Xevá

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Xevá
ə
IPA 322
Codificação
Entidade (decimal) ə
Unicode (hex) U+0259

Em linguística, mais precisamente em fonética e fonologia, xevá, xuá ou schwa[1] é o nome de uma vogal (geralmente uma vogal média central), cujo símbolo, no Alfabeto Fonético Internacional, é ə ("e" invertido) e que pode representar:

  • Um som vocálico neutro átono e não tonal usado em algumas línguas, geralmente (mas não necessariamente) de uma vogal média central. Em geral, tais vogais surgem através da neutralização de vogais átonas ou através de epêntese e são quase sempre transcritas com o símbolo ə, independentemente de seu real valor fonético. Em português, o valor fonético do xevá normalmente é [ɯ̽], na variante europeia, ou [ɪ], na variante brasileira, e ocorre tanto através de epêntese quanto através da neutralização das vogais átonas /e/, /ɛ/ (e no caso do português falado no Brasil, /i/), e sua representação ortográfica é a letra ⟨e⟩ (e.g. magma [ˈmagɯ̽mɐ ~ ˈmagɪmɐ], quase [ˈkʷazɯ̽ ~ ˈkʷazɪ]).

Referências

  1. «xevá». Dicionário Priberam da Língua Portuguesa. Consultado em 16 de maio de 2021 

Bibliografia[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre linguística ou um linguista é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.