Wolfenstein: The New Order

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Wolfenstein: The New Order
Produtora(s) MachineGames
Editora(s) Bethesda Softworks
Compositor(es) Mick Gordon[1]
Motor id Tech 5
Plataforma(s) Microsoft Windows
PlayStation 3
PlayStation 4
Xbox 360
Xbox One
Série Wolfenstein
Data(s) de lançamento
Género(s) Tiro em primeira pessoa
Modos de jogo somente um Jogador

Wolfenstein: The New Order é um jogo de tiro em primeira pessoa produzido pelo estúdio MachineGames publicado durante o dia 13 de Maio de 2014[2] pela Bethesda Softworks para Microsoft Windows, PlayStation 3, PlayStation 4, Xbox 360 e Xbox One.[3] The New Order é o nono jogo da série Wolfenstein e o primeiro desde 1992 que não tem a chancela Id Software, no entanto a produtora MachineGames está a utilizar o motor de jogo proprietário da Id Software, o id Tech 5.[3]

Jogabilidade[editar | editar código-fonte]

Wolfenstein: The New Order não tem multijogador.[4] O jogo segue a fórmula avançada de um jogo típico de tiro em primeira pessoa em que o jogador vai exterminando inimigos ao longo dos níveis. The New Order utiliza um sistema de energia em que a barra de saúde do jogador está separada em diferentes secções que regeneram; se uma secção inteira é perdida, o jogador tem de encontrar um pacote de saúde para voltar a encher a secção perdida, similar a jogos como por exemplo The Chronicles of Riddick: Escape from Butcher Bay e Resistance: Fall of Man.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

  Em 1946, o Terceiro Reich detém uma tecnologia super-avançada que permite que tenham vantagem durante a Segunda Guerra Mundial. O jogador controla William Joseph "B.J." Blazkovicz, um soldado americano judeu que está a caminho do seu último confronto com os nazistas. Mas durante um assalto ao Castelo Wolfenstein, algo dá errado e B.J. entra em coma por 14 anos. Ao acordar no ano de 1960, B.J. se vê num hospital abandonado e controlado pelos nazistas. B.J. vai atrás da enfermeira Anya, com quem mantinha uma paixão, ela explica para B.J. que os nazistas venceram a Segunda Guerra Mundial e os Estados Unidos é controlado pela ideologia nazista, somente pessoas do arquétipo ariano podem andar pelas ruas e o alemão se tornou o novo idioma oficial. B.J. então se junta a resistência para derrotar os nazistas e restaurar os Estados Unidos.

Desenvolvimento[editar | editar código-fonte]

Em 2011, durante as promoções para o jogo Rage, a Bethesda Softworks afirmou que o motor de jogo usado em Rage seria usado nos jogos futuros da série Wolfenstein. The New Order foi anunciado num video em Maio de 2013, usando a canção "All Along the Watchtower" de Bob Dylan.[5] Foi feita uma demonstração do jogo durante a E3 2013.[6]

Em Fevereiro de 2014, Pete Hines, executivo de marketing da Bethesda, revelou que Wolfenstein: The New Order corre a 60fps e com uma resolução nativa de 1080p nas consolas PlayStation 4 e Xbox One.[7]

Lançamento[editar | editar código-fonte]

Bónus de pré-reserva[editar | editar código-fonte]

Ao pré-reservar Wolfenstein: The New Order os compradores tiveram acesso à beta do jogo Doom e ganharam 2 itens para o jogo Team Fortress 2.. Doom (antes conhecido como "Doom 4") é mais um jogo da série jogos Doom e foi produzido pela id Software.[8]

Recepção[editar | editar código-fonte]

Críticas profissionais[editar | editar código-fonte]

Wolfenstein: The New Order foi avaliado de forma largamente positiva pelos críticos, com elogios dirigidos ao seu conceito, narrativa e mecânica de combate. Os sites agregadores de críticas GameRankings e Metacritic atribuíram, à versão para o Microsoft Windows, notas 85% (baseada em 6 críticas) e 82/100 (baseada em 15 críticas); à versão para o Xbox One, 82% (baseada em 17 críticas) e 79/100 (baseada em 17 críticas); à versão para o PlayStation 4, 80% (baseada em 43 críticas) e 79/100 (baseada em 65 críticas).

Referências

  1. «Mick Gordon - Credits» 
  2. a b c d Karmali, Luke (19 de fevereiro de 2014). «Wolfenstein: The New Order Release Date Revealed». IGN. Consultado em 19 de fevereiro de 2014. 
  3. a b «Wolfenstein: The New Order revealed today at Gamespot». Bethesda Blog. Bethesda Softworks. 7 de maio de 2013. Consultado em 7 de maio de 2013. 
  4. «Wolfenstein: The New Order is a single-player only game». Polygon. 8 de maio de 2013. Consultado em 2 de julho de 2013. 
  5. «Wolfenstein: The New Order announced to stomping robots and Jimi Hendrix» 
  6. Érico Borgo (14 de junho de 2013). «E3 2013: Wolfenstein - The New Order é "carta de amor" ao clássico». Omelete. Consultado em 28 de fevereiro de 2014. 
  7. Makuch, Eddie (27 de fevereiro de 2014). «Wolfenstein: The New Order is 1080p/60fps on Xbox One and PS4». GameSpot. Consultado em 28 de fevereiro de 2014. 
  8. «Pre-order today to receive Doom beta access» 

Página oficial[editar | editar código-fonte]