Xacriabás

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Xakriabá
População total

9 196 (Funasa - 2010) [1]

Regiões com população significativa
Minas Gerais, no Brasil
Línguas
Português
Religiões

Os xakriabás, também chamados xicriabás[2] , são um grupo indígena que habita a margem esquerda do rio São Francisco (na Área Indígena Xakriabá) e o município de São João das Missões (na Terra Indígena Xakriabá Rancharia), no estado de Minas Gerais, no Brasil. No passado, também eram chamados acroás e habitavam a Bahia, onde também foram chamados de coroás, o Piauí, onde foram chamados de gamelas, e o estado de Goiás. Falam um dialeto da língua akwe.

Os xakriabás são a mistura de índio com negro. Quando os primeiros escravos foram trazidos para Minas Gerais, eles logo se relacionaram com os índios locais, formando, então os xakriabás. Hoje em dia, os xakriabás somente falam o português. Seu cacique, Domingos Nunes de Oliveira, está retomando a pesquisa e o uso da língua xakriabá, juntamente com outros índios mais velhos da aldeia, bem como o intercâmbio com os povos irmãos xavante, do Mato Grosso e xerente, do Tocantins (os três grupos, no passado, formavam um só povo).

Etnias indígenas mais populosas no Leste-Nordeste do Brasil

Referências

  1. Enciclopédia dos Povos Indígenas. Instituto Socioambiental
  2. FERREIRA, A. B. H. Novo dicionário da língua portuguesa. 2ª edição. Rio de Janeiro. Nova Fronteira. 1986. p. 1 795.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre povos indígenas é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.