpretação; e essas coisas quando são votadas assim, acaba não dando certo e dando margem a duvidas e a discussões depois.

Eu proponho que seja uma coisa mais simples, em dois topicos:

-Primeira opção - tudo na lingua original.

-Segunda opção - tudo em portugues.

Vota-se isso, só duas escolhas.

Se vencer em portugues, fazemos uma votação para escolher qual a maneira ideal do artigo ser apresentado. Se fica só o titulo colocado por quem começou o artigo ou se ficam os dois, dos dois paises, separados por uma barra ou parênteses.

Se colocar tudo junto pra votar, vai dar confusão de novo, alem de dividir votos. Deve ser em duas etapas, na minha opinião, para não haver mais duvidas. Usuário:Machocarioca 03:27, 5 Dezembro 2006 (UTC)Machocarioca

Na proposta 1, como ficaria "A Arte da Guerra"? 孫子兵法 ou sūn zĭ bīng fǎ ???? Manuel Anastácio 14:21, 31 Dezembro 2006 (UTC)

Ou 孙子兵法? Manuel Anastácio 14:23, 31 Dezembro 2006 (UTC)

Para ser sincero, não sei responder, pois não sou adepto da opção 1. Contudo, segundo o que já li por aí, nesses casos os títulos teriam que ser passados para o alfabeto latino. Aquele exemplo de A República foi ali colocado pelo Dantadd e foi justamente isso que referi na página dele (que tem que ser passado para o alfabeto latino). --JLCA 15:14, 31 Dezembro 2006 (UTC)

Podia-se, ainda, aceitar a opção 1 apenas para determinadas línguas, já que o processo de passagem para alfabeto latino nem sempre é pacífico... Isto é: preferir o título original apenas para determinadas línguas. Creio que seria uma opção aceitável. Manuel Anastácio 15:53, 2 Janeiro 2007 (UTC)

Acho que já viram, mas tem Wikipedia:Votações/Projetos/Cinema/Estilo Títulos de filmes.Thiago R Ramos disc 02:41, 6 Janeiro 2007 (UTC)

Claro que sim - pensei que isto fosse uma nova vaga de contestação ao que já tinha sido decidido. É frequente por aqui. O que eu ponho em questão e deveria ser debatido era os casos particulares de algumas línguas, em que o título original é, no mínimo, abstruso, como em chinês, japonês, sânscrito... enfim. Por mim, devíamos adoptar regras diferentes consoante as línguas. Mas tenho quase a certeza que o pessoal é mais de "ou tudo ou nada"... Manuel Anastácio 15:06, 7 Janeiro 2007 (UTC)

Talvez fosse melhor transferir esta discussão/votação para outro local mais adequado. Quanto à votação referida, apenas se referia a filmes. Basta ver que a Lusitana até perguntou como seria em outros casos. Acho estranho que uma enciclopédia em português prefira títulos em estrangeiro. Sinceramente, parece-me uma expressão de um certo preconceito existente entre as duas comunidades que fazem a Wikipédia (portugueses e brasileiros), já que se preferem títulos que não dizem nada às pessoas que consultam a Wikipédia. Na Wikipédia em espanhol e em francês não vejo nada disto. Por exemplo, a série "Crime Disse Ela" está em espanhol como es:Se ha escrito un crimen, apesar de na América Latina que fala espanhol ela se ter chamado "La reportera del crimen"; em francês a mesma série está como fr:Arabesque (série télévisée), apesar de no Quebeque a série ter recebido o nome de "Elle écrit au meurtre". Visitando as páginas de discussão não descobri nenhuma polémica com isto.--JLCA 15:35, 7 Janeiro 2007 (UTC)

Como fazer em casos como E.R., em que a série é conhecida por milhares de brasileiros que assistiram na Globo por "Plantão Médico", por outros tantos milhares que acompanham pela tv à cabo pelo título original, e por outros milhares de portugueses, que conhecem como "Serviço de Urgência".
É assaz comum que não se regionalize o título de séries no Brasil. Provavelmente, mais pessoas conhecem Medical Investigation do que "Esquadrão Socorro".
É por isso que discutiu-se (e concordou-se) em usar apenas os títulos originais quando se trata de séries. Mas sei lá, depois...
Abraços,
Flávio, o Maddox (msg!contrib) 02:13, 8 Janeiro 2007 (UTC)

Resposta: fica em português, conforme o iniciador do artigo. E criam-se redirects para as variantes possíveis. Afinal de contas, será assim tão importante o título do artigo ou o será antes mais importante o conteúdo do artigo? Afinal isso já acontece em exemplos como Autocarro. --JLCA 11:03, 8 Janeiro 2007 (UTC)

alguns pontos a considerar
Penso que a decisão a ser tomada - ou reavaliada - seria se os títulos de obras (abrangendo tudo, a meu ver) devem ser em sua língua de origem como artigo principal e os redirects nas traduções ou o inverso. Acho que essa é a real questão. Caso se opte por considerar que os artigos devem estar na língua da lusofonia - a da pt:wiki - então ajustam-se os detalhes sobre as diferenças dentro do uso da lusofonia, da mesma forma que ajustam-se as formas de transliterações de caracteres não latinos, caso se opte por manter o título original.
Sou totalmente favorável a que se use o título em português e totalmente avesso a essa idéia de um artigo ter o nome principal em outra língua (salvo casos em que não há tradução possível ou necessária).
As diferenças entre pt-pt e pt-br afetam boa parte dos tipos de artigos da wiki e nem por isso recorre-se a outro idioma para tornar o nome do artigo pacífico. Creio que o princípio é o mesmo.
Resumindo
eu sugeriria que fosse votado apenas a adoção de língua original ou não nos referidos títulos. Dependendo da alternativa que ganhasse, se trabalharia o acerto dos detalhes de sua aplicação. E, embora eu ache que a regra deva ser genérica, provavelmente também se discuta e vote posteriormente a abrangência da norma.
De passagem, decidi deixar meu parecer sobre esse assunto. Saudações e bom trabalho a todos que continuam por aqui. Martiniano Hilário 18:48, 11 Janeiro 2007 (UTC)

JLCA, você é esperto e sabe que esse caso é totalmente diferente. Centenas de séries são exibidas sem regionalizações em dezenas de canais por assinatura, e obtêm grande público assim.

E quando uma série não for exibida na TV aberta, vai ficar uma mistura ridícula entre título original, título regional brasileiro, título regional português, título regional cabo-verdiano...

...quando os usuários que se interessam pelo assunto já discutiram o assunto intensivamente e concordaram, sem fazer uso de votações que padronizar com os títulos originais, uma vez trata-se de um caso único. Livros, peças, romances, novelas - nenhum desses produtos deixa de ser regionalizado. Séries não incluem-se nesse grupo. São mantidas no título original - e, em muitos casos, são mais conhecidas por este.

Flávio, o Maddox (msg!contrib) 03:02, 12 Janeiro 2007 (UTC)

Esta votação está em andamento? Belanidia Olá! 21:48, 13 Fevereiro 2007 (UTC)
Estava ainda nas discussões iniciais... Atualmente nem isso...
Abraços,
Flávio, o Maddox (msg!contrib) 02:27, 14 Fevereiro 2007 (UTC)
É pena! O assunto é pertinente. Acho que se lhe devia dar seguimento. De qualquer maneira, obrigada! Belanidia Olá! 13:25, 14 Fevereiro 2007 (UTC)


Meu Deus, quase fui degolado na porta de entrada por um teia de aranha gigantesca!!!!! Pudera, há coisas mais importantes a discutir, como o tamanho, a fonte, as cores e as imagens nas assinaturas, por exemplo. Atchiimmmmmmmmmmmmmmmm Primer vuelo (para E.) - Transp.gif Martiniano Hilário 22:57, 13 Maio 2007 (UTC)

No intervalo entre a primeira proposta e a segunda


Symbol support vote.svg Concordo Belanidia Msg!!! 14:27, 14 Maio 2007 (UTC)

Pois eu acho isso extremamente importante, muito mais que essas bobagens periféricas de assinturas citado, tanto que pretendo levar o assunto à votação. Acho absolutamente ridículo que numa enciclopédia em português os títulos de filmes e livros sejam na língua original quando existe titulo em portugues. Ridículo e inexplicável. Usuário:Machocarioca 06:48, 18 Maio 2007 (UTC)Machocarioca

Seria ridículo se existisse, de facto, um nome em português. Isso é um equívoco. Não há um nome em português. Há vários, mesmo num só país. Para títulos que se escrevem com o alfabeto latino, a nossa forma de agir é a mais justa e a que menos problemas levanta. Tudo isto já foi suficientemente debatido. O único problema que se levanta é para os títulos em outros alfabetos. Aí, creio que não temos outro remédio, de facto, senão criar um regra. Provavelmente, a regra daquele que chegar primeiro - é má, cria muitos problemas, mas, enfim... Manuel Anastácio 21:43, 28 Maio 2007 (UTC)

Solução simples[editar código-fonte]

Minha opinião: títulos devem ficar na língua portuguesa (quem criar escolhe a norma portuguesa (pt ou br), faz-se redirect para o equivalente nas outras normas, inclui-se referência a essa diferença e ao título original no primeiro parágrafo do próprio artigo). E pronto, resolvidíssimo (no título original é que não dá ... já imaginaram os japoneses??). Belanidia Msg!!! 10:54, 18 Maio 2007 (UTC)

Quem dera todos conseguissem ver a simplicidade disso. Infelizmente há quem chegue quase a ranger os dentes ao ouvir tal proposta, minha cara Lucia. Por isso o assunto acabou assim, em águas de bacalhau. Se dá pra complicar, para que simplificar, né? Mas que qeu tou fazendo mermo aqui?? Fui. Primer vuelo (para E.) - Transp.gif Martiniano Hilário 23:30, 18 Maio 2007 (UTC)

Mas o assunto vai voltar à tona brevemente numa nova votação, do jeito que está é que não é possivel, é ridiculo. E minha solução é mais salomônica;

Título: O Poderoso Chefão / O Padrinho. (os dois separados por uma barra).

Segue-se essa norma para todos que tenham titulos diferentes br/ pt e, obviamente, um unico titulo em pt para titulos que sejam os mesmos nos dois paises, ex: O Pianista. Mas pq é mesmo que o título deste filme numa wiki-pt é The Pianist ?? Quem foram os genios que aprovaram isso?? Usuário:MachocariocaMachocarioca


Bem ...confesso que achei graça (não no mau sentido) nessa proposta. Mas diz-me uma coisa: porque os títulos não seguem as regras de todos os outros verbetes na Pédia? Repara que não tem muita lógica. Vou dar exemplos:

Agora, já pensaste na lógica de alterar esses títulos para: Autocarro/Ônibus??? Não tinha muita lógica nem era prática para as buscas (se alterássemos isso teriamos de fazer dois redirect: para cada uma das palavras, ou arriscávamo-nos a que que os artigos estivessem constantemente a ser criados por gente que simplesmente não conseguía dar com eles através do motor de busca).

Na minha opinião, os artigos de filmes (ou livros e por aí em diante) são exactamente a mesma coisa ... deveriam seguir as regras dos artigos acima citados (note-se que os escolhi ao acaso, poderia dar outros exemplo).

Pensa bem, Carioca ... é como o MHV diz: é complicar a coisa. E não há que complicar quando já fazemos isso de maneira simples com os outros verbetes. Vê bem ...! Alegre Belanidia Msg!!! 11:30, 19 Maio 2007 (UTC)

Sinto discordar e de maneira nenhuma quero complicar, complicado está. Entendo seu ponto de vista quanto a titulos de palavras em geral nas "duas linguas' mas acho que para titulos, de filmes e livros, não há problema em estabelecermos essa norma. Não necessita ser para tudo, afinal, se fosse assim quase tudo aqui teria dois titulos. O verbete Spaceshuttle está em ônibus espacial e não no original, porque o filme tem que estar? Ao mesmo tempo não acho que deveria ser onibus espacial/vai e vem. Uma palavra apenas define. No caso de filmes é uma coisa específica e não vi a graça no bom sentido em adotarmos isso. Até um unico nome em portugues, que pra mim está longe do ideal, é melhor que a maneira atual. Nos textos sobre os filmes eles já são indicados assim como falei, O Chefão/o Padrinho, com o link no html em The Godfather. Não vejo problema em usar isso especificamente para titulos, nem acredito em confusão, confusão na minha opinião está agora. Temos vários tiulos aqui em que há até parenteses após o titulo principal como Guerra do Pacífico (Século XIX) para diferenciar , a barra de separação nos filmes é até mais estética. Usuário:Machocarioca 22:30, 19 Maio 2007 (UTC)Machocarioca

É uma questão de opinião, decerto, e acho também que a tua proposta é melhor do que ter os filmes no título original - isso é que não (acho que pelo menos nisso concordamos). Mas continuo a achar a minha proposta melhor, mais simples e mais eficaz. Não vejo porque diferenciar dos outros verbetes todos (conheces o ditado: "em equipa que ganha não se mexe" ?) ... mas é uma questão do assunto ir a votação, com as opções todas e decide-se de vez. A graça eu vejo-a porque acho que a tua proposta complica, sem sombra de dúvida, uma coisa que pode ser bem mais simples, mas isso é só a minha opinião, não leves a mal ... é só que não entendo o porquê complicar ... só isso! Já agora: poderias confirmar se, de acordo com a tua proposta, teríamos de fazer três artigos - o artigo O Poderoso Chefão / O Padrinho + O Poderoso Chefão (redirect) + O Padrinho (redirect) ... é isso? Belanidia Msg!!! 10:49, 20 Maio 2007 (UTC)
PS: Acho que não se pode comparar com os artigos com parêntesis - uma coisa é uma coisa ... outra coisa é outra coisa. Esse parêntesis funcionam para desambiguar ... cuja necessidade os filmes não têm. Belanidia Msg!!! 10:49, 20 Maio 2007 (UTC)


Bom, ao menos estamos concordando em 50%, vamos ver se consigo sua concordância nos outros 50.

Sua proposta, claro, é mais simples, mas me parece a mais injusta, a mais capaz de provocar correrias aqui para ver quem escreve primeiro o que e a de pior solução para o usuário comum, que é o objetivo da edição aqui, senão vejamos, um pequeno exemplo ( que pode ser desdobrado para milhares):

Vi na sua pagina que é portuguesa. Todos os portugueses, as crianças, jovens e quarentões cinquentões quando falam em cinema logo lembram de Música no Coração, não? É um filme que todo mundo aí conhece pelo nome, um classico, faz multidoes para assisti-lo sempre que é reprisado. Muita gente já o viu vinte vezes e ainda vai rever mais. Música no Coração é o filme de toda a familia universal, todo portugues desde criança sabe tudo de cor dele, como brasileiros, americanos, franceses etc. Sempre que passa na TV vira sessão pipoca para a familia.

Então um belo dia a Maria de Coimbra que tem 12 anos e viu o filme em DVD porque a mãe falou que era lindo vai na Wikipedia ler algo sobre o filme que ela adora, procura Musica no Coração e lá está..... A NOVIÇA REBELDE. Estranho, bizarro, o que é isso, essa Wiki é louca, que filme é esse??? Isso não existe! Reação normal, não? Exatamente a mesma que um brasileiro ao procurar na Wiki A Noviça Rebelde, talvez o maior classico do cinema que ele viu trinta vezes desde criança e o ache em.......MÙSICA NO CORAÇÃO.

Entendeu? Entendeu. Passe isso para milhares de filmes. Resumo: não da. Um insulto para os portugueses que na maior enciclopedia da internet na lingua dele, o filme mais conhecido do mundo para ele. MUSICA NO CORAÇÃO, se chame.... A NOVIÇA REBELDE. Nenhum brasileiro jamais ouviu falar em MUSICA NO CORAÇÃO e achará um horror que A NOVIÇA REBELDE se chame, na maior enciclopedia em lingua portuguesa da internet......MUSICA NO CORAÇÃO. Captou o vice e versa?

