Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
O estandarte imperial

[1] (em persa: شاه; romaniz.: Šāh ou Shah, "rei ou imperador") era o título dos monarcas da Pérsia e do Afeganistão e, muitas vezes, fazia parte dos nomes por que eram conhecidos.

Era na sua origem um título de nobreza dos monarcas da Pérsia e também o termo pelo qual esses monarcas acabaram por ficar conhecidos na maioria dos países ocidentais no período tardio da monarquia iraniana.

Algumas variações do título incluem Padixá (em persa: پدیده; romaniz.: Pādšāh ou Padishah, "Mestre-Rei"), usado principalmente pelos Sultões do Império Otomano, e Xainxá (em farsi: شاهنشاه, Šâhanšâh ou Shahanshah, "Xá dos xás" ou "Rei dos Reis"). A forma feminina para rainhas-consorte é Xabanu (em persa: شهبانو; romaniz.: Šahbānū ou Shahbanu, "esposa do xá").

Xás da Pérsia [2][3][editar | editar código-fonte]

Xás do Afeganistão[editar | editar código-fonte]

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre títulos de nobreza é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.