Xanthopastis timais

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Como ler uma infocaixa de taxonomiaMariposa espanhola (Xanthopastis timais)
Ilustrações da mariposa, ou traça, X. timais, sua lagarta e pupa; retiradas do livro Surinaamsche vlinders : naar het leven geteekend = Papillons de Surinam dessinés d'après nature, de Jan Sepp (Pl 28, 1848). Aqui, com a denominação de Phalaena amaryllidis.[1]
Ilustrações da mariposa, ou traça, X. timais, sua lagarta e pupa; retiradas do livro Surinaamsche vlinders : naar het leven geteekend = Papillons de Surinam dessinés d'après nature, de Jan Sepp (Pl 28, 1848). Aqui, com a denominação de Phalaena amaryllidis.[1]
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Arthropoda
Classe: Insecta
Ordem: Lepidoptera
Subordem: Noctuoidea
Família: Noctuidae
Subfamília: Hadeninae[2]
Género: Xanthopastis
Hübner, [1821][2]
Espécie: X. timais
Nome binomial
Xanthopastis timais
(Cramer, [1780])[2]
Sinónimos
Phalaena timais Cramer, [1780]
Phalaena Noctua timais Cramer, [1780]
Phalaena amaryllidis Sepp, [1840]
Glottula heterocampa Guenée, 1852
Philochrysa regnatrix Grote, [1864]
Xanthopastis antillium Dyar, 1913
Xanthopastis moctezuma Dyar, 1913
Xanthopastis timias f. molinoi Dyar, 1919[2]
Wikispecies
O Wikispecies tem informações sobre: Xanthopastis timais

A Mariposa espanhola (Xanthopastis timais) é uma mariposa, ou traça, neotropical da família Noctuidae[2], encontrada na América Central, incluindo ilhas do Caribe, e América do Sul, até a Argentina.[3] Foi classificada por Cramer, com a denominação de Phalaena timais, em 1780.[2] Anteriormente distribuída do sul dos Estados Unidos até a América do Sul, considerou-se, em estudo de 2011[4], que a espécie norte-americana se chamaria Xanthopastis regnatrix (Grote, 1863).[3][5]

Descrição[editar | editar código-fonte]

Xanthopastis timais se caracteriza por suas asas anteriores de coloração rosa pálido[6] ou brancas[7], com características manchas em negro, amarelo ou laranja. Suas lagartas são predominantemente negras, com o corpo recoberto de pintas brancas, enfileiradas, e com extremidades alaranjadas. Suas pupas, de coloração marrom, são similares às de algumas mariposas da família Sphingidae.[8][9] A principal diferença entre esta espécie e a norte-americana, Xanthopastis regnatrix, consiste no fato desta última espécie citada apresentar lagartas com listras em branco, ao invés de pintalgadas.[4][5][10]

Planta-alimento[editar | editar código-fonte]

As lagartas de Xanthopastis timais são conhecidas por se alimentar gregariamente de plantas Monocotiledôneas das famílias Amaryllidaceae, Iridaceae e Liliaceae e dos gêneros Amaryllis, Clivia, Cooperia, Eucharis, Haemanthus[3], Hippeastrum[11], Hymenocallis, Narcissus, Pancratium, Polianthes, Zephyranthes, Iris, Crinum, Leucojum e Lilium[3]; causando consideráveis danos nas folhas, bulbos e raízes de suas plantas hospedeiras.[11]

Referências

  1. Sepp, Jan; Caspar Stoll (1779). «"Surinaamsche vlinders : naar het leven geteekend = Papillons de Surinam dessinés d'après nature". Plate 28.» (em alemão). Biodiversity Heritage Library. p. 1. Consultado em 26 de março de 2017 
  2. a b c d e f Savela, Markku. «Xanthopastis» (em inglês). Lepidoptera and some other life forms. p. 1. Consultado em 26 de março de 2017 
  3. a b c d «Xanthopastis timais» (em inglês). iNaturalist.org. Consultado em 26 de março de 2017 
  4. a b «Xanthopastis regnatrix» (em inglês). BugGuide.Net. 9 de janeiro de 2016. Consultado em 26 de março de 2017 
  5. a b «Xanthopastis regnatrix» (em inglês). Moth Photographers Group (Mississippi State University). p. 1. Consultado em 26 de março de 2017 
  6. Lep Web. «Xanthopastis timais, adulto» (em inglês). Flickr. Consultado em 26 de março de 2017 
  7. Beadle, David (19 de outubro de 2014). «Xanthopastis timais (Spanish Moth)-IMG_6244 copy» (em inglês). Flickr. Consultado em 26 de março de 2017 
  8. Lep Web. «Xanthopastis timais, lagarta, pupa, adulto» (em inglês). Flickr. Consultado em 26 de março de 2017 
  9. Lep Web. «Xanthopastis timais, pupa» (em inglês). Flickr. Consultado em 26 de março de 2017 
  10. Lep Web. «Xanthopastis timais, lagarta» (em inglês). Flickr. Consultado em 28 de março de 2017 
  11. a b Micheletti, Lígia Broglio; Broglio, Sônia Maria Forti; Lemos, Eurico Eduardo Pinto de; Trindade, Roseane Cristina Predes; Valente, Ellen Carine Neves (abril–junho de 2017). «First record of Xanthopastis timais in Amaryllis and effect of soursop extract on larval mortality» (em inglês). Rev. Caatinga, Mossoró, v. 30, n. 2 (UFERSA). pp. 420–426. Consultado em 26 de março de 2017 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Xanthopastis timais
Ícone de esboço Este artigo sobre lepidópteros, integrado no Projeto Artrópodes é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.