Wilson Witzel

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Wilson Witzel
Wilson Witzel em 2019 como Governador.
63º Governador do Rio de Janeiro
Período 1º de janeiro de 2019
até a atualidade
Vice-governador Cláudio Castro
Antecessor Luiz Fernando Pezão
Dados pessoais
Nome completo Wilson José Witzel
Nascimento 19 de fevereiro de 1968 (51 anos)
Jundiaí, São Paulo
Alma mater Universidade Federal Fluminense
Esposa Helena Alves Brandao Witzel
Partido PSC (2018-atualmente)
Religião Católico
Profissão advogado
Serviço militar
Lealdade Brasil
Serviço/ramo Marinha do Brasil
Graduação SegundoTenente MB.gif 2º Tenente
linkWP:PPO#Brasil

Wilson José Witzel (Jundiaí, 19 de fevereiro de 1968[1]) é um advogado, ex-juiz federal, atual governador do Rio de Janeiro filiado ao Partido Social Cristão (PSC).[2]

Biografia

Filho de José Witzel e Olívia Vital, nasceu em Jundiaí, cidade localizada no interior de São Paulo, tendo ascendência alemã e italiana.[3].

Após concluir os ensinos fundamental e médio, formou-se em um curso técnico de topografia. Aos 18 anos, entrou na Escola de Formação de Oficiais da Marinha e, aos 20 anos, era fuzileiro naval.[4]

Witzel é doutorando em Ciência Política pela Universidade Federal Fluminense (UFF), mestre em Processo Civil e professor de Direito Penal Econômico há mais de 20 anos. Como juiz federal, atuou em diferentes varas cíveis e criminais, no Rio de Janeiro e em Vitória.[5]

Carreira política

Candidatura ao governo do Rio de Janeiro em 2018

Wilson atuou por dezessete anos em varas cíveis e criminais. Foi juiz titular da 6ª Vara Federal Cível até 2 de março de 2018, quando pediu exoneração para se filiar ao Partido Social Cristão (PSC) com a pretensão de disputar as eleições de 2018 como candidato a governador do Rio de Janeiro.[6]

A candidatura de Wilson Witzel ao Governo do Estado do Rio de Janeiro foi oficializada no dia 21 de julho de 2018,[7] tendo como vice o então vereador carioca Cláudio Castro, também do PSC.[8][9]

Na primeira pesquisa IBOPE, Wilson Witzel obteve apenas 1% das intenções de votos, cresceu para 17% dos votos válidos na última pesquisa antes do primeiro turno atrás de Eduardo Paes que tinha 27% e empatado com Romário[10], surpreendendo a todos, muito por conta do desconhecimento de Witzel no Estado e apenas 27 segundos de tempo de propaganda eleitoral.

No dia 7 de outubro de 2018, no primeiro turno das eleições gerais no Brasil, Wilson Witzel alcançou a marca de 41,28% dos votos válidos (3.154.771 votos) ficando em primeiro lugar; contra 19,56% votos válidos (1.494.831 votos) de Eduardo Paes, do DEM, ex-prefeito do Rio de Janeiro, com ambos indo para o segundo turno; sendo impulsionado pela busca da renovação na política, pela rejeição aos opositores e o apoio público ao candidato à presidência do Brasil Jair Bolsonaro, do PSL.[11][12][13] O resultado acabou sendo uma surpresa, uma vez que nas primeiras pesquisas aparecia com 9 por cento dos votos. Segundo o cientista político e conselheiro do Movimento Voto Consciente, Humberto Dantas, "Witzel tem uma trajetória muito afeita ao tempo que vivemos. Faz o discurso do combate à corrupção, de limpar a política".[2] É considerado pela imprensa local como de ideologia centro-direita.[2]

Então Governador Pezão recebe Governador Eleito Witzel para tratar de transição de governo.

No segundo turno das eleições, Wilson Witzel recebeu apoio do candidato do PRTB, André Monteiro[14]; recebeu apoio do PR, que tinha o deputado federal Marcelo Delaroli como vice na chapa de Romário (PODE)[15]; recebeu o apoio do PSD, que é o partido do candidato derrotado Indio da Costa, que primeiro se manteve neutro[16] dizendo não dar apoio a Wilson Witzel, mas poucos dias depois decidiu declarar seu apoio a Wilson Witzel[17]; e do candidato Pedro Fernandes (PDT), contrariando a decisão de seu partido, que anunciou apoio a Eduardo Paes.[18]

Presidente Michel Temer recebe o Governador eleito do Rio de Janeiro.

