Xororó (cantor)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Xororó
Xex2006.jpg
Nome completo Durval de Lima
Pseudônimo(s) Xororó
Nascimento 30 de setembro de 1957 (62 anos)
Astorga, Paraná
Residência Campinas, São Paulo
Nacionalidade Brasileiro
Parentesco Irmâos: Chitãozinho, Maurício & Mauri
Cônjuge Noely Lima
Filho(s) Sandy
Junior Lima
Ocupação Cantor, compositor, músico e produtor musical
Carreira musical
Período musical 1970 - presente
Gênero(s) Música sertaneja
Instrumento(s) Violão, guitarra e banjo
Gravadora(s) Tropicana
Sinter
Tropical
Rancho
Copacabana (1974-1989)
Polygram do Brasil (1989-1999)
Universal Music (1999-2007;2012-presente)
Sky Blue Music (2007-2009)
EMI (2009-2010)
Radar Records (2010-2011)
Som Livre (2011-2012)
Afiliações

Xororó, nome artístico de Durval de Lima[1], (Astorga, 30 de setembro de 1957) é um cantor, compositor, músico e produtor musical brasileiro de música sertaneja.[2]

Xororó faz parte da dupla sertaneja Chitãozinho & Xororó, formando com seu irmão Chitãozinho uma das mais reconhecidas duplas sertanejas do país.[3]

Xororó é casado com Noely Lima, pai dos cantores Sandy & Junior e mora há 24 anos em uma fazenda na região de Campinas, interior de São Paulo.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Xororó nasceu em Astorga, no Paraná, no dia 30 de setembro de 1957, filho de Araci Prudêncio de Lima e Mário de Lima, conhecido como Marinho sendo três anos mais novo do que seu irmão Chitãozinho, a segunda voz da dupla. Eles são considerados os precursores do sertanejo nas rádios FM, além de misturarem o country americano com o sertanejo raiz, é irmão da também dupla sertaneja Maurício & Mauri.[4]

A dupla começou muito cedo e eles escolheram esse nome diferente a partir da música "Chitãozinho & Xororó", que inclusive foi gravada por eles, que mencionava o inhambu-xintã e o inhambu-chororó, aves da mesma espécie que cantam melancolicamente.

O primeiro disco da dupla foi lançado em 1970 causando arrepios. Entre as músicas de sucesso do disco, se destacou “Galopeira” e outras de grande apelo sentimental. O álbum foi lançado pela gravadora Copacabana, e até 1977, a produção da dupla foi intensa. Gradativamente, a venda de discos foi crescendo, até que em 1979 lançaram o seu primeiro grande sucesso, “60 Dias Apaixonado”, que rendeu à dupla um disco de ouro. Essa música também foi regravado por outros cantores sertanejos.

Ele e seu irmão Chitãozinho já gravaram mais de 40 discos e venderam mais de 37 milhões de cópias. Seu sucesso ao lado do irmão, que, aliás, ganharam vários prêmios da música brasileira, sempre esteve, também, ligado ás suas aparições em programas da TV brasileira.[4] Xororó costuma ser bastante reservado e diz que sua carreira sem Chitãozinho não faria sentido.

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

  • O talento da dupla com seu irmão Chitãozinho foi descoberto foi descoberto pelo pai, Marinho, quando a irmã deles, Rosária, rasgou o caderno em que Xororó fazia suas composições.
  • Nos primeiros anos de carreira, Durval não usava o nome artístico Xororó, pois na época formaram a dupla irmãos Lima. Eles passaram a se chamar Chitãozinho & Xororó graças ao radialista Geraldo Meirelles, que sugeriu esse novo nome para a dupla em homenagem à música "Chitãozinho & Xororó", de Athos Campos e Serrinha.
  • Além de cantar, Xororó também apresentou junto com seu irmão um programa no SBT, exibido aos domingos entre 1986 e 1988.
  • Chitãozinho & Xororó já foram homenageados pela escola de samba X-9 Paulistana no Carnaval de São Paulo, em 2014, com o enredo "Nascemos para cantar e também sambar".[3]

Discografia[editar | editar código-fonte]

De acordo com o site oficial, a dupla já passou de 35 milhões de discos vendidos.[5]

Álbuns de estúdio[editar | editar código-fonte]