Pois é, MUSICA NO CORAÇÃO / A NOVIÇA REBELDE acaba com isso. (Já que a Wiki pt não é portuguesa nem brasileira, mas lusófona). Quanto a SOUND OF MUSIC não quer dizer absolutamente nada , menos de 10% das pessoas que consultam a Wiki no Brasil entendem ingles, Menos de 1% seriam capazes de ligar uma coisa a outra. Multiplique esse exemplo por 10.000 e vc entende exatamente onde quero chegar.

Um brasileiro que procure o super classico de Hitchcock, Um Corpo que Cai e encontrar A MULHER QUE MORREU DUAS VEZES, vai cair também....sentado no chão. ( e vice versa) (por sinal, que titulo vcs arrumaram para Vertigo, estragam a solução do misterio do final do filme logo no titulo hehehe)

Qto a parenteses para desambiguações, sei disso, o que quis dizer é que se existem titulos com sinais a mais do que o simples titulo puro, nada demais em termos a barra separando os dois titulos ( Alem do que,teremos muitos com um titulo só em portugues).

Qto aos artigos já escritos, precisariamos apenas de um redirect, do titulo original para o novo, com os dois em portugues, quando for o caso. No caso de novos artigos, nenhum redirect, ja se escreve assim. Abraços Usuário:Machocarioca 07:46, 21 Maio 2007 (UTC)Machocarioca

Eu acho que faz sentido, embora ache meio "feio" visualmente, mas de certo modo (vendo pelo lado educativo) isso iria servir até para aproximar as duas culturas (pensando apenas Brasil e Portugal, já que não sei se noutros países lusófonos haverá um terceiro ou quarto título. Sempre que o título fosse diferente, o verbe em si já traria isso explicitamente e o usuário de uma forma passaria a conhecer a outra forma, o que significa aproximar, pra mim. E numa coia estou 100% de acordo com vcs dois, título na língua original é que não. Primer vuelo (para E.) - Transp.gif Martiniano Hilário 14:10, 24 Maio 2007 (UTC)
Bem ... eu continuo preferindo a minha ideia ... mas ok, já percebi melhor esta e até concordo. Mas me preocupa mesmo isso de um terceiro e quarto título ... como a gente faria isso? Fica impossível assim!!! Primer vuelo (para E.) - Transp.gif Belanidia Msg!!! 14:17, 24 Maio 2007 (UTC)
Talvez a ideia da Lucia seja melhor, se pensarmos nos demais paises lusofonos. Nesse caso, eu acho que deveria haver uma tag de "desambig", na verdade nao seria desambiguacao, mas falta-me o termo certo. Mas logo na parte superior do artigo teria a tal tag com os respectivos titulos lusofonos e no final o titulo original. Bastava a tag ser algo esteticamente atraente e objetivamente esclarecedor. Quanto a uma correria por quem cria primeiro pra fiar com o titulo preferido, sinceramente nao acho realista. Acho que ainda que haja um ou outro usuario que se de a esse trabalho, ouniverso de filmes e tao vasto que nenhum desses corredores ganharia a corrida e a Wiki so sairia ganhando com os artigos criados, ainda que fossem esbocos ou minimos. Mas e apenas minha humilde opiniao. Primer vuelo (para E.) - Transp.gif Martiniano Hilário 14:10, 25 Maio 2007 (UTC)

Symbol support vote.svg Concordo com o MHV. Belanidia Msg!!! 15:11, 25 Maio 2007 (UTC)

A maioria dos filmes aqui mal tem o titulo pt/br (menos de um terço) quanto mais de outros paises lusofonos?? sejamos realistas, são dois titulos no maximo e só. A ideia de apenas um, como argumentei acima, não é justa, provoca profunda estranheza em quem lê um titulo que não está acostumado e vai sim, provocar correria pra quem escreve o que. Dois titulos (quando for o caso e não são muitos) é menos um foco de tensão numa wiki que já e conhecida pelos quebra paus. Pra q arriscar mais esse? Usuário:Machocarioca 07:00, 28 Maio 2007 (UTC)Machocarioca

Todas estas propostas podem parecer simples, mas não são. Um livro ou um filme podem chegar a ter mais de um título no mesmo país: é o caso de "O Monte dos Vendavais" que também já foi publicado em Portugal como sendo "O Alto dos vendavais", "A Colina dos Vendavais", "O Monte dos ventos uivantes", etc... Por mim, o título original, no caso de filmes em línguas anglo-saxónicas e latinas é a melhor opção e a que menos me fere a sensibilidade (e não é só a mim). Confesso que sinto comichão só de pensar que o título de "The Godfather" possa ser "O Poderoso Chefão" - é certo, ainda, que também os portugueses têm hábito de dar certos títulos aberrantes a muitos filmes... Por mim - e têm todo o direito a discordar - só concordo com a regra de um único título em língua portuguesa (o do primeiro que fizer o artigo sobre o filme) para casos em que o filme está em línguas que utilizem um alfabeto ou sistema de escrita diferente do nosso. As minhas razões são puramente estéticas e puramente pessoais - detesto grande parte dos títulos (mal) traduzidos tanto em Portugal como no Brasil. Por isso prefiro, sim, que se use "The Pianist", não vá aparecer uma distribuidora que decida apresentar o filme como "O tocador de piano" - provavelmente julgam que existe apenas um título oficial no Brasil e outro em Portugal. É mentira. Qualquer proposta que parta desse princípio está a partir de um erro. Manuel Anastácio 21:37, 28 Maio 2007 (UTC)

Há outra razão, de ordem prática, para preferir os títulos na língua original: obriga as pessoas a fazerem os redirects. Nem imaginam como isto era antes da regra do título original! Textos duplicados sobre o mesmo filme que eram propostos para fusão, movendo-se o artigo mais desenvolvido para o artigo mais antigo e de pior qualidade... Enfim. Acredito que tenham boas intenções, mas não concordo, em absoluto, com a vossa forma de ver o assunto. E não me digam que estou a ranger os dentes, como li aí em cima, num comentário muito deselegante de um usuário (mhv) que muito gosta de ensinar boas maneiras aos outros. Tenho direito à minha opinião. E se esta regra é usada actualmente é porque foi votada e houve mais gente a pensar como eu. Manuel Anastácio 21:50, 28 Maio 2007 (UTC)

Quanto a obras que não filmes, creio que possa existir problemas, mas vejam só esta votação: Wikipedia:Votações/Projetos/Cinema/Estilo Títulos de filmes - por que razão acham que houve tanta gente a votar pelos títulos na língua original? Por falta de amor à Língua Portuguesa? Não tenho grandes dúvidas que uma nova votação teria resultados semelhantes. Manuel Anastácio 22:00, 28 Maio 2007 (UTC)

  • Bem ... quão boa é a diversidade!!! Alegre O melhor mesmo seria votarmos quanto a este assunto e decide-se de vez. Expõe-se todas as possibilidades e está feito. Penso que o Machocarioca queria fazer isso ... pelo menos ele falou. Belanidia Msg!!! 23:00, 28 Maio 2007 (UTC)

Compreendo aa razões do Manoel mas para mim a questão é extremamente simples: está é uma enciclopédia em lingua portuguesa e isto se sobrepõe a qualquer outra coisa. Titulos de filmes em linguas originais aqui, quando existe o titulo em portugues, se trata no meu ponto de vista de uma aberração. Manoel coloca que, para ele, lhe dá calafrios ver The Godfather ser transformado em O Poderoso Chefão. Pra mim me arrepia os cabelos tanto Godfather quanto O Padrinho, que só vim descobrir aqui. O fato de diversos titulos em portugues serem ruins não é um motivo relevante. Minha proposta para esse titulo em especial é O Padrinho/O Poderoso Chefão.

Quanto a hipoteticos futuros quem sabe pode ser "tocadores de pianos" é ser mais realista que o rei. Que o titulo seja o que foi lançado no cinema no Brasil e em Portugal, quando se souberem os dois. Em livros, o da primeira edição. Outros titulos (???) podem vir na entrada do artigo, onde hoje tem negrito. Em lingua original é que pra mim é uma aberração, sejam na lingua que for.

Assim como apenas o titulo em um dos países também não funciona, já que se pro Manoel e pra Lucia é esquisitissimo O Poderoso Chefão (deve ser mesmo, mas aqui é como se fosse uma lenda esse nome), pra mim Música no Coração é nome de show sertanejo em churrascaria brega e algo alienigena. Já A noviça Rebelde é o maior musical-familia da historia. Como Lucia pode ver, só um titulo em potugues não da´. Vamos ver quem mais se manifesta por aqui, para ver se votamos a votar isso. Vi a votação antiga, foi bem pequena como sempre, hoje tem muito mais gente por aqui, talvez a visão esteja mais racional quanto a tiulos em arabe, coreano, alemão, francês, inglês numa enciclopedia em portugues.Usuário:Machocarioca 04:53, 29 Maio 2007 (UTC)Machocarioca

Ehehe: isto é uma questão sem fim à vista. Volto a dizer que o consenso é absolutamente impossível através, apenas, do diálogo, já que estão em causa opções mais estéticas e afectivas que "racionais". Por isso, só resta a votação. Manuel Anastácio 11:20, 29 Maio 2007 (UTC)

  • Lol! a minha opção é racional. Carioca ... tratas da votação? Belanidia Msg!!! 12:47, 29 Maio 2007 (UTC)

A minha tbém é racional, de estetica e afetiva não tem nada :-) Lucia, vou tratar, mas antes gostaria de ler mais alguns pontos de vista por aqui. Se ninguem mais se manifestar abrimos uma votação. Como sugere seja o texto da votação (bem claro, sucinto e objetivo, com o sumário da razão para tal)? Usuário:Machocarioca 23:01, 29 Maio 2007 (UTC)Machocarioca

  • Para confessar: eu pedi-te, porque não tenho ideia de como fazer. Alegre Deixo ao teu critério... desde que tenha minha opção lá ...! Vai fazendo e depois me mostra e aí eu dou opinião. Alegre Força! Belanidia Msg!!! 23:10, 29 Maio 2007 (UTC)

Vc ainda insiste na sua opção de um titulo só em portugues depois de toda minha argumentação sobre isso? Usuário:Machocarioca 05:07, 30 Maio 2007 (UTC)Machocarioca

  • Haha És muito engraçado! Sim, insisto ainda na minha opção. De todas as outras opções, possíveis e imaginárias, a tua é a melhor, por isso, se não for escolhida a minha, que seja a tua. Mas continuo a achar a minha opção a melhor - em simplicidade, em eficácia e em lógica - quanto mais penso no assunto, mais gosto da minha opção. Por isso ... opa ... força com essa votação! Vamos resolver isso de uma vez? Belanidia Msg!!! 09:02, 30 Maio 2007 (UTC)
Dando meu pitaco: sou francamente a favor do título em língua portuguesa, mas radicalmente contra dois termos equivalentes no título. Creio que a solução passa por encontrar uma maneira de escolher qual título em português usar quando há mais de um. Infelizmente terá de ser algo aleatório. Dantadd 13:55, 30 Maio 2007 (UTC)
Sim, Dan, tão aleatório quanto todos os outros verbetes da Pédia. Ando à espera de onde votar, esta discussão esgotou o tema. Belanidia Msg!!! 14:49, 30 Maio 2007 (UTC)

Lucia, então vc não se incomoda que Música no Coração vire A Noviça Rebelde para sempre na unica enciclopedia virtual da internet em portugues? Garante que as dezenas de milhares de portugueses, principalmente crianças e adolescentes que por aqui navegam tbém não? Pense bem nisto, que vc não vota apenas por vc, mas pensando nos usuários comuns que apenas consultam aqui. (Q fique claro que tbém acho essa opção, apesar de ruim, melhor que titulos originais, nisso estamos concordando 100%.)Usuário:Machocarioca 17:18, 30 Maio 2007 (UTC)Machocarioca

A proposta de criar o artigo com o nome das duas versões é, perdoem-me, risível e absurda, para não dizer outra coisa. O Manuel tem razão, alguns usuários que discutem isso não estavam aqui desde o início, e por isso desconhecem a confusão e incomodação que as várias tentativas de fusão de artigos que tratavam do mesmo filme sob dois títulos diferentes causavam. O título original com redirects me agrada bastante (os redirects são, neste caso, praticamente obrigatórios, o que é uma boa coisa), houve votação, a comunidade decidiu por essa solução e parece-me que o número de participantes dessa discussão não justifica pôr em questão uma decisão comunitária anterior. Mschlindwein msg 17:37, 30 Maio 2007 (UTC)

Essa é a sua opinião, muito salutar que a tenha, apesar de eu achar também risível títulos de filmes no original numa enciclopedia em portugues . Talvez vc nao risse tanto se pusesse seu dinheiro numa enciclopedia de cinema impressa assim, em lingua portuguesa e com titulos principais dos filmes em arabe, alemão e coreano, quando notasse o tamanho do encalhe e prejuizo que iria ter. Mas aqui, vale, não se tem compromisso com nada, só com o nonsense.

Quanto a não haver justificativa para não haver nova votação também é sua opinião, (além do mais votações não precisam de justificativas) muito salutar e com a qual alguns não concordam. Portanto, que se vote para vermos se a opinião da comunidade sobre o assunto mudou ou continu a mesma Usuário:Machocarioca 21:03, 30 Maio 2007 (UTC)Machocarioca

  • Sim, nova votação é útil.
  • E sim, Carioca, títulos em pt-br me incomodam um pouco ... tal como deverão incomodar a toda gente (os brasileiros se incomodarão com o contrário, claro está). Mas se reparares, a minha opinião só difere da tua num pequenino ponto: tu achas verbetes de filmes diferentes de outro tipo qualquer de verbetes, quando para mim, é tudo igual. Realmente, incomoda-me um pouco termos um verbete intitulado Língua de sinais (em Portugal isso soa estranhíssimo, pois dizemos Língua Gestual); mas tive de aprender a viver com isso e relacionado com o tema das Línguas de Sinais (ou gestuais), eu e outros editores (brasileiros) experientes no assunto temos encontrado maneira de criarmos os verbetes sem qualquer complicação - quem chegar primeiro cria na sua norma e faz os devidos redirects. Não me parece que títulos de filmes me incomodem mais do que os outros verbetes, e parece-me muito mais lógico que a regra se aplique de igual forma. Esta Wikipédia é lusófona, todos aqueles que a pesquisam e editam devem ter noção disso - quer através de verbetes de filmes, quer através de outros verbetes - é dos preços da liberdade.
  • E chegado este ponto da discussão, não acho mais útil eu continuar discutindo, pois não vou mudar de opinião. Alegre A partir de agora aguardo a esperada votação! Alegre Belanidia Msg!!! 22:05, 30 Maio 2007 (UTC)


Eu nem sei se devo dar explicações, mas darei. Quando me referi ao pessoal que poderia "ranger os dentes" ao ouvir a proposta da Lucia, nem de longe estava a pensar em nenhum usuário em particular (muito menos no Manuel), pois jamais me darei ao trabalho de guardar na memória quem é a favor de quê (ou contra). Sou totalmente desmemoriado e quando lembro de algo mais remoto é por puro acaso, golpe de sorte (ou azar). Por outro lado, ranger os dentes para mim talvez tenha uma conotação diferente (a imagem que me veio à mente foi um texto bíblico que refere a "choro e ranger de dentes, que se não me engano está num contexto de uma previsão de um tempo em que as pessoas sofrerão - mas posso estar totalmente equivocado, mas como uso essa expressão (informalmente) há tanto tempo sem me questionar ou ser questionado, nunca parei pra pensar se a estava a usar no sentido correto, mas pela reação do Manuel suponho que deva haver um sentido muito negativo mesmo)
Esclarecendo: Eu jamais quis "ensinar boas maneiras" a ninguém (a parte de meus filhos) o que sempre desejei foi a existência de mecanismos que protegessem os mais sensíveis (ou menos habituados a certos palavreados, ou mais suceptíveis a ficar ofendidos), daqueles que o fazem sem recato (e mais uma vez, não estou a querer referir ninguém em particular, eu mesmo posso me encontrar ora em um grupo ora no outro, embora calão não seja meu estilo, mas claro que sei ser rude de outras formas, e por vezes sei que sou). De qualquer forma, Manuel, como já deves ter percebido, já não me meto em quase nada por aqui. Descansa.
Voltando ao tema: Eu acho que cada vez mais fico convencido de que a simplidade proposta pela minha amiga Lucia é a opção mais razoável. Há palavras/expressões do pt/pt que potencialmente desagradam o brasileiro comum que nunca imaginaria palavras como autocarro, telemóvel, esferovite, lixívia, dentre outras, da mesma forma que o pt/br pode causar estranheza ou algum desagrado aos usuários pt/pt. Isso era muito mais verdade (para os brasileiros) antes da Wikipédia, pois depois dela muitos brasileiros se aproximaram amigavelmente do Português de Pessoa, Camões, Saramago, etc. Ou seja, a barreira tende a ficar cada vez menor já que a Internet tem feito o mundo ficar menor, por isso mesmo não vejo que as diferenças entre pt-pt e pt-br devam ser dogmatizadas nos verbetes de filmes e afins. E queria acrescentar apenas mais algumas palavras. Pensando nos estudantes brasileiros, especialmente nos de baixa renda, que podem ter na Wiki uma excelente fonte de conhecimento, acessível e gratuito, acho que artigos com nomes em outra língua são deseducativos e desestimulantes. Sinceramente, um título diferente mas na mesma língua sempre será menos chocante e mais justificável/compreensível do que em outro idioma.
Os redirects: acho que no momento atual este seja um problema menor (apenas supondo, estou por fora do asssunto, supondo apenas a julgar pela evolução dos processos todos.
Pra terminar: concordo com o Dantadd.
Martiniano Hilário 00h06min de 6 de Junho de 2007 (UTC)