No dia 28 de outubro de 2018, no segundo turno das eleições gerais no Brasil, Wilson Witzel alcançou a marca de 59,87% dos votos válidos (4.675.355 votos) ficando em primeiro lugar e eleito o novo governador do estado do Rio de Janeiro com mandato de 4 anos a partir de janeiro/2019; contra 40,13% votos válidos (3.134.400 votos) de Eduardo Paes, do DEM.[19][20][21]

Em 29 de outubro de 2018, o recém-eleito governador do Rio de Janeiro tinha como base governista de aliados: o PSD, mais de um terço dos deputados da Alerj, três parlamentares da sua coligação de campanha nas eleições do PSC e PROS; 13 do PSL, partido que declarou apoio à sua candidatura; e outros partidos se juntaram a ele durante a corrida eleitoral. E o prefeito Marcelo Crivella (PRB), que tem outros três deputados eleitos na Alerj. Na oposição, entram em cena os partidos de esquerda PSOL, PDT e PT, que somam oito parlamentares na Alerj a partir de 2019. O PSDB também deve compor a bancada contrária ao governo.[22]

Governo do Rio de Janeiro (2019–atualidade)

Logotipo do governo
Governador Witzel com o Presidente Jair Bolsonaro.

Wilson Witzel oficialmente tomou posse como governador do estado do Rio de Janeiro na manhã do dia 1º de janeiro de 2019 no Palácio Tiradentes, sede da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj).[23] Entretanto, devido à posse de Jair Bolsonaro como presidente do Brasil no mesmo dia, a cerimônia foi adiada para o dia 2 de janeiro de 2019.[24][25] Para a cerimônia, Witzel mandou confeccionar uma faixa governamental para lhe ser entregue pelo até então governador em exercício, Francisco Dornelles. A prática, contudo, não é oficial no estado do Rio, e até então não era tradição em cerimônias de posse de governador.[24][26][27]

Secretários do Governador

Foram nomeados Secretários em Janeiro/2019 pelo Governador Wilson Witzel: [28]

Desempenho em eleições

Ano Candidato Candidato(a) a Vice Coligação Votos % Posição
2018 Wilson Witzel (PSC) Cláudio Castro (PSC) PSC/PROS 3 154 771
4 675 355
41,28
59,87
(Primeiro Turno)
(Segundo Turno)


Eleição para governador do Rio de Janeiro em 2018 - Primeiro Turno
Partido Candidato Votos Votos (%)
  PSC Wilson Witzel 3 154 771
 
41,47%
  DEM Eduardo Paes 1 494 831
 
19,65%
  PSOL Tarcísio Motta 819 248
 
10,77%
  PODE Romário 664 511
 
8,74%
  PDT Pedro Fernandes 466 954
 
6,14%
  PSD Indio da Costa 454 928
 
5,98%
  PT Marcia Tiburi 447 376
 
5,88%
  NOVO Marcelo Trindade 86 820
 
1,14%
  PSTU Dayse Oliveira 17 499
 
0,23%
Totais 7 606 938  


Eleição para governador do Rio de Janeiro em 2018 - Segundo Turno
Partido Candidato Votos Votos (%)
  PSC Wilson Witzel 4 675 355
 
