Willian Corrêa

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde fevereiro de 2018). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Willian Corrêa
Nome completo Willian Corrêa
Nascimento 9 de abril de 1969 (50 anos)
Montes Claros, MG
Ocupação
Nacionalidade brasileiro
Atividade 1980s - presente
Trabalhos notáveis Jornal da Band
MGTV
TV Zimbo
Jornal da Cultura

Willian Corrêa (Montes Claros, Minas Gerais, 9 de abril de 1969) é um jornalista, escritor, apresentador e diretor de televisão brasileiro.

Biografia[editar | editar código-fonte]

De família mineira, Corrêa começou aos quinze anos como locutor de rádio. Mudou-se para Belo Horizonte aos dezessete anos, onde trabalhou nas rádios 98 FM, Extra FM Formou-se em jornalismo pela UniBH e direito pela UniDF.Ainda em Minas Gerais, passou pela Globo Minas, TV Alterosa e Rede Minas.

Além de TV, foi sócio de agência de publicidade, assessoria de comunicação e produtora de vídeo. Foi também um dos locutores e mestre de cerimônias mais requisitados do Brasil.[carece de fontes?] Em 2002 mudou-se para Brasília e trabalhou para o TSE e para o Ministério Público onde criou núcleos de telejornalismo. Na iniciativa privada, teve passagem pela Band, TV Record e retornou à TV Globo, mas desta vez como repórter esportivo do jornalismo local e nacional da emissora, realizando reportagens no Jornal Nacional, Fantástico, Globo Esporte, entre outros. Em 2008, mudou de emissora. Foi para a Band, onde atuou como diretor de jornalismo em Brasília. Na Band, além de gestor, fazia reportagens e apresentava os telejornais nacional da emissora: Jornal da Band e Jornal da Noite,além de mediar os debates no Distrito Federal (Brasil).[1][2]

No final de 2010, veio o convite para dirigir a TV Zimbo, única tv privada de Angola, na África. Como diretor geral da emissora, teve a oportunidade de reestruturar toda a emissora. Atualizou e adquiriu equipamentos mais modernos, construiu uma nova sede, a mais moderna de África, com alto padrão arquitetônico e tecnológico. Adotou novos procedimentos no jornalismo, no comercial, na programação etc. Criou departamentos de marketing e animação. A emissora, em um ano, saiu do sétimo para o segundo de audiência e faturamento de acordo com pesquisa da Deloitte.[3]

Em 2013, veio para a TV Cultura onde assumiu o Jornal da Cultura, no lugar da apresentadora Maria Cristina Poli,[4] onde ficou por cinco anos,[5] e também foi coordenador geral de jornalismo, chegando a apresentar eventualmente o programa Roda Viva. No Jornal da Cultura, Corrêa chegou a colocar interatividade e plateia, e também apresentou o "Giro com Willian Corrêa", em que dava carona e entrevistava celebridades no trajeto da carona.[6][7]

Em 11 de fevereiro de 2018 é nomeado novamente diretor-geral da TV Zimbo,[8][9] e poucos dias depois, no dia 14, anuncia sua saída da TV Cultura, emissora em que havia estado no comando do jornalismo durante cinco.[10] Ancorou o Jornal da Cultura ainda por mais dois dias, até a edição de 16 de fevereiro, despedindo-se da emissora e sendo homenageado pelos colegas no final do telejornal.[11].Em junho de 2019,volta à TV Cultura,onde reassume o cargo de diretor de jornalismo e apresentador do Jornal da Cultura.[12] Willian é casado e pai de dois filhos.[13]

Livros[editar | editar código-fonte]

Prêmios[editar | editar código-fonte]

  • Prêmio CEBRASSE 2016: Destaque na Imprensa.[16]
  • Prêmio Comunique-se 2016: Executivo de Veículo de Comunicação.[17] 2017: Apresentador TV indicado

Trabalhos[editar | editar código-fonte]