PARA MIM FICARIA MUITO BEM ASSIM: O PADRINHO (pt) / O PODEROSO CHEFÃO (br). Claro que também não é mal o título na língua original, apesar dos problemas com alfabetos diferentes (a que já me referia há muito tempo). O pior, na minha opinião, é só conseguir visualizar a página da wikipedia através do google se descobrir o nome original do filme em outro site (!) (afinal, colocando no google o nome em português, não aparece o site da wikipedia, que, na minha opinião, deveria ser a primeira referência - o nome original já aparece no do IMDB). Nada prático.Pauloacbjr (discussão) 16h34min de 15 de Abril de 2008 (UTC)

Para pensar[editar código-fonte]

Martiniano Hilário 02h34min de 14 de Junho de 2007 (UTC)
Ai ai ai! Quando isso se resolver de vez? Belanidia Msg!!! 18h43min de 15 de Junho de 2007 (UTC)

Vou colocar aqui uma proposta de modelo para a votação e vcs dizem o que acham. :Machocarioca


Sobre a proposta do machocarioca


Espelho de proposta de votação[editar código-fonte]

Comentários[editar código-fonte]

Eu tenho algumas sugestões a fazer, mas no momento não disponho de tempo para fazê-lo. Por enquanto adianto apenas uma pequena consideração (irrelevante) sobre o termo titulagem, que me parece inadequado. Sobre as coisas relevantes comento depois. Mas antes disso, tenho cá minhas dúvidas que essa votação siga tão calma e diligentemente como correu a das assinaturas, mas vamos ver. Antes de mais nada, Lucia e machocarioca, sugiro a vocês que estão (tanto quanto eu) interessados em resolver isso, e que diferente de mim, estão na ativa aqui, que divulguem muito bem esa discussão de proposta, para que a votação possa ser encaminhada da melhor forma. Martiniano Hilário
Machocarioca, eu não havia lido seu aviso e fiz mudanças, pois as justificativas estavam tendenciosas para a opção 2. Se não gostar das mudanças, reverta-as sem melindres e depois debatemos. Dantadd 12h21min de 17 de Junho de 2007 (UTC)

Revertido sem nenhum melindre após suas mudanças "sem ler" o pedido, mesmo depois de salvar quatro vezes o novo texto sem lê-lo. Peço que faça as considerações e criticas antes de mudar para não bagunçar a proposta original. Todos farão, como o MHV e acharemos um texto aceitável para os interessados.

MHV, titulagem é o jargão usado em editoração e jornalismo para isto, colocar titulos em matérias ou artigos. Na verdade isso não influi no bojo da proposta. Machocarioca

Ok, bom repito então: as razões dadas estão completamente tendenciosas à sua visão, ou seja, favoráveis à opção 2, basta ver o tamanho dos prós e contras de cada uma. A opção 1 tem um montão de contra (emotivos...) e nada de pró. A opção 2 tem um monte de prós (emotivos..., quase chorei de emoção) e quase nada de contra. Assim não dá. Dantadd 18h45min de 17 de Junho de 2007 (UTC)

Ok, apesar de achar que o pode ser para você favorável e para outros não e também achar que s pessoas raciocinam pos si proprias, sem se levarem por argumentos "emotivos" (?) (nunca haverã uma redação igual para todos, cada um faria a sua maneira), dê então a sua sugestão de como deveria ficar a redação no local que lhe incomoda. É assim que vamos chegando a um consenso da redação da proposta entre nós interessados. Machocarioca

Minhas sugestões estão nas modificações que eu fiz: aqui. E numa votação, os textos das diversas opções TÊM DE ser o mais neutros possíveis, pois claramente podem influenciar os eleitores. As chamadas emotivas e subliminares ficam para os debates. Dantadd 20h19min de 17 de Junho de 2007 (UTC)
  1. Symbol support vote.svg Concordo com o Dantadd que as justificativas precisam ser rescritas para atingirem um nível de isenção adequado.
  2. Symbol declined.svg Discordo do uso do jargão titulagem, embora considere isso irrelevante para a votação em si.
  3. Symbol support vote.svg Concordo com o machocarioca qdo diz que "nunca haverã uma redação igual para todos", porém, estou certo que a discussão da proposta antes da votação ttem essa função de achar o "vocabulário final", que significa o melhor que se pode chegar dentro de certas condições. Portanto, temos de ir modificando o texto,ainda que não seja editando, já que o carioca acha que pode virar bagunça. Eu mesmo pensei em editar para economizar tempo,mas depois vi o pedido e agora estou aguardando ter tempo para escrever minhas sugestões a parte.
Embora eu deseje ver a regra da língua original cair por terra, quero que isso aconteça de forma consciente e legítima, por isso defendo que a redação seja imparcial e esclarecedora, e que o assunto seja debatido de forma objetiva e não-emotiva. Se eu tivesse o conhecimento e a disponibilidade necessários iria criar algo como aquele convite do WikiSampa pra divulgar essa discussão, para evitar duas síndromes comuns e indesejáveis:
  1. discussões abandonadas
  2. votações mal conduzidas que geram resultados que não representam a real vontade da comunidade
Era isso. Martiniano Hilário 00h20min de 18 de Junho de 2007 (UTC)
Desculpem-me! Esqueci de perguntar uma coisinha....não se deveria mover essa discussão? Acho estranho estarmos usando uma subpágina de um usuário ausente. Martiniano Hilário 00h24min de 18 de Junho de 2007 (UTC)

O Indech fez a mudança que vc pediu, melhor assim. Vamos esperar a Lucia dar as sugestões dela também, antes de eu mexer em algo. Machocarioca

Onde foi parar o espelho da proposta de votação? Machocarioca


Movimentos[editar código-fonte]

Para tentar deixar claro o que fiz, deixo o registro dos links dos meus diffs pra ficar mais fácil a verificação futura: diff 1 e diff 2

Desculpem-me qualquer inconveniente causado por estas mudanças. Martiniano Hilário 02h07min de 18 de Junho de 2007 (UTC)

Retomada das discussões a partir daqui
Está na página de projeto. Martiniano Hilário 04h16min de 18 de Junho de 2007 (UTC)

Mudou-se para pior, ficou mais enrolado de achar, com tudo junto fica muit mais prático de ler, avaliar e comentar, vendo as mudanças na hora. E a Lucia sumiu :-)Machocarioca


Como sempre, questão de ponto de vista. Eu particularmente prefiro a proposta num lugar e as discussões em outro. Mas qdo sugeri a mudança e depois a efetivei, foi com base nem tanto na minha preferência, mas por achar que seria a forma mais adequada ao que tem sido a prática aqui. Mas de qualquer forma não vejo problema em que se reverta, ainda que eu ache confuso tudo junto. Quem sou eu pra querer minha vontade atendida, ainda mais nem participando mais ativamente daqui. E a Lucia tem dessas, mas daqui a pouco ela reaparece hehehe. Martiniano Hilário 16h49min de 18 de Junho de 2007 (UTC)
Como a Lucia sumiu, parece q trocou de nick, aguardo alguma sugestão específica sua no texto já feito, para colocarmos em votação. Saudações Machocarioca
Em julho vou ter algum tempo livre, e andarei editando, só então poderei dar algum tipo de ajuda, se esta ainda servr na altura. Martiniano Hilário 10h25min de 21 de Junho de 2007 (UTC)
  • Regressei, mas me confesso perdida. Como anda essa votação? BelanidiaMsg 14h38min de 11 de Julho de 2007 (UTC)

Não estou entendendo se a pretendida mudança na regra é unicamente para filmes (pela discussão, achei que sim) ou para todos os títulos de obras de arte, livros etc... Pq pensei que para livros e obras de arte já houvesse consenso sobre este assunto, ou seja, títulos de livros, por exemplo, estariam em português quando os títulos coincidissem nas diversas versões, ficando na língua original apenas quando isso não acontecesse. Estranhamente, a proposta de votação parece mais ampla, uma vez que nenhum exemplo da proposta 1 da votação é filme. Tem de tudo, menos filme: pintura de Edvard Munch, conto de fadas de Hans Christian Andersen, romance de Alexandre Dumas e obra filosófica de Platão! Além de que, os exemplos escolhidos, não sei se propositalmente ou não, estão nas línguas mais complicadas e de dificil entendimento da maioria: norueguês, dinamarquês e grego... a mais comunzinha é o francês. Isso aparenta falta de parcialidade na apresentação da proposta, uma vez que a imensa maioria dos títulos são em inglês, seguidos pelos em português. Resumindo, acho que deveria ficar bem claro se a pretendida mudança é para filme ou para ratificar (ou não) o que já acontece com os outros títulos (livros, obras de arte etc) E os discos, como ficariam? E os mangás? Seriam traduzidos para o português tb caso vencesse a proposta de todos os títulos em português? Enquanto estes pontos não estiverem claros e definidos, na minha opinião, apressar a votação é atitude precipitada e provável causadora de mais confusão. --Nice msg 15h33min de 11 de Julho de 2007 (UTC)

Nice, foi bom o seu pronunciamento. A titulagem em protugues é para todo tipo de obra de arte que tenha titulo em portugues e seja assim conhecido nos paises lusofonos. Seja filme, livro, pintura, poema, series de tv, etc. Cobre tudo. Á exceção fica para as obras que sejam conhecidas universalmente por seu nome original, como é o caso da serie de tv Friends e da Pietá, por exemplo. Se acha que não está bem explicito isso, mostre onde e faremos a sintonia fina antes de colocarmos em votação.

Lucia, a proposta de espelho de votação que fiz está na pagina onde o MHV colocou. (Como ele colocou a discussão aqui e a proposta em outra pag eu ja me perdi rs) Olhe lá e de sua opinião aqui. Machocarioca

A página é aqui mesmo, só que discutimos na discussão dela Tongue.png, basta usar a tag de página de projeto, ali em cima, oxente! Martiniano Hilário 21h17min de 11 de Julho de 2007 (UTC)
  • Dá para acreditar que essa página saiu dos meus vigiados e por isso nunca mais comentei? Não sei o que aconteceu, provavelmente azelhice minha. Vou ver e vou comentar sim. BelanidiaMsg 21h45min de 11 de Julho de 2007 (UTC)


Em minha opinião, alguns títulos terão acesso muito mais eficiente se estiverem em português. Principalmente quando em línguas pouco conhecidas. Obviamente alguns serão mais facilmente conhecidos na língua original, mas muitos ficarão praticamente irreconhecíveis. E isso não se justifica. Pauloacbjr 18h00min de 14 de Julho de 2007 (UTC)

Qualquer filme, em qualquer língua, sempre será localizado... independendo da língua em que estiver o título do artigo. Para isso existem os redirects. E, além disso, no artigo são informadas as diversas versões em pt do título (quando conhecidas). Este argumento, portanto, não se justifica. --Nice msg 00h11min de 16 de Julho de 2007 (UTC)


Se é assim, então quero ver quando alguém perguntar o nome do filme de 1956 do Bergman, alguém responder "Det sjunde inseglet" (como se refere o artigo sobre o Bergman, priorizando o título original) ao invés de "O sétimo selo". Pauloacbjr 01h32min de 20 de Julho de 2007 (UTC)

Isso que vc está falando não existe... se a pessoa conhece o nome em português, O sétimo selo, ela coloca o nome na busca da wikipedia, em português, e chega lá no filme. Se conhece o título em sueco, escreve o nome Det sjunde inseglet na busca, e chega lá também... De qualquer maneira, no artigo, o título estará na língua original e em português, e mais do que isso, nas diversas versões de português caso elas sejam conhecidas. Se a pessoa não conhece o nome do filme nem em português e nem na língua original, vai ter que ir na biografia do diretor Ingmar Bergman, e verificar qual o filme ele realizou em 1956... Na biografia também consta o título no original e o título traduzido (e se porventura em alguma artigo isso não acontece, é uma falha que deve ser corrigida, pois deveria acontecer). Como vê, esta sua preocupação em não ser possível acessar qualquer filme, mesmo em japonês, ou russo, ou dinamarquês, ou qualquer língua, não existe. Manter o título na língua original é a forma mais democrática, pois não beneficia nenhuma das versões de pt e, na minha opinião, a mais correta além de mais enciclopédica. --Nice msg 01h53min de 20 de Julho de 2007 (UTC)

Pô gaúcha, não seja tão efusiva. Simplesmente estou questionando uma regra que parece priorizar muito mais a forma (uma burocracia estilística) do que a eficiência da comunicação. Ou será que as pessoas que acessam a wikipedia em português vão procurar alguma vez o título em sueco, russo ou japonês? Acho improvável, por isso acho que seria mais "fácil" para todos seguir o uso comum do que fazer o improvável em nome da "ordem" estilística. Mas enfim, espero não tê-la aborrecido. Pauloacbjr 03h17min de 20 de Julho de 2007 (UTC)

De forma alguma me aborreceu Alegre! Estamos aqui apenas defendendo e tentando justificar nossos pontos de vista, pois infelizmente, eles nem sempre coincidem... --Nice msg 03h53min de 20 de Julho de 2007 (UTC)

Comentando[editar código-fonte]

Olá a todos! A proposta de votação, na proposta 5, não diz o que acontece aos títulos num alfabeto não latino. Que lhes acontece? Viram latinos, adaptados? Passam a títulos em pt? Em relação à votação, penso que deveria haver votação para cada uma das propostas (que neste caso são 5). Ah, e a meu ver a proposta 4 é desnecessária, pois não diz nada. Acho que é tudo, peço desculpa pela demora em comentar a proposta (vou por aí divulgar esta discussão, como sugerido pelo MHV). BelanidiaMsg 09h54min de 21 de Julho de 2007 (UTC)

E o que deve acontecer a títulos não traduzidos (há muitas obras de autores japoneses, chineses, etc., que não foram publicados em nenhum país lusófono, mas que podem ser relevantes enciclopedicamente) - que sejam escritos em sistemas de escrita diferentes do alfabeto latino??? Complicado, né? Volto a dizer que os títulos originais são a melhor opção, porque habitua o pessoal a procurar o título original, ou a sua transliteração mais adequada, o que dá coesão aos artigos, evita a criação de artigos duplicados, é a forma que mais respeita as duas variantes da língua portuguesa. E volto a dizer: os títulos (e não "o título em português" de que falam e que, em rigor, não existe) estarão bem identificados logo no início do artigo, em negrito. Manuel Anastácio 12h16min de 21 de Julho de 2007 (UTC)

Parece-me que a proposta 5 será a mais correcta. Talvez acrescentasse na proposta o que disse o Manuel Anastácio "No início do artigo deve ser escrito a negrito os nomes pelos quais o assunto é conhecido em Portugal e Brasil.--João Carvalho deixar mensagem 12h59min de 21 de Julho de 2007 (UTC)

Opinião[editar código-fonte]

Olás para todos!! Bom, meus caros colegas. Não sei se todos sabem mas o trabalho que desenvolvo aqui está essencialmente ligado à arte e à geografia. Actualmente estou na geografia. Contudo, já fiz vários artigos sobre quadros e já desenvolvi a minha opinião a respeito disso. Eu creio que se deve manter o nome original.

