Wilhem de Haan

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Wilhem de Haan (Amsterdam, 7 de Fevereiro de 1801Leiden, 15 de Abril de 1855) foi um zoólogo neerlandês que se notabilizou no estudo de insectos e crustáceos e foi o primeiro curador da coleção de invertebrados do Rijksmuseum de Leiden, actualmente o Naturalis.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Formou-se na Universidade de Leiden e empregou-se como curador da coleção de invertebrados do Museu Real de Leiden (o Reijksmuseum), onde se dedicou ao estudo das coleções de insectos e de crustáceos.

Foi obrigado a retirar-se do serviço em 1846, quando ficou parcialmente paralisado por uma doença espinal.

Coordenou a publicação do volume sobre invertebrados da obra de Philipp Franz von Siebold intitulada Fauna Japonica, publicada em 1833, obra que introduziu na Europa o conhecimento da fauna do Japão. Foi responsável pela descrição inicial e nomenclatura de múltiplos taxa, e diversos taxa foram nomeados em sua honra.

Referências[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]