59,87%
  DEM Eduardo Paes 3 134 400
 
40,13%
Totais 7 809 755  

Referências

  1. «Wilson Witzel (PSC) - Candidato a Governador, Número 20». UOL 
  2. a b c Franco, Luiza (8 de outubro de 2018). «Os candidatos que estavam atrás nas pesquisas e foram levados por 'onda Bolsonaro' ao 2º turno». BBC News 
  3. FamilySearch - Talão de registro de nascimento de Wilson José Witzel
  4. «Conheça a trajetória de Wilson Witzel, governador eleito do Rio de Janeiro». UOL Eleições 2018. Consultado em 15 de julho de 2019 
  5. Godoy, Carol (7 de outubro de 2018). «Jundiaiense está no segundo turno para o governo do RJ». tribunadejundiai.com.br. Tribuna de Jundiaí. Consultado em 18 de janeiro de 2019 
  6. «Wilson Witzel». Gazeta do Povo 
  7. «PSC oficializa candidatura de Wilson Witzel ao governo do Rio de Janeiro» 
  8. «PSC-RJ anuncia vice na chapa de Wilson Witzel ao governo do Estado». IG. 6 de agosto de 2018 
  9. «Plano de Governo Wilson Witzel» (PDF). Eleições 2018. Tribunal Superior Eleitoral (TSE) 
  10. «Datafolha governador - Rio de Janeiro: Paes, 27%; Romário e Witzel, 17%; Índio, 13%». G1. 6 de outubro de 2018 
  11. Neder, Vinicius (3 de outubro de 2018). «Wilson Witzel (PSC) diz ter certeza que o próximo presidente será Jair Bolsonaro». Terra 
  12. Sabóia, Gabriel; Kawaguti, Luis (7 de outubro de 2018). «Eduardo Paes e Wilson Witzel disputarão 2º turno no Rio de Janeiro». UOL 
  13. Phillips, Dom (8 de outubro de 2018). «Bolsonaro allies ride conservative wave in Brazil elections - Upsets include little-known judge beating Rio Olympics mayor in state governor race» (em inglês). The Guardian. Consultado em 18 de outubro de 2018 
  14. «André Monteiro, do PRTB, declara apoio a Wilson Witzel (PSC), no segundo turno do Rio de Janeiro». G1. 10 de outubro de 2018 
  15. Macedo, Aline (11 de outubro de 2018). «PR bate o martelo e anuncia apoio a Wilson Witzel no segundo turno do Rio». Extra 
  16. Alves, Raoni (8 de outubro de 2018). «PSD anuncia apoio a Wilson Witzel (PSC) no 2º turno da eleição para governador do RJ». G1 
  17. Salles, Stéfano (10 de outubro de 2018). «Witzel ganha apoio de políticos de outros partidos e de rivais do 1º turno». O Globo. Consultado em 18 de janeiro de 2019 
  18. Boeckel, Cristina (15 de outubro de 2018). «Pedro Fernandes, do PDT, anuncia apoio a Wilson Witzel no RJ». G1. Globo.com 
  19. Martins, Marco Antônio (28 de outubro de 2018). «Wilson Witzel diz que 'esperança renasceu' e agradece ligação de Paes após ser eleito». G1. Consultado em 18 de janeiro de 2019 
  20. «Eleições 2018: Quem é Wilson Witzel, o juiz que venceu a eleição de governador do Rio com discurso radical». R7.com. 29 de outubro de 2018. Consultado em 18 de janeiro de 2019 
  21. «Wilson Witzel, do PSC, é eleito governador do RJ». G1. 28 de outubro de 2018. Consultado em 18 de janeiro de 2019 
  22. «Novo governador do RJ, Wilson Witzel já tem apoio de um terço dos deputados eleitos para Alerj». G1. 29 de outubro de 2018. Consultado em 18 de janeiro de 2019 
  23. Amorim, Daniela (1º de janeiro de 2019). «Novo governador do Rio promete combater a corrupção». O Estado de S. Paulo. Consultado em 2 de janeiro de 2019 
  24. a b Alves, Raoni (2 de janeiro de 2019). «Witzel recebe transmissão de cargo de Dornelles e fala em 'guerra' a 'terroristas'». G1. Consultado em 2 de janeiro de 2019. Cópia arquivada em 2 de janeiro de 2019 
  25. «Witzel 'fatia' agenda para acompanhar posse de Bolsonaro em Brasília». Veja. 30 de dezembro de 2018. Consultado em 2 de janeiro de 2019 
  26. Leal, Arthur (4 de janeiro de 2019). «Witzel mandou confeccionar faixa de governador e faz questão de trajar adornos oficiais». O Globo. Consultado em 7 de março de 2019. Cópia arquivada em 5 de janeiro de 2019 
  27. Albuquerque, Ana Luiza (14 de janeiro de 2019). «No início do governo no Rio, Witzel surpreende com gestos inusitados». Folha de S.Paulo. Consultado em 7 de março de 2019. Cópia arquivada em 3 de fevereiro de 2019 
  28. Conheça os secretários do governador do RJ, Wilson Witzel. Veja quem são os 19 secretários nomeados pelo governador. Por G1 Rio em 01/01/2019

Ligações externas

Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Wikinotícias Notícias no Wikinotícias
Wikinotícias Categoria no Wikinotícias