Primeiro, devido às diferentes traduções dos países lusófonos que, muitas vezes, não são compatíveis. Ao aparecer essa pintura numa lista, com a tradução brasileira ou portuguesa, quem a quer acessar não a reconhece automaticamente. E este problema surge com livros, com filmes... E então filmes, que os brasileiros e portugueses inventam com cada nome para eles...

Segundo, derivado da inexistência de tradução. Existem obras de arte, seja uma música da Whitney Houston, um livro de Maria Velho da Costa, uma cerâmica de Picasso, ou uma pintura de Chagall, que não têm uma traduçao directa, nem para Portugal, nem para o Brasil. Obras que, por não serem tão conhecidas do público, não têm uma tradução como La Gioconda ou A Primavera.

Terceiro, tradução de músicas e álbuns e incompatibilidade. E já que falei nas músicas da Whitney, porque querendo ou não são uma obra de arte, ela tem uma música, que foi o único fracasso dela, chamada Whatchulookinat. Isto tem tradução? Tem, segundo o sentido da música, e em português ficarem Parondestásolhar. E I will allways love you ficar Eu amarte-ei para sempre (que coisa tão canastrona...rsrs). Álbuns também são a mesma coisa, alguém os traduz? Não. Inclusivé, vários artistas lusófonos tÊm álbuns com nomes ingleses, como é o caso da Yolanda Soares. Por acaso traduzimos o título para Caixa de Música, em vez de Music Box? Nunca.

No caso de autores, também creio que o melhor é colocarmos o nome original, em vez de aportuguezarmos o seu nome, pois também será mais fácil reconhecê-lo.

Bom, estou agora com pouco tempo, depois dou uma passada por aqui, para ver como andar as conversas. Abraço! Tiago Vasconcelos 11h09min de 21 de Julho de 2007 (UTC)

Bravo, Tiago: o pior é que há muitos Wikipedistas que julgam que isso de "título em português" existe de facto, quando, em 98% dos casos, não existe! É certo que, tal como o MHV demonstrou em cima, a maior parte das wikipedias utiliza o nome traduzido - mas com o mal dos outros podemos nós bem - e mais: isso acontece em línguas onde parece existir uma maior coesão em termos editoriais que no campo lusófono. Creio que todos os polacos (poloneses), franceses, e mesmo espanhóis (e países falantes de língua espanhola na América) têm os mesmos títulos para obras muito conhecidas, como as do Harry Potter... pelo menos é o que depreendo da página do artigo em Espanhol (não vejo um título para cada país - nem nesses artigos, nem em outros relativos a filmes, etc) ... O que já não acontece com Portugal e Brasil que têm meios editoriais totalmente disjuntos. Manuel Anastácio 12h33min de 21 de Julho de 2007 (UTC)

Fui convidado a opinar sobre esse assunto e até imaginava que já houvesse uma proposta consolidada para votação. Como parece não haver, vou registrar o que penso:

  1. Os títulos (de livros, filmes, etc) devem ser mantidos no idioma original sempre que possível.
  2. Quando não for possível (alfabetos não-latinos, japonês, chinês, coreano, etc), o título em inglês (idioma comercial utilizado consensualmente em todo o planeta) deveria ser considerado (se a Wikipédia existisse no século XIX, eu sugeriria o francês; e antes disso, o latim :).
  3. Devem ser criados REDIRECTS com os títulos em Portugal e Brasil apontando para o verbete com o título original.
  4. Na hipótese 1, os títulos devem conservar as iniciais em maiúsculas do título original (e não apenas na primeira palavra, como se costuma fazer em português). Em alemão, por exemplo, isso seria particularmente grave (por exemplo, em Gelegenheitsarbeit einer Sklavin).

Esperando ter contribuído para o debate, Cordialmente, Al Lemos 14h36min de 21 de Julho de 2007 (UTC)

Só para que conste aqui vai a minha opinião. Pelo que entendo de toda esta discussão trata-se aqui apenas de títulos de obras de arte. Porém, creio que deveríamos uniformizar o tratamento deste tipo de situações para todo o tipo de nomes, incluindo topónimos e nomes de pessoas, porque senão isto torna-se uma barafunda. Resumindo, independentemente da proposta escolhida creio que o critério deveria ser o mesmo para todas as designações em língua estrangeira, pois na minha opinião pior do que não ter critério nenhum, é ter vários critérios diferentes para mesma coisa. Em princípio sou favorável à utilização das designações nas línguas originais. João Sousa msg 15h05min de 21 de Julho de 2007 (UTC)

Eu já tinha me manifestado antes, mas como fui convidado aqui vai (de novo) meu ponto de vista: concordo inteiramente com o Tiago Vasconcelos, com o Manuel Anastácio e com o Al Lemos. Em suma, para títulos de obras de arte, livros, filmes, óperas, discos, canções, peças teatrais, etc:
  1. Sou a favor de títulos originais com redirect de todas as variantes e explicações na introdução do verbete.
  2. Para títulos originais com alfabeto não latino também estou de acordo com o título comercial do mesmo no resto do mundo, que é em inglês de maneira geral, com raras exceções (produção franco-vietnamita, por exemplo, onde o francês prevaleria).
  3. Reafirmo que sou completamente contra a idéia de o verbete ter as duas formas pt e br como título, separadas por uma barra, como exemplificado em "O Poderoso Chefão / O Padrinho".
  4. Seguindo o raciocínio: obras brasileiras com o título brasileiro, obras portuguesas com o título português.
Em todos os casos, todos os redirects permitirão que o verbete sempre possa ser encontrado, pouco importa como seja procurado. A Nice tem razão nos argumentos por ela expostos mais acima. O fato de outras wikipédias usarem outros sistemas é normal, pois cada um faz o que acha mais conveniente, de acordo com a sua língua e história. Quem sabe se o fato de usarmos sempre títulos originais não levará outras wikipédias a adotarem o mesmo sistema? Era isso, por enquanto. Mschlindwein msg 15h32min de 21 de Julho de 2007 (UTC)
Ok. Pelo que vejo, a grande maioria dos usuários preferiria o título no original. Então seria bom que ficasse bem previsto na proposta de votação como ficariam os títulos fora do alfabeto latino. Há várias opções:
  • Adaptação ao alfabeto latino.
  • Em português (pt ou br, dependendo de quem chegar primeiro)
  • Em inglês
  • No original mesmo.

Esta questão é importante, não pode haver dúvidas quanto a este assunto e ele não está previsto na proposta. BelanidiaMsg 15h55min de 21 de Julho de 2007 (UTC)

  • Acompanhei sem opinar. Prefiro os títulos no original. Quanto a estes outros, em alfabetos não-alfabéticos (he, he...) creio que os redirects resolvam o problema, qualquer que seja a solução ado(p)tada. E, quando Bollywood não se contentar apenas com o mercado interno, podem se preparar... é filme que não acaba mais! Acho que já pode-se preparar uma votação. Como disse, qualquer alternativa será viável. Conhecer ¿Digaê 16h03min de 21 de Julho de 2007 (UTC)

A minha opinião,é que os títulos tem que ficar no original.Eu acho que em algumas línguas,como por exemplo as asiáticas,devem ser traduzidas pelo inglês ou espanhol.Lucas discussão 16h20min de 21 de Julho de 2007 (UTC)

Já que estamos todos dando opiniões, aqui vai a minha, já conhecida por alguns:

  1. Título SEMPRE em língua portuguesa.
  2. Se houver diferença pt/br há que se encontrar a melhor forma de escolher a que fica no título. JAMAIS duas formas no título, isto é uma implosão do senso enciclopédico.
  3. Alfabetos não-latinos = título em português
  4. Alfabetos não-latinos e filmes sem nome em português (o que normalmente dura pouco) = título no original (incluído o alfabeto original)
  5. Títulos em inglês de filmes gregos, japoneses, tibetanos, ucranianos?? Mas nem pensar...é quase tão sem cabimento quanto pôr duas versões como título.

Dantadd 16h25min de 21 de Julho de 2007 (UTC)

Será que já não seria a hora de iniciar a votação!? Idéias, propostas e opiniões não faltam, basta, agora, decidir a que a comunidade preferirá. Vinicius Siqueira ¿msg? 16h54min de 21 de Julho de 2007 (UTC)

Considero precipitado uma votação agora. Afinal, muitos editores ainda estão oferecendo suas sugestões. Outros estão ainda sendo convidados para participar. JSSX uai 17h04min de 21 de Julho de 2007 (UTC)

Se o título original não é o inglês, também discordo da utilização dessa língua para título. Há quase sempre possibilidade de utilizar uma forma "romanizada" ou, no pior dos casos, uma tradução "literal" para português - mas só em casos em que não reste outra alternativa. Manuel Anastácio 17h27min de 21 de Julho de 2007 (UTC)

  • Concordo com as opiniões do Dantadd e do Fred. GRS73 msg 18h45min de 21 de Julho de 2007 (UTC)


Só mais uma observação: O IMDb, que é sem sombra de dúvida o melhor, mais completo e perfeito site sobre cinema da internet, utiliza como título principal, de todos os filmes, o título na língua original (ou transliterada). Acho que este é mais um argumento a favor de manter-se os filmes na língua original, além de evitar-se discussão e desentendimentos no futuro, pois seja qual seja a opção vitoriosa, que não a da manutenção do título no original, sempre haverá quem discorde da formatação (caso vença o título duplo pt/br no artigo principal, ou caso tenha que ser mantido o título no português de quem o inicia - e que nem sempre cria um artigo aproveitável, e que muitas vezes tem até que ser salvo de ER, ou é VDA, ou é um mínimo mínimo!). O título na língua original é correto e enciclopédico, além de mais democrático, na minha opinião. E, até hj, funcionou muito bem esta modalidade de titulação. Sempre haverá que não concorde com algo, e se a cada vez que alguém não concorda com este algo, houver nova votação, as regras nunca serão regras. --Nice msg 21h37min de 21 de Julho de 2007 (UTC)

Embora eu prefira, como já expressei, o título em português, tenho de reconhecer que o título na língua original facilita bastante, pois imparcializa uma decisão. Eu prefiro em português, pois creio que tudo que pode ser escrito em português deve ser escrito em português, apesar de eventuais inconvenientes. Dantadd 21h55min de 21 de Julho de 2007 (UTC)

Symbol support vote.svg Concordo com o Dantadd. BelanidiaMsg 22h34min de 21 de Julho de 2007 (UTC)

Eu também. É Lusofona ou não? Pelagio 03h34min de 22 de Julho de 2007 (UTC)

A Lusofonia deve ser valorizada nos textos, nos artigos (coisa que, de facto, é pouco valorizada, tendo em conta a qualidade média dos textos publicados). O título é uma questão secundária. Por isso mesmo, aceitarei na boa qualquer decisão. Contudo, se voltarmos à regra do título em português, é importantíssimo que seja obrigatório fazer o redirect com o título original, para evitar as irritantíssimas criações de páginas duplicadas sobre o mesmo assunto - coisa que, aliás, abundava por aqui antes da decisão do título original. Manuel Anastácio 14h02min de 22 de Julho de 2007 (UTC)

Eu discordo parcialmente. O título é algo muito importante, pois resume uma posição. É como menosprezar o clássico, consagrado Tréveris para usar a forma "original" (alemã) Trier, com o argumento capenga que ninguém usa "Tréveris" (quando na verdade dos 200 milhões de lusófonos, nem um milhão conhecem tal cidade, quanto mais teriam uma forma "preferida"). Dantadd 15h27min de 22 de Julho de 2007 (UTC)

Como eu disse: aceito qualquer decisão da comunidade. Mas continuo a defender que os títulos originais têm mais vantagens que os títulos em português - onde raramente existem "formas clássicas e consagradas", como no exemplo que deste. Manuel Anastácio 16h04min de 22 de Julho de 2007 (UTC)

É curioso. A Wikipédia em espanhol, que é vista como um exemplo de unicidade de títulos, também registra (ou passou a registrar) títulos de filmes em inglês. Isso porque, como seria de esperar, existem variações entre títulos na Espanha e na América Latina. É só conferir, por exemplo, em es:Austin Powers: The Spy who Shagged me. Quanto aos argumentos em favor de títulos em português, o que seus defensores parecem estar querendo dizer, é na verdade, "vale o título de quem registrar primeiro". - Al Lemos 15h40min de 22 de Julho de 2007 (UTC)

A verdade é essa, Al. Manuel Anastácio 22h05min de 24 de Julho de 2007 (UTC)

O Poderoso Chefão[editar código-fonte]

Hum... Ainda não tinha lido isto na página de votação: Peço apenas que deixem que as mudanças a serem feitas sejam apenas por mim, porque se cada um meter a mão para mudar a seu modo, vira uma bagunça sem fim e ninguem entende mais a proposta original, ok?

Só posso dizer: lindo!!! Acho muito bem! Está plenamente de acordo com os princípios da Wikipédia manter a organização de uma votação na mão de uma só pessoa. Pessoa essa que nem sequer tem uma posição parcial sobre o assunto nem nada... Pessoa essa que, tendo feito listagens de "prós" e "contras", até agora, pelo menos, ignorou os prós e contras que não interessam à sua posição sobre o assunto. Fantástico!... Bravo! Manuel Anastácio 14h10min de 22 de Julho de 2007 (UTC)

Manuel, surpreende-me que te surpreendas com certas coisas por aqui ;o) Mschlindwein msg 22h53min de 24 de Julho de 2007 (UTC)

Proposta para Organização[editar código-fonte]

Estranho... eu tinha dado a minha opinião por aqui, mas ela desapareceu... será que eu só apertei "Mostrar previsão" e esqueci de apertar em "Salvar página"? Enfim... Minha sugestão é a seguinte: Essa discussão está a ficar desorganizada por demais, sabem? Ou melhor, vêem? Portanto, proponho que separemos uma seção nesta página, intitulada "Propostas", onde apenas se coloquem as propostas que cada um quiser e, abaixo, se você concordar com a proposta de outro usuário, a sua assinatura. Devidos comentários colocados em outra seção intitulada "Crítica às Propostas". Digo isso porque, do jeito que está, é necessário um esforço que, a princípio, não deveria existir, para se entender as propostas no meio de vários e vários parágrafos de opiniões. Hugo Lima 21h16min de 22 de Julho de 2007 (UTC)