Ano Álbum Gravadora Vendagem Certificados[6]
1969 Moreninha Linda
1970 Chitãozinho & Xororó (Copacabana) 10 mil --
1972 A Mais Jovem Dupla do Brasil (Sinter/Philips) 5 mil --
1974 Caminhos de Minha Infância (Copacabana) 15 mil --
1976 A Força Jovem da Música Sertaneja (Copacabana) 25 mil --
1977 A Força Jovem da Música Sertaneja - Vol. II (Copacabana) 30 mil --
1979 60 Dias Apaixonado (Copacabana) 180 mil Ouro
1981 Amante Amada (Copacabana) 400 mil[5] Platina[5]
1982 Somos Apaixonados (Copacabana) 1,5 milhão[5] Diamante
1984 Amante (Copacabana) 1,8 milhão Diamante
1985 Fotografia (Copacabana) 1,8 milhão Diamante
1986 Coração Quebrado (Copacabana) 1,7 milhão de cópias Diamante
1987 Meu Disfarce (Copacabana) 1,5 milhão de cópias Diamante
1989 Nossas Canções Preferidas (Copacabana) 800 mil cópias 3× Platina
1989 Os Meninos do Brasil (Polygram) 1,5 milhão de cópias Diamante[7]
1990 Cowboy do Asfalto (Polygram) 1,5 milhão de cópias Diamante
1991 Planeta Azul (Polygram) 1 milhão de cópias Diamante
1993 Tudo por Amor (Polygram) 900 mil cópias 2× Platina
1994 Coração do Brasil (Polygram) 1 milhao cópias Diamante
1995 Chitãozinho & Xororó (Polygram) 900 mil cópias 3× Platina
1996 Clássicos Sertanejos (Polygram) 1,4 milhão de cópias Diamante[8]
1997 Em Família (Polygram) 750 mil cópias 3× Platina
1998 Na Aba do Meu Chapéu (Polygram) 600 mil cópias 2× Platina[8]
1999 Alô (Universal) 600 mil cópias 2× Platina
2001 Inseparáveis (Universal) 400 mil cópias Ouro[8]
2002 Festa do Interior (Universal) 250 mil cópias platina[9]
2002 Minha Vida, Minha Música (Universal)
2004 Aqui o Sistema é Bruto (Universal) 180 mil cópias Platina[8]
2006 Vida Marvada (Universal) 50 mil cópias Ouro
2009 Se For pra Ser Feliz (EMI Music) 15 mil cópias
2015 Tom do Sertão (Universal e Evidencias Music) 20 mil cópias
Total de Vendas 37 000 000 de discos (segundo o site oficial)

Álbuns ao vivo[editar | editar código-fonte]

Ao Vivo[editar | editar código-fonte]

Ano Álbum Gravadora Vendagem Certificados[6]
1992 Ao Vivo (Polygram) 1 milhão de cópias diamante
2000 Irmãos Coragem - 30 Anos - Ao Vivo (Universal) 400 mil cópias Platina[8]
2007 Grandes Clássicos Sertanejos - Acústico I (LCM Records, Evidências Music e Radar Records) 75 mil cópias Ouro[10]
2007 Grandes Clássicos Sertanejos - Acústico II (LCM Records, Evidências Music e Radar Records) 70 mil cópias Ouro[10]
2010 Chitãozinho & Xororó 40 Anos Nova Geração (Radar Records e Evidências Music) 30 mil cópias
2011 Chitãozinho & Xororó 40 Anos Entre Amigos (Radar Records e Evidências Music) 30 mil cópias
2011 Chitãozinho & Xororó 40 Anos Sinfônico (Som Livre, Radar Records e Evidências Music) 45 mil cópias Ouro[8]
2013 Do Tamanho do Nosso Amor (Universal e Evidencias Music) 20 mil cópias
2016 Clássico (com Bruno & Marrone) (Universal Music) 30 mil cópias
2018 Elas Em Evidências (Universal Music)

Projetos especiais e coletâneas[editar | editar código-fonte]

Ano Álbum Gravadora Vendagem Certificados[6]
1969 No Rancho Fundo (Som Global)
1987 Os Grandes Sucessos de Chitãozinho e Xororó (Copacabana)
1990 Disco de Ouro (Copacabana)
1991 Nascemos pra Cantar (Polygram)
1993 Minha História (Polygram)
1994 Personalidade (Polygram)
1996 Amigos Ao Vivo (Som Livre) 750 mil 3× Platina[8]
1996 Obras Primas (Polygram)
1997 Amigos Ao Vivo 2 (Som Livre) 500 mil 2× Platina[8]
1997 Nossa História na Cidade (Globo Disk)
1997 Nossa História no Sertão (Globo Disk)
1998 20 Músicas do Século XX (Polygram)
1998 Raízes Sertanejas (EMI) 100 mil cópias Ouro[8]
1998 Amigos Ao Vivo 3 (Som Livre) 750 mil 3× Platina[8]
1998 Todos os Supersucessos da Dupla (EMI)
1998 Pura Emoção: O Melhor De Chitãozinho & Xororó (Pantanal) 250 mil cópias Platina[8]
1999 Amigos 99 (Som Livre)
1999 Bailão de Chitão e Xororó (Universal)
2000 Série Bis (EMI Music) 100 mil Ouro[8]
2001 Sem Limites (Universal)
2002 Alma Sertaneja (Universal)
2002 Identidade (EMI)
2004 Retratos (EMI)
2014 Hipótese (Universal)
Total de Vendas 3,450 milhões

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Ano Título Papel
2014 Festival Sertanejo Apresentador
2018 Coração de Cowboy Ele mesmo

Referências

  1. «Descubra os verdadeiros nomes dos cantores sertanejos - Rádio FM Super | A número 1». Rádio FM Super - A número 1. Consultado em 1 de dezembro de 2019 
  2. «Chitãozinho & Xororó - Dados artísticos». Dicionário Cravo Albin da Música Popular Brasileira. Consultado em 1 de dezembro de 2019 
  3. a b «16 curiosidades sobre Xororó, um dos sertanejos mais famosos do Brasil». www.bol.uol.com.br. Consultado em 1 de dezembro de 2019 
  4. a b «Biografia de Xororó cantor (Chitãozinho e Xororó)». Biografia Resumida. 2 de dezembro de 2017. Consultado em 1 de dezembro de 2019 
  5. a b c d Biografia Arquivado em 17 de novembro de 2009, no Wayback Machine. Site da dupla
  6. a b c ABPD e fotos
  7. Vídeo do youtube, especial estúdio coca-cola, discografia
  8. a b c d e f g h i j k l ABPD
  9. Certificado de platina[ligação inativa]
  10. a b Chitãozinho e Xororó Desafio.com.br