William Gopallawa

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
William Gopallawa
Nascimento 17 de setembro de 1897
Matale
Morte 31 de janeiro de 1981
Colombo
Cidadania Sri Lanka
Filho(s) Monty Gopallawa
Alma mater
  • St. Anthony's College, Kandy
Ocupação diplomata, político
Prêmios
  • Membro da Ordem do Império Britânico

William Gopallawa (em cingalês: විලියම් ගොපල්ලව em tâmil: விலியம் கோபள்ளவா, 17 de setembro de 1896 – 31 de janeiro de 1981) foi o último Governador-geral do Ceilão entre 1962 e 1972, quando o Domínio do Ceilão ainda era um reino da Commonwealth.[1]

Quando o Ceilão se tornou uma república em 1972, tornou-se automaticamente no primeiro Presidente Não Executivo do Sri Lanka. Em 1978, quando o Primeiro-Ministro Junius Richard Jayewardene introduziu uma nova constituição, os poderes executivos foram transferidos do cargo de Primeiro-Ministro para o Presidente. William Gopallawa passou então a exercer parte das suas funções, e Jayewardene tornou-se o segundo Presidente do Sri Lanka.

Gopallawa era conhecido por ser austero e não-partidário.

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]