Por mim tudo bem. Mas enquanto a organização não vem aí vai mais uma idéia, nem sei se é original
E se colocarmos os titulos em português e um redirect na língua original para facilitar a busca? Em alguns casos não há saída: por exemplo Washington vai ficar assim mesmo, mas London pode ficar "Londres" que a turma vai achar. Pelagio 21h37min de 22 de Julho de 2007 (UTC)
Péssimo, Pelagio. Ninguém lusófono procura numa enciclopédia portuguesa por «London». E aqui fala-se de títulos de obras de artes, não de nomes de cidade... Tiago Vasconcelos 13h10min de 24 de Julho de 2007 (UTC)
  • Eu acho que não estão a entender bem o âmago da questão. O problema não é encontrar o verbete - isso, 1 ou 2 redirects resolvem sem problemas. O problema aqui é o título. É o impacto que representa, numa primeira impressão, um título estrangeiro, numa encilopédia lusófona. BelanidiaMsg 14h45min de 24 de Julho de 2007 (UTC)
    • Isto já é uma digressão do tópico desta seção, mas, deixe-me responder esse seu argumento, usuária Belanidia. Dependendo do caso, o título original é, de fato, o melhor a ser escolhido. Como foi decidido, há muito tempo, não sei quando, que mantivéssemos todos os países lusófonos sob uma só Wikipédia, existem variações nos títulos. Na verdade, existem variações para quase todos os títulos. Então, nesses casos, para ficar num filme que dei uma olhada outro dia, "What Dreams May Come" é melhor do que "Amor Além da Vida" ou "Além do Horizonte", pois brasileiros não reconheceriam o último e portugueses, o primeiro.
      Ademais, no caso de cidades, Estugarda não é reconhecida pela maioria dos brasileiros. Apenas Stuttgart. Porém, esse não é o assunto principal. Sou da opinião de que títulos originais devam ser mantidos, com reditects das traduções portuguesas e brasileiras.
      Hugo Lima 15h05min de 24 de Julho de 2007 (UTC)
Não sei qual é a surpresa de ver um título estrangeiro. Belanidia, você diz Eu amarte-ei para sempre em vez de I will always love you? (só por exemplo) E note que uma música é tão obra de arte quanto um quadro, uma escultura, uma instalação. E você já reparou nos nomes de alguns artistas, que, eles próprios, nomeiam as suas obras em inglês ou francês, como é o caso do Jorge Martins, um dos grandes pintores contempora^neos portugueses? E entâo vai fazer o quê? Traduzir-lhes o nome da obra para portugês? Talvez você possa não conhecê-lo, mas deve conhecer uma banda chamada Fingertips, cujo repertório é quase todo em inglês. Ou até os próprios The Gift. O que é que se faz quanto a isso. Vais vale padronizar, mantendo o título original, tendo como excepção os títulos não latinos, como o japonês ou o chinês. Cham-se globalização, e para isso necessitamos de um padrão... urgentemente. Tiago Vasconcelos 15h19min de 24 de Julho de 2007 (UTC)
Nem deu para acompanhar muito a discussão, mas me deparei com títulos quando estava criando algumas biografias de primeiros-ministros britânicos, que em en:wp já vem com o título e em pt:wp, acabei por não colocar. Vejam, lá, usam Lord Fulano, Sir Ciclano, 1st Earl of Tal e assim por diante. Penso que deveríamos, nos casos de filmes e séries, ou melhor, entretenimento, usar o nome original, e fazer dos nomes em Português (tanto em pt-pt como em pt-br) redirecionamentos para estes artigos. Demora, mas é mais sensato. Agora, eu volto ao meu descanso, que estou convalescendo de uma bursite... Alex Pereirafalaê 16h16min de 24 de Julho de 2007 (UTC)

Só vim concordar com as palavras do Tiago Vasconcelos e do Hugo Lima. Foram perfeitos nas ponderações! É evidente que é mais enciclopédico (e correto) manter o título das obras de arte (incluídos aí os filmes) na língua original! A discussão começou por causa dos filmes, mas a votação, se houver (e que sou contra, pois ela já aconteceu, e acho que ficar revotando a toda hora algo que já foi votado só pq não concordamos com o resultado é atitude anti-democrática), por uma questão de lógica deve valer para todas as obras de arte, sejam elas quais sejam. --Nice msg 19h33min de 24 de Julho de 2007 (UTC)

Conflito clássico sobre o título do artigo[editar código-fonte]

No começo do ano, houve uma pequena guerra de edições entre o Fábio Soldá e o JLCA, com relação a um artigo que ajudei a traduzir. A princípio o artigo tinha o nome História da Geórgia do Sul e Sandwich do Sul, sendo movido para História da Geórgia do Sul e Sanduíche do Sul e demovido várias vezes para o título anterior pelos já citados. O problema estava no sanduíche, e os argumentos sobre este permanecer no original ou no português perderam-se nesta wiki — eu, ao menos não consegui mais localizar a discussão —, mas lembro de uma polarização em torno de 2 argumentos:

  • o de manter, porque, pelo Google, sandwich do sul possuía mais hits que sanduíche do sul.
  • o de traduzir, porque em algumas enciclopédias — como a barsa — o nome aparece como sanduíche do sul.

Acredito que, em regra, deve-se primar pela tradução do título para o português. Entretanto, como neste exemplo que eu citei, o nome mais conhecido e difundido é em inglês (sandwich), portanto acho que este deva ficar no original. Mas que se pesem na balança de uma votação os candidatos a título de artigo quando há conflitos como esse. É melhor do que estabelecer uma regra rígida, que pode produzir resultados bizarros para nomes de artigos na WP. --Pedro Spoladore 18h30min de 24 de Julho de 2007 (UTC)

Qualquer regra deve ter excepções. Definirmos que o nome original deve ter primazia não obsta a que em determinados casos se prefira o nome em português. Por exemplo, quando há uma grande unanimidade em relação a um título, por exemplo: creio que "O Feiticeiro de Oz" tem este nome em todos os países de língua portuguesa, portanto, se alguém justificasse na discussão que o título escolhido seria esse por causa da unanimidade de uso deste título nos países lusófonos, eu não me oporia de modo algum. Acontece que tais casos são muito raros. Não esqueçamos do tempo em que se escrevia "Abraão Lincoln" - conhecem alguém que refira o nome assim hoje em dia???... Manuel Anastácio 19h43min de 24 de Julho de 2007 (UTC)

Nem mais, se houver unanimidade nas duas grafias mais vale pôr o mome em portugue^s do que recorrermos ao inglês. Como na Monalisa... Mas no restante é no original... Tiago Vasconcelos 20h17min de 24 de Julho de 2007 (UTC)

No Brasil fala-se O Mágico de Oz. --Nice msg 20h20min de 24 de Julho de 2007 (UTC)

Com tanta imaginação, já deviam ter inventado a cura para a sida... Alegre. Pronto Nice, mas existem outros títulos de obras iguais tanto no Brasil como em Portugal. E era esse o objectivo do Manuel. Você não concorda com ele? Tiago Vasconcelos 20h24min de 24 de Julho de 2007 (UTC)

Alegre (por causa da primeira linha do comentário do Tiago) Mas, falando sério, concordo mais ou menos... acho meio esdrúxulo alguns títulos de livros e filmes em pt/br e outros na língua original... ou é uma coisa, ou a outra! Apesar disso, acho tolerável essa opção, ou seja, melhor que criar artigos com títulos duplos (ou triplos, quádruplos...) ou mesmo dar primazia a quem escreve primeiro, se pt ou br, quando diferentes as versões. Essa opção vai gerar confusão com certeza! E Tiago, pinturas, esculturas, etc... me parece uma coisa muito mais grave até que livros ou filmes traduzidos... acho inaceitável. --Nice msg 21h01min de 24 de Julho de 2007 (UTC)

Mais uma observação - a proposta de que o título do livro ou filme ficará na versão do português de quem cria o artigo vai gerar uma corrida (acho eu) de artigos mínimos, mal feitos, óbvios, sem rigor enciclopédico, apenas para que o título seja mantido na versão de quem criou... Quem realmente editar legal, pesquisar sobre o assunto, transformar num artigo bem feito etc, não leva nada... além da óbvia colaboração pelo melhor para a wiki. Acho injsuto. Faço muito nisso em filmes, sei do que estou falando. --Nice msg 21h08min de 24 de Julho de 2007 (UTC)

É o que eu digo: primazia ao título original, a não ser que haja uma muito boa justificação para o título em português. Claro que o exemplo que eu dei, acima, foi um exemplo infeliz... Eu ia lá lembrar-me que os feiticeiros são designados no Brasil como Mágicos... Ehehe... Seja como for, concordo em absoluto com o último comentário: o nome para quem criar primeiro é apenas incentivo aos mínimos sem qualidade apenas para obter hegemonia brasileira ou portuguesa, o que é mau - além de propiciar aberrações, como o título em português de Portugal e o resto do artigo a referir-se ao título segundo a versão de quem desenvolveu o artigo (a não ser que se crie a regra, estapafúrdia e injusta, de que quem desenvolva o artigo tenha de aceitar o artigo escolhido por quem arrancou com um artigo com menos de cinco linhas de texto). Volto a dizer que esta discussão assenta, essencialmente, em motivações emocionais (não queremos ver o nosso filme ou o nosso livro com outro título que não aquele que amamos, e isso aplica-se especialmente a obras de arte, que são, essencialmente, obras que se centram na emoção) - por isso, volto a defender que o título original - salvo raras excepções, deve ser privilegiado. Manuel Anastácio 22h00min de 24 de Julho de 2007 (UTC)

  • Uma duvidazinha. Alegre Contando que esta regra se vai aplicar a mais coisas que não só a títulos de filmes e livros (creio). Vou falar de algo que me afecta como editora - as línguas gestuais (no Brasil: língua de sinais) - todas elas sofrem diferença pt/br (por exemplo: a Língua Gestual Chinesa, no Brasil será Língua de Sinais Chinesa). Minha pergunta: que faço, ponho os títulos no original? Tudo muito bem! Nesse caso, onde os encontro? Não sei Japonês, nem chinês nem coreano, nem árabe, etc e na Wikipédia anglófona eles estão todos em inglês e raramente têm interwikis. Mais: eu tenho criado os títulos em br (entrei em acordo com um editor brasileiro) e crio o redirect na norma portuguesa, não me importo nada mesmo sendo portuguesa, mesmo isso me causando certa estranheza ao ler. E sabem que mais? Não vi nenhuma corrida para iniciar artigos, até agradecia essa corrida, mas não vi. E então? Nas "minhas" línguas gestuais, estas regras são para aplicar também? Se sim, onde eu encontro os títulos? Se não os encontrar, deixo de criar os artigos? Ou esta regra não tem nada que ver com isso? Isso contando que se opte pelo original, claro! BelanidiaMsg 22h28min de 24 de Julho de 2007 (UTC)
Belanidia, respondendo à tua duvidazinha: quem criar o artigo e não souber o nome original cria o dito cujo em português (br ou pt, como achar melhor), e assim que outro editor souber o título original move o verbete para o nome original, no que a redireção do nome em português será automaticamente feita. Não vejo absolutamente nenhum problema com isso. Mschlindwein msg 23h01min de 24 de Julho de 2007 (UTC)
Hum, ok! Então suponho que este assunto se aplica também ao tema de que falei. Obrigada pelo esclarecimento! BelanidiaMsg 23h10min de 24 de Julho de 2007 (UTC)


Manuel...na verdade "O Mágico de Oz" é uma péssima tradução feita no Brasil do título original, assim como - argh - "O Poderoso Chefão". Na verdade o significado que se dá à palavra inglesa "wizard" equivale ao uso nosso da palavra "feiticeiro" ou "mago". "Mágico" é outra coisa, mas... Idiossincrasias de sempre. Dantadd 23h14min de 24 de Julho de 2007 (UTC)

Daniel, acabas de dar mais um argumento à favor da manutenção do artigo com título original... e pelo respeito à obra de arte! --Nice msg 00h30min de 25 de Julho de 2007 (UTC)

Vamos pensar um pouco: Se todos os falantes de lingua portuguesa usam o mesmo título, não há nada que justifique usar outro, em outro idioma, para ele. Quando há diferença, O Mágico de Oz e O Feiticeiro de Oz, título no original, e redirect das formas em lingua portuguesa.
Quanto ao sanduíche, ou sandwich, é uma outra questão: o termo sandwich foi aportuguesado para sanduíche, e é esse que deve ser usado, sendo o outro um redirect válido. Sr. Tumnus msg 01h17min de 25 de Julho de 2007 (UTC)
No meu entender, Sandwich foi aportuguesado para "sanduíche" quando se refere ao alimento feito de duas fatias de pão e algo no meio. Já as Ilhas Geórgia do Sul e Sandwich do Sul referem-se certamente a John Montagu, 4º Conde de Sandwich, e não ao alimento; logo, entendo que a tradução não se aplica: o sujeito chama-se Sandwich, e não "sanduíche". Mschlindwein msg 10h18min de 25 de Julho de 2007 (UTC)
Observo que o mágico e o feiticeiro redirecionam para artigos diferentes. Sr. Tumnus msg 01h19min de 25 de Julho de 2007 (UTC)

Minha opinião é um tanto quanto tardia, mas bem simples de entender. Voto por manter os títulos no original. Sempre haverão casos complicados, e nestas ocasiões a confusão é tanta que chegam até a criar votações separadas Hein? Tendo-se uma regra inflexível, acaba-se a desordem. Tenho dito. Sladed 00h59min de 28 de Julho de 2007 (UTC)

As regras nunca são inflexíveis, sejamos francos. Mas o que nós precisamos mesmo é de padrões, e só se conseguem à base de regras. Regras precisam-se! Sou apologista destas! Tiago Vasconcelos 01h20min de 28 de Julho de 2007 (UTC)

Concretização das propostas[editar código-fonte]

Uma discussão que não degenerou em ataques pessoais! Estou feliz. É pena, não o ser tão longa, mas o ser tão longa por ter tantas repetições de argumentos. Mas, Roma e Pavia não se fizeram num dia... estou feliz!

Neste momento, julgo que o importante é passar da discussão das ideias, para a sua realização em propostas concretas (algumas já lá estão, mais ou menos). Ou seja, para cada ideia, é preciso determinar que texto concreto seria implementado em Wikipedia:Convenções de nomenclatura. Esse trabalho colocará a descoberto novas dúvidas e pormenores práticos que têm de ser decididos ou debatidos, sob pena de provocarem problemas após a votação. Não tenho dúvidas de que, por melhor que seja feita a votação, haverá quem a queira contestar no final, portanto, convém apostar numa boa votação, para evitar que haja argumentos para isso. Abraços, Ozalid 13h38min de 1 de Agosto de 2007 (UTC)

Sabias que já pensei isso um montão de vezes ao longo da discussão? Tens toda a razão. Força. BelanidiaMsg 18h26min de 1 de Agosto de 2007 (UTC)

Reformulei a página de votação, de acordo com os objectivos que expus acima. Assim:

  • a) Apresentei uma proposta de datas, partindo do pressuposto de que durante o mês de Agosto muitas pessoas não poderão participar;
  • b) Apresentei uma proposta concreta para cada ideia apresentada na discussão. Nos casos possíveis, aproveitei excertos de propostas já existentes;
  • c) Articulei e relacionei as propostas, reunindo aquelas que são alternativas. Nos casos em que há propostas alternativas, há uma votação para cada proposta (garantindo que cada uma delas passa pelo crivo da maioria absoluta de votos a favor) e há, ainda, uma votação de desempate, para o caso de várias obterem maioria de votos favoráveis. Será implementada, de entre as que tenham maioria de votos favoráveis, aquela que tenha mais votos no desempate.

O que falta fazer?

  • a) Como é óbvio, cada proposta tem de ter, no mínimo, um proponente. É preciso, portanto, que os autores das ideias que deram origem às propostas concretas as assinem;
  • b) Lembro também que eu me limitei a tentar concretizar propostas que não são minhas, pelo que os donos de cada ideia, os proponentes, obviamente, são livres de alterarem os textos que apresentei;
  • c) Algumas propostas contêm partes que ainda precisam de ser esclarecidas e preenchidas pelos seus proponentes (estão marcadas com triplo ponto de interrogação);
  • d) Quem não concordar com as propostas existentes é livre de criar uma nova proposta (no final existe uma minuta pronta a ser preenchida).

Espero que, assim, estejamos mais próximos de uma decisão. Abraços, Ozalid 22h19min de 1 de Agosto de 2007 (UTC)

Vou analisar tudo! Logo logo digo alguma coisa. BelanidiaMsg 12h18min de 14 de Setembro de 2007 (UTC)

O proponente original está pacientemente esperando a proposta dele voltar para o local correto.....muito pacientemente..... para então analisar as sugestões colocadas na discussão. SdsMachocarioca 06h29min de 15 de Setembro de 2007 (UTC)Machocarioca

Mas a sua proposta não é a de colocar os vários títulos da obra em língua portuguesa separados por barras (O Padrinho/O Grande Chefão)? Cumprimentos, Ozalid 22h47min de 16 de Setembro de 2007 (UTC)

Não Ozalid, a minha proposta é inteira, isso é apenas a minha opção dentro da minha proposta. Mas vc sabe, isso é teatro. E sendo assim, discussão feita ,colocarei minha proposta em votação. Não quer votar nela, se exima. SdsMachocarioca 07h06min de 28 de Setembro de 2007 (UTC)Machocarioca

Próximo passo[editar código-fonte]

Parece-me que apenas falta alguém iniciar o processo de assinatura das propostas. Assim, mesmo correndo o risco de ser apressado, resolvi expressar o meu apoio das propostas que considero mais acertadas. Se ainda não for a ocasião certa, informem para que reverta o que fiz. Steelman MSG 11h55min de 28 de Setembro de 2007 (UTC)

Defesa da Proposta 2.1[editar código-fonte]

Defendo a proposta de se usarem apenas os títulos de obras na sua língua original essencialmente pelo respeito que é devido aos respectivos autores. A tradução de títulos para outra língua é legítima, sendo disso uma prova o facto de lermos livros de autores estrangeiros imprimindo os seus livros com títulos traduzidos. No entanto, a Wikipédia é um enciclopédia e, devido a isso, parece-me essencial que se preserve toda a intenção do autor original ao nomear o seu trabalho. O facto de existirem títulos diferentes para a mesma obra nos vários países lusófonos (às vezes o título de uma obra varia no mesmo país consoante o editor) prova que existe uma intervenção do tradutor no trabalho original. Se isso pode ser admitido pelo facto de um tradutor ou empresa editora deter direitos que lho permitem fazer, parece-me que não cabe aos editores da Wikipédia tomar a mesma liberdade, sob pena de cada um querer fazer imperar a sua opção pessoal. Assim, entendo que deve manter-se o título original sendo que se preservam os títulos popularmente conhecidos em cada país através de páginas de redireccionamento.

