Willem van de Velde, o Jovem

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Willem van de Velde, o Novo)
Ir para: navegação, pesquisa
Retrato de Willem van de Velde (1672). Lodewijk van der Helst. Rijksmuseum

Willem van de Velde, o Jovem (Leiden; 18 de dezembro de 1633Londres; 6 de abril de 1707) foi um pintor holandês especializado na pintura de ambientes marítimos.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Filho de Willem van de Velde, o Velho, também pintor de marinas, aprendeu com o seu pai e posteriormente com Simon de Vlieger, artista famoso na época.

Em 1673, quando se muda para Inglaterra, já tinha alcançado fama no seu país natal. Em Londres, o rei Carlos II contrata-o para pintar batalhas navais com un salário de 100 libras. Parte do seu trabalho consistiu em colorir os desenhos do seu pai que estava também empregado na corte. Recebe também encomendas do duque de York, mais tarde coroado Jaime II, e de vários membros da nobreza.

Obra[editar | editar código-fonte]

A maioria das melhores obras de Van de Velde representam barcos holandeses ao largo da costa da Holanda. As suas melhores pinturas são delicadas, inspiradas e detalhadas e corretas na descrição dos navios e das suas componentes e navegação. As numerosas pinturas apresentam-se com muita eloquência, sendo o artista muito bem sucedido na representação do mar, seja em calmaria seja em tempestade. Os navios são retratados com uma precisão quase fotográfica, e são os guias mais precisos disponíveis para o conhecer o aspecto dos navios do século XVII.

Muitas das suas obras encontram-se actualmente nos principais museus do mundo:

  • Porto de Amsterdão (1686), tela, 180×316 cm. (Rijksmuseum, Amsterdam)
  • Disparo de canhão, tela, 79×67 cm. (Rijksmuseum, Amsterdam)
  • Três barcos na tormenta (1673), tela, 75×95 cm. (National Gallery, Londres)
  • Navio holandês na brisa, madeira, 42×59 cm. (National Gallery, Londres)
  • Rei Carlos II de Inglaterra (1660), tela, 67×77 cm. (Mauritshuis, A Haia)
  • Barco encalhado (1661), tela, 63×72 cm (National Gallery, Londres)
  • Mar calmo (1653), madeira, 43×63 cm. (Gemäldegalerie, Kassel)

Galeria[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]