Xaxará

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Candomblé

Casa branca engenho velho.jpg Ilê Axé Iyá Nassô Oká - Terreiro da Casa Branca - a casa de candomblé mais antiga de Salvador, na Bahia

Religiões afro-brasileiras


Princípios Básicos Deus queto | Olorum | Orixás Jeje | Mawu | Vodun Banto | Nzambi | Nkisi


Templos afro-brasileiros Babaçuê | Batuque | Cabula | Candomblé | Culto de Ifá | Culto aos Egungun | Quimbanda | Candomblé de caboclo | Macumba | Omoloko Tambor-de-Mina | Terecô | Umbanda Xambá | Xangô de Pernambuco Sincretismo | Confraria


Literatura afro-brasileira Terminologia Sacerdotes Hierarquia


Religiões semelhantes Religiões Africanas santería Palo Arará Lukumí Regla de Ocha Abakuá Obeah


Xaxará no candomblé do Ile Ase Ijino Ilu Orossi.

Xaxará ou Xaxara é um apetrecho da cultura afro brasileira, inerente aos Orixás Obaluaye, Omolu, Sakpata. Confeccionado com nervura da folha do dendezeiro, ornado com búzios, palha da costa, fio de conta e cabaça, utilizado nos rituais do olubaje e opanije, tem finalidade de afastar os espíritos (eguns) para o seu espaço sagrado, e eliminar as energias negativas da comunidade, proporcionando a longevidade.

Referências

Ligação externa[editar | editar código-fonte]

É representado pelo Xaxará, cujo corpo formado pelos feixes de nervuras de palmeira, revela ser claramente a imagen coletiva dos espíritos ancestrais.

Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Xaxará