Televisão
Ano Título Função Emissora
2013-2018
2019
Jornal da Cultura Âncora e Coordenador de jornalismo
2011-2012
2018-2019
Setores de programação da ZimboTV diretor de programação,jornalismo,comercial TV Zimbo
2008-2011 Telejornais da Band Diretor, repórter e apresentador de telejornal Band Brasília
2005-2008 Telejornais da Globo Chefe de produção Rede Globo
2005-2005 Telejornais da Record Diretor de núcleo de telejornalismo TV Record Brasília
2002-2005 Programas da Justiça Eleitoral Editor Chefe Justiça Eleitoral e Procuradoria Geral da República
2000-2002 Jornal Minas Âncora e Editor executivo Rede Minas
1988-2000 Jornal da Alterosa Âncora TV Alterosa
1987-1988 MGTV Âncora Globo Minas


Referências

  1. «Confira quem são os mediadores dos debates da Band». Band.com.br. Consultado em 14 de fevereiro de 2018 
  2. [http://www.papodebola.blog.br/papodemidia/retrospectiva2008/radiotvpelobrasil2.htm «PAPO DE BOLA - PAPO DE M�DIA: RETROSPECTIVA 2008»]. www.papodebola.blog.br. Consultado em 14 de fevereiro de 2018  replacement character character in |titulo= at position 25 (ajuda)
  3. Ex-Presidente da TV Zimbo: tecnologia na Angola está mais avançada que no Brasil | Ver TV | TV Brasil | Notícias, consultado em 14 de fevereiro de 2018 
  4. «Cultura efetiva âncora no "Jornal da Cultura"». RD1. 12 de novembro de 2013 
  5. «Previsão do tempo na televisão virou uma atração à parte» 
  6. Rodrigues, Guilherme (28 de julho de 2017). «TV Cultura faz mudanças no jornalismo e aposta na interatividade». Observatório da Televisão 
  7. «Entrevista com personalidades no trânsito de SP: Giro com Willian Corrêa - Só Notícia Boa». Só Notícia Boa. 29 de junho de 2016 
  8. «Angola: William Corrêa é o novo director-geral da TV Zimbo - Vivências Press News». Vivências Press News. 11 de fevereiro de 2018 
  9. «William Corrêa assume gestão da TV Zimbo». ANGONOTÍCIAS. Consultado em 10 de junho de 2019 
  10. «Após cinco anos, jornalista Willian Corrêa anuncia saída da TV Cultura» 
  11. «Apresentador chora ao se despedir do "Jornal da Cultura" e recebe aplausos». UOL Televisão. 16 de fevereiro de 2018. Consultado em 17 de fevereiro de 2018. Cópia arquivada em 17 de fevereiro de 2018 
  12. «Telejornais da TV Cultura também terão trocas de apresentadores». tvefamosos.uol.com.br. Consultado em 10 de junho de 2019 
  13. .«Vizinho no centro da notícia». Folha de Alphaville. 28 de julho de 2017 
  14. «Editora Limiar». Editora Limiar (em inglês). Consultado em 14 de fevereiro de 2018 
  15. «História de Rolando Boldrin, A». Editora Contexto. Consultado em 14 de fevereiro de 2018 
  16. «VI Prêmio Cebrasse reúne 250 convidados em São Paulo». www.revistainfra.com.br. Consultado em 14 de fevereiro de 2018 
  17. «Confira os jornalistas consagrados no Prêmio Comunique-se 2016». Catraca Livre. 28 de setembro de 2016 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Precedido por
Mariana Ferrão
Apresentação eventual do Jornal da Band
2008 - 2011
Sucedido por
Fábio Pannunzio
Precedido por
-
Apresentação do MGTV
1987 - 1988
Sucedido por
-
Precedido por
Maria Cristina Poli
Apresentação do Jornal da Cultura
2013 - 2018
Sucedido por
Andresa Boni
Precedido por
Joyce Ribeiro
Apresentação do Jornal da Cultura
2019
Sucedido por
Ana Paula Couto
Karyn Bravo
Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) jornalista é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.