Apenas uma sugestão quanto ao seguinte:

O primeiro parágrafo deverá iniciar da seguinte forma: The Godfather (O padrinho na tradução portuguesa, O poderoso chefão na tradução brasileira) é um filme...

Sugiro que a forma de indicar o título usado nos diversos países lusófonos fosse abreviada para algo tal como:

O primeiro parágrafo deverá iniciar da seguinte forma: The Godfather (Portugal: O padrinho; Brasil: O poderoso chefão) é um filme...

Aqui fica a minha defesa sucinta desta proposta. Steelman MSG 12h11min de 28 de Setembro de 2007 (UTC)

Julgo que há uma maneira mais elegante de colocar isso em termos prá(c)ticos. Não fui eu quem criou, mas passei a ado(p)tar, como neste exemplo de Austin Powers in Goldmember: Austin Powers em o Homem do Membro de OuroPBAustin Powers em Membro DouradoPE. - Al Lemos 13h18min de 28 de Setembro de 2007 (UTC)
Parece-me uma solução elegante, caro Lemos. Steelman MSG 18h31min de 28 de Setembro de 2007 (UTC)
Symbol support vote.svg Concordo --Pedro Spoladore 18h48min de 28 de Setembro de 2007 (UTC)
Symbol support vote.svg Concordo -- Marcos msg 20h17min de 28 de Setembro de 2007 (UTC)
Symbol support vote.svg Concordo --Tonyjeff ¿Uíqui-o-quê? 10h14min de 27 de Outubro de 2007 (UTC)
Symbol support vote.svg Concordo --Hugo Lima 18h16min de 28 de Outubro de 2007 (UTC)
Symbol declined.svg Discordo Dantadd 19h55min de 28 de Outubro de 2007 (UTC) - não usemos siglas, principalmente as completamente desconhecidas do grande público. Usemos palavras inteiras e que façam sentido. A Wikipédia não é um mundo em si mesma. No caso concreto dos filmes a proposta carece ainda mais de sentido, pois não se trata de uma diferença de padrão ortográfico entre Brasil e Portugal, mas sim da escolha das distribuidoras dos filmes em cada país, que nada tem a ver com questões vocabulares do português.
Symbol declined.svg Discordo' Defendo a proposta de se usarem apenas os títulos de obras na sua língua original essencialmente pelo respeito que é devido aos respectivos autores."

Raciocínio a meu ver absurdo. A Wikipedia é lusofona e sua lingua é o português. Será que o prezado amigo le nos jornais, nas revistas e nos livros que acessa em português esses titulos em inglês ou tcheco? Provavelmente deve achar que as distribuidoras de cinema, as estações de tv e as editoras de livros brasileiras e portuguesas "desrespeitam os autores" por traduzirem os titulos deles para o português quando os lançam? Machocarioca 05h13min de 29 de Outubro de 2007 (UTC)Machocarioca

Wikipedista Machocarioca, você está distorcendo tudo. Está muito claro que quando editoras e distribuidoras traduzem os títulos é por um motivo muito simples: quase ninguém no país vai entender um título em árabe, por exemplo, a não ser que seja "Maktub". Em contrapartida, numa Wikipédia que abrange países que deram nomes diferentes para as mesmas coisas, é muito melhor, como medida do meio, usar o nome original do que uma das traduções. Por quê? Simples também: ninguém no Brasil reconhece "À Boléia na Galáxia". Agora, "O Guia do Mochileiro das Galáxias", sim. Por último, "The Hitchhiker's Guide to the Galaxy" é o mais neutro na situação, começando-se o artigo indicando os nomes em português europeu e português brasileiro. Muito mais justo, ao meu ver. Hugo Lima 12h43min de 3 de Novembro de 2007 (UTC)
Symbol support vote.svg Concordo Tiago Vasconcelos 11h33min de 29 de Outubro de 2007 (UTC)
Symbol support vote.svg Concordo Quem defende o título da obra estrangeira em português, defende a regra do "eu vi primeiro": quem criar o artigo, coloca o título em sua própria versão do idioma. Quem chegar depois, vai ter de fazer um REDIRECT. Não é por nada não, mas sendo brasileiro, acho que isso iria beneficiar meus compatriotas (ou será que existem mais editores portugueses em atividade do que brasileiros? ;) - Al Lemos 11h54min de 29 de Outubro de 2007 (UTC)

Meu caro Al, acho que não acompanhou a proposta de titulos feita por mim, em discussão. A segunda proposta corrige exatamente isso, estabelece que os filmes estrangeiros tenham como titulo as duas versões em pt/br e pt/pt do mesmo. Mesmo assim , que essa não seja aprovada, o "vi primeiro" , muito ruim na minha opinião, ainda é melhor que titulos estrangeiros quando o existem na lingua pátria, numa wiki em português. Além do mais, aqui existem centenas de titulos "vi primeiro" de outros assuntos, que tem denominações diferentes nos dois "idiomas". Sds Machocarioca 18h00min de 29 de Outubro de 2007 (UTC)Machocarioca

Lembro aos colegas que ainda não se está a efectuar a votação. O que se pretende é surjam defensores das propostas indicadas aqui e que depois coloquem nesta página a sua defesa. Assim, visto que não concorda com esta Proposta 2.1, o colega Machocarioca poderá propor uma das que existem ou lançar uma nova proposta. Seria então útil colocar aqui uma defesa das suas ideias para benefício e discussão da comunidade. Cumprimentos, Steelman MSG 21h24min de 3 de Novembro de 2007 (UTC)

Steelman, minha proposta já havia sido feita e colocada para voto. Foi mudada sem a a menor cerimônia e sem nada me dizer ou perguntar pelo Ozalid, que colocou no lugar esta barafunda chamada de proposta com itens e subitens a não mais poder, que nada tem a ver com a simplicidade da proposta original, que vc pode ver aqui. [1] E é esta que gostaria de colocar para votar. Vote-se a favor ou contra, apenas isso. É tudo muito simples, que se está querendo complicar para inviabilizar. Sds Machocarioca 06h49min de 5 de Novembro de 2007 (UTC)Machocarioca

Parem de dar tiro para cima[editar código-fonte]

Acho que devem parar de perder o foco e mira no peito, porque não padronizar, depois criar um artigo próprio de estilo, para orientação, e um simples redirecionamento na outra possibilidade, nomes em outra língua podem ser escritos com o nosso alfabeto, Alcorão, por exemplo. Simplifique Rodrigo Tetsuo Argenton (discussão) 18h05min de 29 de Janeiro de 2008 (UTC)

Original Symbol support vote.svg Concordo / Traduzido Symbol declined.svg Discordo

Livros

Symbol support vote.svg Concordo Rodrigo Tetsuo Argenton (discussão) 18h05min de 29 de Janeiro de 2008 (UTC)

Filmes

Symbol support vote.svg Concordo Rodrigo Tetsuo Argenton (discussão) 18h05min de 29 de Janeiro de 2008 (UTC)

Músicas

Symbol support vote.svg Concordo Rodrigo Tetsuo Argenton (discussão) 18h05min de 29 de Janeiro de 2008 (UTC)

Álbuns

Symbol support vote.svg Concordo Rodrigo Tetsuo Argenton (discussão) 18h05min de 29 de Janeiro de 2008 (UTC)

Eu acho que o padrão deve ser para todos os tipos, seja livro, filme, música, álbum, ópera, teatro, etc, qualquer coisa, senão não será um padrão. Rjclaudio msg 19h50min de 6 de Fevereiro de 2008 (UTC)

Sugestão[editar código-fonte]

Uma regra geral para tudo não é correto. É melhor usar o título mais conhecido.

Livros, filmes, séries de TV, mangá: Título nos cinemas nacionais, nas caixas de DVD nacionais, de exibição na televisão, pelas editoras nacionais. Se o artigo for criado antes do lançamento no Brasil, usar o nome americano (que mais influencia no Brasil), se não for lançado ainda nos EUA, usar o original.

Músicas, Álbuns, obras de artes: Usar o título original, em caso de letras não latinas, o título ser romanizado, mas dizendo a mesma coisa.

No caso de diferença entre o título brasileiro e o de Portugal:

  • Usar o título brasileiro, porque o Brasil tem a população muito maior, e conseqüentemente mais usuários.
  • Usar o nome português no caso de uma das seguintes condições:
    • Se o produto for português.
    • Se o produto for mais famoso entre os portugueses do que entre os brasileiros.

--Master (discussão) 19h06min de 14 de Fevereiro de 2008 (UTC)

Eu prefiro passar pra ingles qnd tiver diferença entre Brasil e Portugal. Afinal, a wikipedia é dos dois países. => Rjclaudio msg 19h43min de 14 de Fevereiro de 2008 (UTC)
Fica muito confuso assim, alguns títulos em inglês, outros em português. Seria melhor,quando houvesse diferença entre o título brasileiro e o português, que fosse utilizado o mesmo critério usado nos artigos sobre países (Egito/Egipto), por exemplo; o título ficaria na grafia em que o artigo foi escrito pela primeira vez. RafaAzevedo msg 21h53min de 14 de Fevereiro de 2008 (UTC)

Veja a Categoria:Filmes por país, quase todos eles estão em língua estrangeira, e acredito que muitos tem nomes diferentes nas versões de Portugal e Brasil. Como q ficaria ? Quem chegasse primeiro e fizesse a movimentação seria o título correto ? Isso daria uma corrida pra ver quem chega primeiro.

Ademais, já comentaram que o título de uma obra é parte integrante dela, não devendo ser alterada.

Por mim botava td em portugues, mas já q nunca teremos consenso, melhor votarmos. => Rjclaudio msg 22h20min de 14 de Fevereiro de 2008 (UTC)

  • Acho que se deve iniciar a votação, para se decidir isto de vez, visto que cada um de nós defende uma solução diferente. Eu pessoalmente preferia sempre o título original desde que seja em em alfabeto latino, porque as traduções, muitas vezes têm nomes que nos parecem ridículos. Acho que isso acontece tanto aos portugueses como aos brasileiros. João Carvalho deixar mensagem 13h53min de 15 de Fevereiro de 2008 (UTC)

O único problema é por exemplo, filmes japoneses, que tem um nome que ninguém fora do japão conhece. Claro, td se resolve com redirect. Eu ainda fico em cima do muro, embora seja ruim é pior ter uma regra para cada coisa. => Rjclaudio msg 14h57min de 15 de Fevereiro de 2008 (UTC)

Eu adicionaria as propostas:

  • Em 2 - o título a ser usado deve ser o título mais comum entre Brasil e Portugal.
  • Em 3 - para obras famosas, o título usado deve ser a tradução.
  • Em 3 - no caso de alfabetos não latinos, usar a forma romanizada simplificada.
  • 4.1 - Permite exceções para as regras: Se editores do artigo sobre um filme se reunirem e decidirem usar certo nome nesse artigo que não está conforme as regras, permitir.
  • 4.1.1 - A votação sobre o título desse filme deve envolver a comunidade inteira e não se restringir aos editores do artigo do filme.

--Master (discussão) 15h52min de 15 de Fevereiro de 2008 (UTC)

Não concordo com 4.1 e 4.1.1, pq nesse caso todos os títulos poderiam ir para uma votação. A idéia é justamente criar um padrão uniforme, fazer isso tiraria esse artigo do padrão. => Rjclaudio msg 16h13min de 15 de Fevereiro de 2008 (UTC)

  • Como regra... nome na lingua original. Em casos de alfabetos como o árabe e o japonês transliteração. simples! Protege-se a obra original e evita a corrida entres brasileiros e portugueses. Béria Lima Msg 18h03min de 15 de Fevereiro de 2008 (UTC) Titulos em português... não importa em qual versão da língua. Béria Lima Msg 21h38min de 7 de Abril de 2008 (UTC)
    • Acho um pouco absurda a idéia de títulos originais, já que esta é uma Wikipedia em português e a maioria os filmes possuem título em português. Quanto a ter que se evitar a corrida entre brasileiros e portugueses, então vamos reverter todos os artigos que possam ter nomes diferentes nos dois países para línguas originais para evitar estas "disputinhas"; que tal um artigo Al-Misr substituindo Egito ou Egipto? RafaAzevedo msg 21h38min de 15 de Fevereiro de 2008 (UTC)

Observação totalmente sem noção... Egito e Egipto não são palavras diferentes, são a mesma coisa escrito de forma diferente. --Nice msg 18h54min de 19 de Fevereiro de 2008 (UTC)

Vou reapresentar a minha sugestão, de julho de 2007 (está lá no alto desta página):
  1. Os títulos (de livros, filmes, etc) devem ser mantidos no idioma original sempre que possível.
  2. Quando não for possível (alfabetos não-latinos, japonês, chinês, coreano, etc), o título em inglês (idioma comercial utilizado consensualmente em todo o planeta) deveria ser considerado (se a Wikipédia existisse no século XIX, eu sugeriria o francês; e antes disso, o latim :).
  3. Devem ser criados REDIRECTS com os títulos em Portugal e Brasil apontando para o verbete com o título original.
  4. Na hipótese 1, os títulos devem conservar as iniciais em maiúsculas do título original (e não apenas na primeira palavra, como se costuma fazer em português). Em alemão, por exemplo, isso seria particularmente grave (por exemplo, em Gelegenheitsarbeit einer Sklavin).
O item 2, devo reconhecer, é polêmico, porém prático. Virtualmente o planeta inteiro lança filmes no mercado internacional com o título traduzido para o inglês. Trata-se aqui de não reinventar a roda. - Al Lemos (discussão) 20h34min de 19 de Fevereiro de 2008 (UTC)


O item 4 tem um problema... nas línguas latinas (como italiano, francês e espanhol) só se escreve com letra maiúscula no título a palavra inicial e os nomes próprios. Era assim aqui na wiki para títulos em português, mas em votação decidiu-se - infelizmente, e por por "n" motivos eu julgo assim, sendo o mais importante é que a maioria não sabe onde colocar maiúscula e coloca em tudo, incluíndo O, A, Os, As, e De, Da, Do, Das, Dos no meio dos títulos... - adotar a moda inglesa de colocar maiúsculas em tudo. Acho que se deve manter o título na língua original dos livros, filmes, obras de arte etc, e ao modo de cada um deles... em inglês, com letras maiúsculas em tudo, como é hábito deles... nas linguas latinas, e transliterações, etc, sem capitalizar, como é no IMDb... e em português, como foi decidido pela maioria aqui na wiki, com letras maiúsculas. Mas talvez fosse oportuna nova votação para decidir como escrever títulos em PT, uma vez que aconteceram duas votações e numa venceu títulos em pt com letra minúscula e noutra com letras maiúsculas. Talvez consigamos finalmente que títulos em português se alinhem à maneira como são escritos todos os títulos em língua latina (eu não perdi a esperança). --Nice msg 22h47min de 19 de Fevereiro de 2008 (UTC)

PS - Títulos em alemão no IMb seguem a regra do alemão, basta copiar lá. --Nice msg 22h52min de 19 de Fevereiro de 2008 (UTC)

