Witwatersrand

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Queda d'agua no Witwatersrand National Botanical Gardens.
Jardins Botânicos de Witwatersrand.

Witwatersrand é uma extensão de uma cadeia de montanhas que se elevam a uma altura de 1700-1800 metros acima do nível do mar, que corre de leste a oeste através do território sul-africano em direção a Gauteng. A palavra witwatersrand vem do africânder e significa "o cume das águas brancas". O terreno é geologicamente complexo, as principais formações são quartzitos, conglomerados e xistos. O complexo de Witwatersrand forma uma divisão continental da qual o rio Limpopo é drenado desde o norte até o oceano Índico e a leste o rio Orange corre para leste rumo ao oceano Atlântico. O Witwatersrand fica junto à província de Gauteng, antigamente chamada área PWV, um acrônimo para Pretória, Witwatersrand, e Vereeniging.

O "Rand" ou recife, como Witwatersrand também é conhecido, é famoso por ser fonte de 40% do ouro explorado no mundo.[1] A área de exploração se estende por 280 km de Klerksdorp a oeste até Bethal a leste, as minas podem atingir 3,6 km de profundidade em alguns lugares. A moeda sul-africana (rand) foi nomeada em homenagem ao local. A mais notável descoberta foi feita a poucos quilômetros da atual cidade de Magaliesburg, em Blaauwbank, no ano de 1874.

Witwatersrand também denota a Área Metropolitana de Johannesburgo, que é uma extensão da zona de exploração de ouro. A área metropolitana tem a forma oblonga que abrange a área de Randfontein e Carletonville a oeste e de Springs a leste. Isso inclui vastas áreas urbanas de East Rand e West Rand, e Soweto.

JH Davis, um inglês, teria descoberto na região ouro "em considerável quantidade" em julho de 1852 em Paardekraal próximo a Krugersdorp, que foi o primeiro local descoberto em Rand. Davis vendeu £600 em ouro para o tesouro de Transvaal e pouco depois disso foi ordenado a deixar o país de acordo com a então política de segurança. Em outubro de 1853 Pieter Jacob Marais, nascido na Cidade do Cabo em 31 de julho de 1826, descobriu ouro nas margens do rio Jukskei – essa descoberta foi então silenciada. A primeira companhia mineradora (a Nil Desperandum Co-operative Gold Company) foi fundada em Blaauwbank em 1874. Ouro foi retirado em vários locais de Rand até 1886, quando a descoberta do Witwatersrand Main Reef deu início à corrida do ouro no então recém descoberto local. As subsequentes descobertas de outros prodigiosos veios de ouro eventualmente levaram à criação de imensas aglomerações urbanas na África do Sul.

Atualmente a única atividade mineradora na área ocorre em Blaauwbank Gold Mine and Museum, situada próximo de Magaliesburg.

Referências

  1. Mascimento, Elias (7 de Fevereiro de 2015). «Micróbios ancestrais podem ter criado maior reserva de ouro do mundo». Mega Curioso. Consultado em 24 de Fevereiro de 2016