Wikipedia Zero

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Broom icon.svg
As referências deste artigo necessitam de formatação (desde março de 2017). Por favor, utilize fontes apropriadas contendo referência ao título, autor, data e fonte de publicação do trabalho para que o artigo permaneça verificável no futuro.
Logotipo do Wikipedia Zero
Vídeo sobre acesso livre à Wikipédia (em inglês)

O Wikipedia Zero é um projeto da Wikimedia Foundation que tem o objetivo de fornecer acesso à Wikipédia de forma gratuita em telefones celulares, especialmente em mercados emergentes.[1][2] O programa foi inaugurado em 2012,[3] e em 2013 ganhou o prêmio SXSW Interactive Award for activism.[4] O objetivo do programa é reduzir as barreiras do acesso ao conhecimento livre, eliminando o custo do acesso a essa informação.

História[editar | editar código-fonte]

Navegando na Wikipedia através da Ncell em Nepal.

O Wikipedia Zero foi lançado inicialmente na Malásia em maio de 2012.[5] Em outubro de 2012, ele foi lançado na Tailândia e na Arábia Saudita com a DTAC e a Saudi Telecom Company respectivamente e, em seguida, foi lançado no Paquistão com a Mobilink em maio de 2013.[6] Em junho de 2013, foi lançado no Sri Lanka com a Dialog Axiata.[7] Acesso gratuito foi disponibilizado na Índia através da Aircel.[8] Em outubro de 2013, foi lançado na Jordânia com a Umniah. Em 25 de outubro de 2013, ele foi lançado em Bangladesh com a Banglalink.[9][10] Em 28 de abril de 2014, ele foi lançado em Kosovo na rede IPKO.[11] Em maio de 2014, ele foi lançado no Nepal com a Ncell.[12] Em 19 de maio de 2014, foi lançado no Quirguistão com a Beeline.[13] A 24 de Novembro de 2015 foi assinado um acordo entre a Fundação Wikimedia e as operadoras angolanas Movicel e Unitel, possibilitando o acesso gratuito à Wikipédia aos clientes destas operadoras, ambas líderes no mercado de Angola.[14][15]

O Facebook Zero foi citado como inspiração para o Wikipedia Zero.[16][17][18]

Recepção e impacto[editar | editar código-fonte]

A Subsecretaria de Telecomunicaciones do Chile determinou que os serviços a custo-zero como o Wikipedia Zero, Facebook Zero e o Google Free Zone, que subsidiam o uso de dados móveis, violam as leis de neutralidade da rede e deviam finalizar seus serviços até 1° de junho de 2014.[19][20]

Referências

  1. Russell, Brandon (February 22, 2013). «Wikipedia Zero Wants to Bring Wikipedia to Mobile Users Without a Data Plan». TechnoBuffalo. Consultado em April 8, 2013  Verifique data em: |acessodata=, |data= (ajuda)
  2. Wadhwa, Kul Takanao (February 22, 2013). «Getting Wikipedia to the people who need it most». Knight Foundation. Consultado em April 8, 2013  Verifique data em: |acessodata=, |data= (ajuda)
  3. Sofge, Erik (March 8, 2013). «SXSW: Wikipedia for Non-Smartphones Is Brilliant. Here's Why». Popular Mechanics. Consultado em April 8, 2013  Verifique data em: |acessodata=, |data= (ajuda)
  4. Riese, Monica (March 12, 2013). The Austin Chronicle. Austin, Texas: Austin Chronicle Corp. ISSN 1074-0740 Interactive Awards Announced http://www.austinchronicle.com/blogs/sxsw/2013-03-12/sxsw-interactive-awards-announced/title=SXSW Interactive Awards Announced Verifique valor |url= (ajuda). Consultado em April 8, 2013  Verifique data em: |acessodata=, |data= (ajuda); Em falta ou vazio |título= (ajuda)
  5. «Wikipedia Zero launches in Malaysia with Digi — Wikimedia blog». Blog.wikimedia.org. 26 de maio de 2012. Consultado em 27 de junho de 2013 
  6. «Mobilink brings Wikipedia Zero to Pakistan». Nation.com.pk. Consultado em 27 de junho de 2013 
  7. «Dialog brings Wikipedia Zero to Sri Lanka». www.dialog.lk. Consultado em 24 de junho de 2013 
  8. «Aircel customers can now access Wikipedia on their mobile phones for free». Gadgets.ndtv.com. 25 de julho de 2013. Consultado em 20 de setembro de 2013 
  9. «Tech Talk | Wikipedia Zero | A righteous initiative for accessing free knowledge». Archive.thedailystar.net. 2 de dezembro de 2013. Consultado em 24 de junho de 2014 
  10. «Banglalink launches Wikipedia Zero :: Financial Express :: Financial Newspaper of Bangladesh». Thefinancialexpress-bd.com. Consultado em 24 de junho de 2014 
  11. Hazlehurst Media SA. «Kosovo's Largest Foreign Investment Sets Tone for Innovation». www.the-american-times.com. Consultado em 22 July 2014  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  12. «Wikipedia Zero arrives in Nepal via Ncell and you don't have to pay a Paisa to use it». Consultado em 19 de maio de 2014 
  13. (em russo). K-News (Agência de Notícias) http://www.knews.kg/pr_articles/49836_Beeline_otkryil_besplatnyiy_dostup_k_Wikipedia_dlya_svoih_abonentov/ [ligação inativa]  Em falta ou vazio |título= (ajuda)
  14. «Movicel cria parceria para acesso gratuito à Wikipedia». ANGOP. Consultado em 13 de março de 2016 
  15. «Unitel estabelece parceria com Wikimedia Foundation para disponibilizar acesso gratuito a Wikipedia». platinaline.sapo.ao. Consultado em 13 de março de 2016 
  16. «Mobile partnerships». Wikimedia Foundation. Consultado em January 15, 2014  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  17. Brian, Matt (May 27, 2012). «Wikipedia Zero expands into Asia, drops mobile data charges for 10m subscribers in Malaysia». The Next Web. Consultado em January 15, 2014  Verifique data em: |acessodata=, |data= (ajuda)
  18. Dillon, Conon (December 18, 2013). «Wikipedia Zero: free data if you can afford it». Consultado em January 15, 2014  Verifique data em: |acessodata=, |data= (ajuda)
  19. Mirani, Leo (May 30, 2014). «Less than zero – When net neutrality backfires: Chile just killed free access to Wikipedia and Facebook». Quartz. Consultado em July 2, 2014  Verifique data em: |acessodata=, |data= (ajuda)
  20. McKenzie, Jessica (June 2, 2014). «Face Off in Chile: Net Neutrality v. Human Right to Facebook & Wikipedia». Consultado em July 2, 2014  Verifique data em: |acessodata=, |data= (ajuda)

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Wikipedia Zero