Ótica de usuário[editar código-fonte]

  • Tenho acompanhado com atenção o desenvolvimento desse debate (que entendo ser de especial importância) e meditado sobre as várias propostas aqui colocadas. A rigor, face à complexidade do tema, todas as propostas (ou quase todas) são embasadas em argumentos plausíveis, de tal sorte que fica difícil escolher qual delas é a “melhor”. Ainda assim, com o intuito de contribuir, vou expressar meu ponto de vista, procurando me ater a dois pontos que me parecem capitais: Apr (discussão) 05h12min de 15 de Março de 2008 (UTC)
  • (1) Também sou daqueles que acha muito estranho que em uma enciclopédia lusófona, tenhamos (como temos) um grande número de páginas com títulos em língua estrangeira. Pensamos, falamos e escrevemos em Português e nossos usuários também. Assim nos comunicamos, assim nos compreendemos. Em qualquer outro idioma, somente poucos de nós conseguirá dialogar. Posso até editar (como vem sendo feito) o famoso filme de Cecil B. DeMille com o título de “The ten commandments”, mas sei que o usuário interessado em ler algo sobre esse filme, irá procurá-lo digitando “Os dez mandamentos” no campo de busca. E quanto aos livros, eu próprio, que sou leitor/releitor entusiasta das obras de W. S. Maugham, raramente me lembro que “The mixture as before” é o título original do delicioso livro de contos que conheço como “As 3 mulheres de Antibes”. Logo, julgo que usar títulos em Português deva ser a regra basilar, admitindo-se porém exceções (que, sendo exceções, hão de ser minoritárias) desde que haja motivos suficientemente fortes para adotá-las. Apr (discussão) 05h12min de 15 de Março de 2008 (UTC)
  • (2) Mas há um segundo ponto que se impõe ao primeiro que apresentei, na medida .em que contempla o que entendo deva ser o critério norteador da decisão que aqui há de se tomar. Refiro-me a olhar essa questão sempre sob a ótica do usuário, que é a razão de ser dessa wiki. Importa, acima de tudo, que esse usuário encontre o que procura. Sob essa ótica, acaba sendo de somenos importância se o título está em Português ou em Chinês, desde que o usuário chegue à página que busca. Felizmente, dispomos de instrumentos, como o Redirect, capazes de canalisar, para o mesmo destino, o que for buscado mediante vários títulos alternativos. Eles nos permitem tratar das variações Brasil/Portugal, quanto contemplar os casos em que algo é mais conhecido por um título estrangeiro. Apr (discussão) 05h12min de 15 de Março de 2008 (UTC)
  • Resumo de minha proposta:

1. Salvo se houver fortes razões em contrário (razões de usuário), os títulos (de filmes, livros, etc) serão em Português.
2. Variações Brasil/Portugal e buscas através de títulos em língua estrangeira (quando indispensáveis) serão contempladas com Redirect. Apr (discussão) 05h12min de 15 de Março de 2008 (UTC)

Symbol support vote.svg Concordo, a idéia de verbetes em inglês ou qualquer outro idioma estrangeiro numa Wikipédia em português me parece absurda. RafaAzevedo msg 15h32min de 15 de Março de 2008 (UTC)
Symbol declined.svg DiscordoTiago Vasconcelos (discussão) 16h47min de 15 de Março de 2008 (UTC)
Symbol declined.svg Discordo, isso já foi exaustivamente discutido aqui. E, aliás, para que servem os REDIRECTS? - Al Lemos (discussão) 22h53min de 16 de Março de 2008 (UTC)
Symbol declined.svg Discordo. Assunto já discutido ad nauseam. E como avaliar essas "fortes razões em contrário"? Os redirects estão aí para isso. E, por favor, Apr, não faça moções por sua conta, como fez em The Egyptian e vários outros. Yanguas Seja sucinto. 15h46min de 21 de Março de 2008 (UTC)
Symbol declined.svg Discordo veementemente! Quando vai ter fim este tipo de atitude de modificar regras e impor sua opinião (movendo artigos a seu bel prazer, mesmo estando ciente das diretrizes atuais e das discussões, como é o caso aqui?), daqueles que não concordam com algo que já foi exaustivamente discutido e aceito por consenso pela maioria?--Nice msg 20h40min de 21 de Março de 2008 (UTC)
Perdoem-me, mas sou relativamente novo por aqui como usuário registrado, e confesso que não acompanhei estas discussão exaustivas que vocês citaram terem já ocorrido sobre o assunto, por isso acreditei que o assunto ainda estivesse "em aberto". Aliás se alguém souber onde posso encontrá-las, seria imensamente grato. Saudações, RafaAzevedo msg 23h07min de 23 de Março de 2008 (UTC)
Já experimentou procurar no Google? Evita que você fique tentando reinventar a roda por não ler os arquivos de votação da Wikipédia. E se você quer discutir esse assunto, essa página aqui é exatamente o que você está procurando. - Al Lemos (discussão) 23h33min de 23 de Março de 2008 (UTC)
Symbol declined.svg Discordo Mschlindwein msg 00h24min de 24 de Março de 2008 (UTC)
Symbol declined.svg Discordo GRS73 msg 00h33min de 24 de Março de 2008 (UTC)


QUERO QUE APAREÇA NO GOOGLE[editar código-fonte]

PARA MIM FICARIA MUITO BEM ASSIM: O PADRINHO (pt) / O PODEROSO CHEFÃO (br). Claro que também não é mal o título na língua original, apesar dos problemas com alfabetos diferentes (a que já me referia há muito tempo). O pior, na minha opinião, é só conseguir visualizar a página da wikipedia através do GOOGLE se descobrir o nome original do filme em outro site (!) (afinal, colocando no GOOGLE o nome em português, não aparece o site da wikipedia, que, na minha opinião, deveria ser a primeira referência. Afinal, o nome original já aparece no do IMDB). Para quem busca praticidade (necessária hoje, mais do que nunca, por mais que seja sempre atrapalhado pela burocracia) na busca pelo conhecimento e informação, o nome original está na contra-mão. Pauloacbjr (discussão) 16h34min de 15 de Abril de 2008 (UTC)

Início da votação[editar código-fonte]

Como a proposta já está desde 2006 acho que todas as propostas já estão na página de votação. Porque não colocar uma data para iniciar a votação ? Essas "votações" na página de discussão nada vão adiantar. => Rjclaudio msg 00h28min de 24 de Março de 2008 (UTC)

Já é tempo. Por mim pode ser já amanhã. João Sousa DC 18h51min de 27 de Março de 2008 (UTC)

Não entendi direito como é feita a votação. Não é pra votar só na proposta que a pessoa quer ? Ou é pra votar, em cada uma delas, se é a favor ou contra (pode-se votar a favor em mais de uma ?).

E pra que seria o desempate ? É quase a mesma coisa da anterior.

=> Rjclaudio msg 19h09min de 27 de Março de 2008 (UTC)

Eu acho bem simples: caso a obra tenha sido oficialmente traduzida para o Português OU tenha alguma tradução/nome/apelido bem famoso em português, então, o título do artigo deveria ser em português, com um redirect da sua linguagem original.

A exceção seria as obras com nome original em chinês/japonês/coreano/russo ou qualquer outra linguagem de alfabeto diferente do latino. Daí, o título do artigo deveria ser a tradução que melhor expresse o título original, e com um redirect do título original, para abranger buscas em mecanismos de buscas que incluam o título original.

Navegador2 (discussão) 20h47min de 5 de Abril de 2008 (UTC)

Isso eu entendi, não entendi a página da votação. Porque cada proposta tem "Concordo", "Discordo" e "Neutro", quando na verdade a pessoa só deveria votar na proposta que concorda. E porque que tem a seção de desempate. Isso não está meio fora dos padrões atuais ? => Rjclaudio msg 21h37min de 5 de Abril de 2008 (UTC)

Editei a página modificando essas coisas. Deste modo creio já estar pronta para a votação. Que tal daqui a uma semana ? Sábado que vem, 12 de Abril, com duração de 1 mês (1 mes por ser muito ampla) => Rjclaudio msg 21h46min de 5 de Abril de 2008 (UTC)

Contra! E muitos tb ja' se manifestaram contra. E esta proposta de votacao, do jeito que foi redigida, nao foi consensual (ela e' parcial). --Nice msg 03h29min de 8 de Abril de 2008 (UTC)
Falta reescrever algumas propostas, retirando o tom de primeira pessoa e opinativo, e depois disso pelo o que vi já dá pra colocar uma data para a votação. => Rjclaudio msg 18h00min de 8 de Abril de 2008 (UTC)

Reorganizando[editar código-fonte]

Reorganizei as propostas. Separei a parte de limitações da 2.1 em duas, uma para a "Quantidade de Traduções" (o que fazer se só tiver uma tradução em portugues em todos os países) e uma para Alfabetos Não-Latinos (O q fazer, traduzir, transliteração, ingles, etc).

Creio que assim permite-se votar em apenas uma das propostas em cada uma das questões, já que são duas coisas diferentes.


Com isso concluo as alterações de minha parte. Vamos decidir o início da votação.

=> Rjclaudio msg 12h49min de 15 de Maio de 2008 (UTC)

A proposta é fazer uma regra tanto para as obras estrangeiras sem tradução, como as que tem tradução. Um filme norte-americano pode ter tradução para o portugues, mas ainda assim a comunidade dar preferencia por manter o nome original.
Acho que essa era a proposta inicial.
=> Rjclaudio msg 20h22min de 16 de Maio de 2008 (UTC)

Então vamos marcar o início da votação. Pode ser 24 de maio? ---- Master msg 16h19min de 17 de Maio de 2008 (UTC)

A organização da proposta ainda não está boa. Está meio confusa. Espera, não precisa ser na mesma data que as outras votações. => Rjclaudio msg 19h22min de 17 de Maio de 2008 (UTC)
Estava organizada, mas bagunçaram nas últimas semanas. Podemos reorganizar a página facilmente para finalmente começar a votação.--Master msg 15h52min de 24 de Maio de 2008 (UTC)

Repito aqui o que escrevi na discussão do Master, em resposta à sua msg na minha discussão[editar código-fonte]

Acho que chegou a hora de parar com esta imaturidade de a toda hora constestar resultados de votações e ficar propondo modificar a torto e direito coisas já estabelecidas e que estão consolidadas e aceitas há muito tempo. Aceito que os usuários proponham mudanças, mas não que a toda hora contestem o estabelecido. Do jeito que as coisas estão a se passar, cada um vai se achar no direito propôr a toda hora votação para modificar tudo aquilo que lhe parece mal, sem respeito às decisões anteriormente tomadas. Votações devem acontecer, mas especialmente relativas a novidades não contempladas até o momento nas normas da wikipedia. A proposta de votação por causa de descontentamento com os resultados não é democrática, e sim oportunista, pois geralmente decidida depois de lobby entre os descontentes com a situação atual. Era o que eu tinha a falar sobre o assunto, e desculpe-me a franqueza. Vou colocar lá na discussão da proposta de votação o que lhe escrevi aqui. --Nice msg 19h19min de 24 de Maio de 2008 (UTC)

E completo, esta intenção de iniciar imediatamente uma votação que não é consenso e que comprovadamente não está bem redigida e pouco clara, é estranhável. --Nice msg 19h19min de 24 de Maio de 2008 (UTC)

Não existe consenso de que esta votação seja necessária, basta ler toda a discussão! --Nice msg 19h33min de 24 de Maio de 2008 (UTC)

Não há em nenhum lugar em toda esta Wikipedia, qualquer menção a que exista consenso para que uma votação seja necessãria, nem qualquer votação é feita porque existe consenso sobre nada, caso contrário não haveria necessidade de votação. votações existem para isso mesmo.

Deixo claro inclusive o seguinte: é direito de qualquer editor da Wikipedia, pelas regras, colocar em votação o que desejar, sem necessidada da anuência de ninguém ( me mostrem onde isso está escrito). O que há é um consenso entre alguns editores de que é ridiculo que numa enciclopedia em portugues, que os ttulos de filmes sejam na lingua original, tendo estes filmes e livros titulos em portugues. Está na hora de acabar por aqui, esta situação de que determinados editores, porque são contra determinadas votações, ao invés de votaram contra resolvem simplesmente anulá-la por medo de perdê-la. Isso é que é truculência e arbitrariedade. Quase tão arbitrário quanto o Ozalid simplesmente, sem perguntar nada a ninguém, trocar minha simplicissima e objetiva proposta de votação pela dele, pra variar, cheia de itens e subitens de maneira a apenas complicar - e talvez inviabilizar - uma votação. E vou colocar a minha, simples, em votação, e gostaria que os interessados nesta mudança a vissem, aqui em Espelho de Proposta de Votação É só. Machocarioca (discussão) 19h58min de 24 de Maio de 2008 (UTC)

Realmente é importante evitar freqüentes votações por causa de críticas pessoais, mas é importante rever as políticas já definidas, com o objetivo de melhorar as antigas, além de adicionar novas idéias que não pensaram antes. Se tiver apoio de um grupo, mesmo pequeno, de editores, a votação deve ocorrer, caso contrário, ela seria inútil.

O uso do título original pode ter sido decidido para evitar conflitos entre portugueses e brasileiros, mas agora existem as soluções alternativas. --Master msg 03h56min de 25 de Maio de 2008 (UTC)

Proposta pronta: Vamos votar?[editar código-fonte]

Reformulei a página de votação, agora está compreensível e organizada. Vamos agora votar. 1 de junho tudo bem? --Master msg 03h56min de 25 de Maio de 2008 (UTC)

Melhorou muito a redação da votação, agora sim ficou tudo claro. Antes eu não conseguia nem ler até o final... --Nice msg 07h06min de 25 de Maio de 2008 (UTC)
Penso que poderá avançar a votação ! João Carvalho deixar mensagem 19h39min de 25 de Maio de 2008 (UTC)
Com um pouco de jeito a votação inicia-se um ano depois do início da discussão. João Sousa DC 20h04min de 25 de Maio de 2008 (UTC)
Atenção, as últimas alterações ao texto retiraram as opções de contra e a favor colocando as propostas em escolha múltipla. É necessário que, para cada proposta, cada votante tenha a possibilidade de aprová-la ou rejeitá-la, caso contrário criar-se-ão distorções dos resultados. Além disso, julgo que seria aconselhável que cada proposta fosse subscrita por um ou mais proponentes. É estranho avançar com um conjunto de propostas que não têm proponentes. Finalmente, parece que o Machocarioca não se revê em nenhuma das propostas. Tal como disse aqui cada proposta deve ser tomada pelo seu dono que a poderá alterar como entender (mas não alterar as propostas adversárias, julgo eu). O Machocarioca pode tomar conta da proposta dele, se já la estiver, e alterá-la como quiser, ou pode acrescentar a sua, se ela realmente não está lá. Abraços, Ozalid (discussão) 20h50min de 25 de Maio de 2008 (UTC)
  • Não precisa votar Contra e a Favor para cada proposta. Na questão 1, quem é a favor do "Título Original" Obviamente é contra o "Título Traduzido". Não faz sentido a pessoa votar a favor no primeiro e contra no segundo, é trabalho a mais. Se votar A Favor / Contra pras duas é melhor ficar neutro. O mesmo pras outras questões. Se é possível ter distorções com este método pediria exemplos para entender melhor o seu comentário, já que algumas outras votações foram feitas neste modelo.
  • Tb não vejo necessidade de ter o nome do proponente escrito em cada proposta, nunca vi isso nas votações da wikipedia.
  • Pelo tempo cada um já fez as alterações que achou necessária em suas propostas. Qualquer proposta pode ser melhorada, pelo proponente original ou não, desde que haja uma discussão antes e tenha apoio de outros usuários. Caso haja interesse em manter a proposta original mesmo com apoio para atualizá-la (melhorá-la) pode-se sempre criar uma nova proposta.
  • => Rjclaudio msg 21h15min de 25 de Maio de 2008 (UTC)

Marquei a votação para o dia 1 de junho, quem quiser cancelar a votação se manifeste abaixo, se tiver apoio, que cancelem a votação.

