William L. Shirer

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde maio de 2011). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
William L. Shirer
Nome completo William Lawrence Shirer
Nascimento 23 de fevereiro de 1904
Chicago, Estados Unidos da América
Morte 28 de dezembro de 1993 (89 anos)
Boston, Estados Unidos da América
Nacionalidade Estados Unidos Norte-americano
Ocupação Escritor, jornalista e historiador
Magnum opus Ascensão e Queda do Terceiro Reich
Prémios National Book Award - Não Ficção (1961)

William Lawrence Shirer (Chicago, 23 de fevereiro de 1904Boston, 28 de dezembro de 1993) foi um jornalista, historiador e escritor dos Estados Unidos, famoso tanto por ter coberto diretamente da Alemanha o início da Segunda Guerra Mundial, quanto por ter escrito livros considerados dos mais completos sobre o conflito e sobre o nazismo.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Após graduar-se no Coe College, em 1925 mudou-se para a Europa como repórter de jornais norte-americanos, Morou em Paris e Berlim entre outras capitais européias. Foi corresponde do Chicago Tribune, do New York Herald Tribune e da Universal News Service. Quando já morava em Berlim, em meados dos anos 30 do século XX, foi contratado pela Columbia Broadcasting System – CBS, sendo um dos pioneiros em transmissões radiofônicas diretamente da Europa para os Estados Unidos.

Foi testemunha ocular dos principais acontecimentos na Europa que precederam a eclosão da Guerra, como também dos primeiros meses do conflito. Conheceu pessoalmente todos os principais personagens envolvidos na política alemão, francesa e dos principais países europeus.

Ficou em Berlim até o final de 1940, quando retornou aos Estados Unidos. Em 1941, utilizou as suas notas feitas durante os seus anos de Europa para escrever o Diário de Berlim (Berlin Diary), com críticas contundentes ao regime nazista, que causaram grande impressão nos Estados Unidos.

Nos Estados Unidos cobriu a Conferência de São Francisco em 1945, que resultou na criação da Organização das Nações Unidas. Voltou à Europa com o fim da II Guerra Mundial, tendo feito a cobertura dos Julgamentos de Nuremberg. Em 1947 publicou O Fim do Diário de Berlim (End of a Berlin Diary) com suas anotações sobre ambos os acontecimentos.

Em 1960 publica o seu livro mais famoso Ascensão e Queda do Terceiro Reich (The Rise and Fall of the Third Reich), um completo relato que vai do surgimento de Hitler na vida pública alemã até o fim da Segunda Guerra em maio de 1945. Em 1969 publicaA Queda da França – O Colapso da Terceira República (The Collapse of the Third Republic), com a mesma metodologia do seu livro anterior, onde relata os acontecimentos políticos da França de 1870 até 1940, com o armistício que marca a derrota da França.

Publicou diversos outros livros sobre a Segunda Guerra, sobre a política européia, e sobre Gandhi, a quem conheceu pessoalmente. Escreveu ainda alguns livros de ficção.

Shirer morreu em 1993 na cidade de Boston. Estava com 89 anos.

Publicações[editar | editar código-fonte]

  • Ascensão e Queda do Terceiro Reich (4 vols). Editora Civilização Brasileira S.A. Rio de Janeiro, 1964.
  • A Queda da Franca – O Colapso da Terceira República (3 vols). Distribuidora Record. Rio de Janeiro, sd.
  • Diário de Berlim (2 vols). Distribuidora Record. Rio de Janeiro, sd.