O texto e a organização da proposta de votação estava difícil de compreender. Fica inadequado que cada opção tenha contra e a favor devido às múltiplas possibilidades e a incompatibilidade de duas propostas sendo necessária criar votações de desempate.

O importante não é o proponente e sim a proposta, e o importante é que não foram removidas as propostas que já estavam na página.

Veja como está bem formulada.

  • A primeira questão é mais objetiva, pergunta se prefere tradução ou original.
  • A segunda questão pergunta o que fazer se usar a tradução, mas houver diferenças entre Portugal e Brasil. Como alternativas, coloquei todas as propostas que encontrei, pois é necessário que uma seja usada, se o usuário não concorda e não tem outra proposta, ele deverá ficar neutro.
  • A questão 3 pergunta o que fazer se usar o título original, mas o alfabeto não for latino. O caso das alternativas é o mesmo que falei acima. --Master msg 21h30min de 25 de Maio de 2008 (UTC)

Começar a votar no dia 1 de junho:

Concordo em começar a votar
  • Master msg 21h30min de 25 de Maio de 2008 (UTC)
Concordo em não começar a votar
Comentários

Caro Rjclaudio, logo na questão 1 pode haver quem não goste de nenhuma das opções. Pode haver, por exemplo quem ache que não deve haver regra sobre isso. As regras sobre votações definem que deve existir sempre a hipótese de manter as coisas como estão, para além de falarem claramente na necessidade de cada proposta ser aprovada ou rejeitada.

As distorções em escolha múltipla dão-se quando, por exemplo, existem duas proposta que nunca teriam qualquer hipótese de ser aprovadas, mas que, em escolha múltipla, roubam votantes a uma terceira hipótese. Assim, uma quarta proposta que seria vencida pela terceira, torna-se, pelo contrário, vencedora, devido a duas propostas que seriam rejeitadas numa votação de sim/não. Ou seja, em múltiplas opções, passa a ser possível criar propostas fantasma só para enfraquecer uma outra proposta que seria ganhadora.

Toda esta problemática é bastante complexa (pode ler mais aqui), mas os problemas deixam de se colocar (ou diminuem drasticamente) a partir do momento em que cada proposta passa pelo crivo da aprovação/rejeição.

Quanto às propostas sem proponentes, têm várias desvantagens. Por exemplo, serem criadas propostas que ninguém realmente defende, mas que servem apenas para baralhar e dividir os votantes. Por exemplo, um defensor de uma proposta pode ter a tentação de alterar a redacção de propostas adversárias, de modo a que fiquem menos claras ou menos apelativas (se as outras tiverem os seus próprios proponentes, eles não o permitirão, mas, se não houver proponentes...) Enfim, por motivos óbvios, não é conveniente estar aqui a fazer uma lista completa de fragilidades e possíveis manipulações... Abraços, Ozalid (discussão) 13h04min de 26 de Maio de 2008 (UTC)

  • Pequena mudança na proposta.... no item 2 está escrito:
O problema é que isso vai criar um outro problema... não seria mais simples que em caso de lancamento simutaneo se adotasse o titulo que o criador do artigo escolheu? Béria Lima Msg 14h07min de 26 de Maio de 2008 (UTC)

Ozalid, pro primeiro ponto seria só criar uma nova opção, Manter como está (seria o Não a todas as outras opções, ou Nenhuma das Alternativas Anteriores). Sobre diluir os votos, concordo com vc, e então prefiro usar o método da Sanção de Insultos. Vota a favor de todas as opções que é a favor. E vota na "manter como está" se é contra todas. Ganha a que tiver mais votos.

Infelizmente aquela discussão que vc citou está parada e não chegou a lugar nenhum, então ainda não há obrigatoriedade de seguir um modo ou outro, dependendo apenas das discussões (e neste caso já fiz a minha proposta). Seria bom retomar aquela discussão qualquer dia desses.

Sobre não ter proponente, eu disse que sempre se pode fazer mais propostas, desde que discutidas antes. Não é só chegar e colocar a proposta. É claro que quem começar a discussão vai ser o "dono" da proposta, mas isso não precisa estar escrito na página, pois pode afetar o julgamento da proposta, votando pelo proponente e não pela idéia. Isso tem mais chances de atrapalhar do que ajudar.


Sobre o item 2.2, não sei. Imagino se a proposta de "O autor escolhe" ficar em último lugar, e a proposta de "Ordem de lançamento" vencer. Então a comunidade decidiu usar o "Autor Escolhe" apenas como último recurso, preferindo uma das outras opções. Se no modo de votar cada um puder votar em todas as que concorda (conforme sugeri acima, adaptado da proposta do Ozalid) a opção que ficar em segundo lugar vai ser a melhor para desempatar a "Ordem de lançamento".

=> Rjclaudio msg 17h35min de 26 de Maio de 2008 (UTC)

A questão 1 fica como está, porque só funciona escolhendo uma opção e assim mostra os contras e os a favor. As demais podemos mudar, então vamos decidir, o que é melhor? Votar em só uma opção nas questões 2 e 3 ou poder votar nas que concorda? De qualquer forma uma opção terá que ser escolhida nessas questões, e portanto discordar de todas não pode ser uma opção, porque a proposta não funcionaria. --Master msg 21h35min de 26 de Maio de 2008 (UTC)
Caro Master, volto a recordar as regras de votações: é necessário que os votantes tenham a escolha de deixar tudo como está. Abraço, Ozalid (discussão) 21h45min de 26 de Maio de 2008 (UTC)

Caro Rjclaudio, permitir vários votos da mesma pessoa na mesma votação, como acontece nas sanções de insultos, não resolve o problema, pelo contrário, ainda o complica mais (essa é outra das falhas das sanções de insultos). Esse sistema baralha ainda mais os votantes (votar em quantas opções?) e, no fim, continua a poder criar uma série de opções fantasma que roubam votos às opções que poderiam ser ganhadoras.

Repare que o princípio democrático é que uma lei em vigor teve de ser aprovada por maioria para poder estar em vigor. Se a maior parte das pessoas não concorda com uma regra, ela não pode existir, mesmo que seja considerada a menos má de entre um grupo de outras opções. Já viu o que seria ter uma lei em vigor com a qual a maioria das pessoas não concorda, só porque era a melhorzinha das opções? Bastaria apresentar opções muito más para obrigar as pessoas a engolir a menos má. A única excepção a esse princípio — e nem sempre essa excepção existe — aplica-se apenas à eleição de cargos (onde pode haver várias voltas ou eleição por método de Hondt, ou outros sistemas). Não se fazem regras através do método de Hondt nem com qualquer outro sistema de ponderação de votos, fazem-se por aprovo/rejeito. Abraço, Ozalid (discussão) 21h41min de 26 de Maio de 2008 (UTC)

Concordo com o Ozalid, deveria existir sim a opção Ficar tudo como está. E com o restante que ele falou tb. --Nice msg 22h20min de 26 de Maio de 2008 (UTC)

Por isso que eu falei, coloca a opção "Ficar tudo como está" e cada um vota em todas as propostas que concorda. Desse jeito só vai vencer a proposta em que a maioria concorda, ou então não vence nenhuma caso a maioria prefira deixar como está.

Mesmo se fossem criadas milhares de propostas, as melhores propostas continuariam a receber o Concordo de todas as pessoas que concordam com ela. Isso não iria diminuir os votos dela. Assim como acontece na Sanção de Insultos as pessoas votam em todas as opções que querem, podendo ser "1 mers + 3 meses + 6 meses + infinito", ou apenas "1 mes".

Ainda não entendi pq a minha proposta é pior do que a sua. Pela sua cada usuário votaria a favor de cada uma que ele gosta, e contra cada uma que ele não gosta. Não é ? Votar em "Manter como está" é como votar "Discordo" em cada uma das outras propostas.

Se uma pessoa não vota em uma proposta quer dizer que ela não concorda com ela, logo o voto do "Não" está implícito. Basta contar os votos a favor de cada proposta e o que tiver mais votos vence.

Se tem quatro propostas, e cinco pessoas concordam com a primeira e discordam da segunda, é melhor votar Sim na primeira, do que votar Sim/Não/Não/Não. Pra mim vai dar o mesmo resultado.

=> Rjclaudio msg 22h28min de 26 de Maio de 2008 (UTC)

Atualizei, está tudo bem agora? --Master msg 23h24min de 26 de Maio de 2008 (UTC)


  • "deixar como tudo está" é obrigatório, se não nos tirará o direito pleno de escolha. crespus2006 (discussão) 17h09min de 28 de Maio de 2008 (UTC)

Já tem a opção de "Manter tudo como está". => Rjclaudio msg 18h00min de 28 de Maio de 2008 (UTC)

  • Ah sim, eu apenas quis deixar claro o que penso. Obrigado! crespus2006 (discussão) 08h24min de 29 de Maio de 2008 (UTC)

O pessoal contra a mudança,que acha que essa Wiki é subalterna da anglófila até na lingua, deve estar morrendo de rir de como isso aqui foi mal feito. Era tão simples a proposta que eu montei, mas tinham que complicar, pra inviabilizar. Simplesmente a questão 2 inviabiliza a questão 1, se a 1 der o titulo em português e a 2 der o titulo no original rs. Pelamordedeus, não vou deixar vcs destruirem a votação do Uso Restrito de Conteudo não. Tenho o respaldo de 180 pessoas que querem ele, para deixar na mão de dois ou três ingênuos a concepção daquela proposta de votação totalmente bizarra do 'fair use' que li, feita exatamente para que ela não seja aprovada, de tanta confusão e falta de informação que é. Sds Machocarioca (discussão) 14h54min de 2 de Junho de 2008 (UTC)

PS: Master, meu amigo bem intencionado mas precipitado e desconhecedor das coisas da Wiki, essa aqui já era, vc não notou na sua ingenuidade de novato que os contra a mudança fizeram de tudo pra ter uma proposta visada a ser recusada. Vc precisa de mais cancha para tratar com os adms daqui, amigão. Não notou que as pessoas que mais palpitaram aqui são todas contra a mudança? A do fair use deixa comigo, tá? Senão ela vai pro brejo tbém rs. Machocarioca (discussão) 14h54min de 2 de Junho de 2008 (UTC)

Transliterações[editar código-fonte]

Vejo que a opção pela transliteração no caso de títulos em alfabetos não-latinos parece estar ganhando volume na votação. Gostaria de saber tanto dos que estão votando nela como dos que a propuseram exatamente como será feita esta transliteração?

Antevejo disputas acerca dos títulos se este critério for aprovado. A transliteração para o alfabeto latino é uma questão extremamente difícil, polêmica e subjetiva, e até hoje não existem critérios acadêmicos fixos para os problemas mais básicos do assunto ("Moskvá" ou "Maskvá"?). E aí, que fazer? Colocaremos os títulos no AFI? Utiliza-se a transliteração do IMDb? (Aliás, espero sinceramente que esta proposta não tenha sido criada com a transliteração para o inglês do IMDb em mente...) RafaAzevedo msg 19h07min de 6 de Junho de 2008 (UTC)

Essa questão, creio, é mais abrangente, pois também se coloca para nomes de pessoas e topónimos transliterados, para os quais tão pouco existem regras definidas, segundo sei. João Sousa DC 19h54min de 6 de Junho de 2008 (UTC)
É bem verdade. Esta opção da votação está cutucando um vespeiro... RafaAzevedo msg 20h04min de 6 de Junho de 2008 (UTC)

Contra a proposta do "Título original em tudo":[editar código-fonte]

Não acho que uma obra que tenha ambos os títulos em português deva ser chamada por outro idioma, já que ela é conhecida por todos como tal. Um exemplo é o já citado [Crime e Castigo], ou o conto [O Patinho Feio], ou ainda praticamente todos os lançamentos em quadrinhos norte-americanos em português, lançados no Brasil, em Portugal e na África Lusófona com o mesmo título. Nestes casos, o título original deveria ser redirecionado para o em português, já consagrado.

Mesmo que um produto estrangeiro tenha sido lançado em apenas um dos países lusófonos (caso de numerosas séries japonesas, vistas apenas no Brasil), o título a ser deixado deveria ser aquele em português, que seria o que o público mais procuraria. Na remota hipótese de alguém procurar pelo título original, este redirecionaria para aquele em português.

Só seria aceitável um título em outro idioma na wikipédia em português se houvesse diferenças de versão entre um país e outro. Mas mesmo assim considero que poderíamos usar como título do verbete o daquela versão que vem primeiro no alfabeto, como em Procurando Nemo (título brasileiro) que poderia redirecionar para À Procura de Nemo (título português). Ou o título dado por quem primeiro iniciou o verbete, tanto faz.

Além do mais, a Wikipédia em inglês não chama seus verbetes pelo nome original, preferindo o título no idioma deles. Chequem, por exemplo, El Amor en los Tiempos del Colera ou Kozure Ookami e vejam os títulos que os verbetes ganharam. Se eles não usam os originais, por que nós deveríamos fazê-lo?

Em resumo: título original, só se houver discordância entre traduções de um país e outros. Se houver apenas uma versão traduzida do nome, mesmo que em apenas um país, refira-se à obra por esse nome.

Esta é minha opinião, e espero que tenha sido de algum valor. Obrigado pela atenção. --Ivan Linares (discussão) 03h42min de 9 de Junho de 2008 (UTC)

Opinião[editar código-fonte]

Atenção: Isto não é um voto, e sim um comentário sobre a opção acima: fiz um comentário contrário à proposta de manter o título original em todas as circunstâncias(clique aqui), e gostaria que dessem uma olhada antes de votar. Obrigado pela atenção. --Ivan Linares (discussão) 03h46min de 9 de Junho de 2008 (UTC)

Argumento estranho[editar código-fonte]

Tenho visto que várias pessoas votam em colocar o título em português usando o argumento de que a pesquisa do google não traz os resultados da wikipédia se for feita usando o nome em português. Porém, se o objetivo de uma pessoa ao fazer uma pesquisa no google é encontrar a página referente ao assunto na Wikipédia, por que não entrar direto na Wikipédia e usar o sistema de pesquisa daqui, que faz o redirect apropriado? Não consigo entender. FilRB (discussão) 09h51min de 14 de Junho de 2008 (UTC)

Outra coisa[editar código-fonte]

"Usar vários títulos" é totalmente sem sentido. No caso de "O Poderoso Chefão/O Padrinho" ainda vá lá, mas se o filme em questão for "A Liga dos Cavaleiros Extraordinários/A Liga Extraordinária" ou um com título grande tanto no Brasil quanto em Portugal? Vai ter espaço na barra de títulos? FilRB (discussão) 09h54min de 14 de Junho de 2008 (UTC)

Capitular ou não títulos de idiomas cujos alfabetos não diferem maiúsculas/minúsculas?[editar código-fonte]

Não foi pensada uma decisão sobre capitular ou não palavras nos títulos romanizados de certos idiomas em quem não há uma definição de maiúscula ou minúscula, como no chinês, no japonês ou no coreano. De fato, é evidente que nomes próprios e os próprios títulos devam iniciar com maiúsculas, mas seria bom haver alguma definição quanto a outros casos. Deixo algumas alternativas para o caso de haver alguma votação sobre isso, em ordem de mais maiúsculas para menos:

  • Iniciar cada palavra transcrita com maiúscula;
  • Usar a regra para títulos para língua portuguesa também nesses outros idiomas;
  • Manter, além da inicial da primeira palavra do título, nomes próprios, pronomes de tratamento e títulos de cargos em maiúscula;
  • Manter, além da inicial da primeira palavra do título, apenas nomes próprios em maiúscula.

Denis Rizzoli (discussão) 18h24min de 2 de Julho de 2008 (UTC)

Não se definiu nem mesmo qual o padrão de romanização a ser utilizado, quanto mais o uso de maiúsculas... Esta opção pela transliteração vai ser extremamente problemática. RafaAzevedo msg 19h25min de 2 de Julho de 2008 (UTC)
Acrescento que é obviamente preferível usar transliterações oficiais quando possível, ou mesmo de fontes fiáveis. Só aí já seria uma boa solução enquanto não há uma discussão ampla sobre romanização. Só digo porque acredito que esse critério poderia passar despercebido ou pouco atentado. Denis Rizzoli (discussão) 17h02min de 3 de Julho de 2008 (UTC)