Yakisoba

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Porção de yakisoba sendo preparada por um vendedor ambulante em Osaka

Sōsu yakissoba (ソース焼きそば?), também conhecido por yakisoba[1] (焼きそば?), teve sua origem na China, e adaptado ao paladar japonês cujo nome significa, literalmente, "macarrão de sobá frito".

O prato, conhecido internacionalmente, é composto por legumes e verduras que podem ou não ser fritos juntamente com o macarrão e aos quais se agrega algum tipo de carne.

Em chinês, conhecido como chow mein, é feito com macarrão do tipo lámen e é assim que é consumido em diversos lugares, desde restaurantes, passando por fast-foods e feiras populares, no Japão ou fora dele.

Preparo[editar | editar código-fonte]

Uma porção de yakisoba

O macarrão do yakisoba tem que ser do tipo sobá ou sobá de Okinawa, sendo comum o uso de macarrão do tipo talharim e o do tipo lámen (conhecido popularmente como "miojo"), podendo ainda ser frito ou não.

O chow mein se mostra menos leve e mais gorduroso que o yakisoba, mas o conceito técnico do preparo nada difere com relação ao prato chinês. O que difere são alguns ingredientes mais pesados ou mais leves.[2]

O yakisoba tradicional é, geralmente, preparado grelhando numa chapa com repolho, cenoura, cebola e outras verduras e adicionando carne bovina em tiras e peito de frango em cubos, com óleo de gergelim e regado a molho de soja (shoyu). Depois de acrescentar o macarrão, tudo é bem misturado até que o macarrão frite um pouco.

Finalmente, o yakisoba é posto em pratos individuais, numa porção que costuma ser suficiente para uma refeição completa.

Uma alternativa vegetariana é o yakisoba de legumes,[3] que é preparado sem adição de carnes.

No Brasil[editar | editar código-fonte]

É um dos pratos mais tradicionais do Mato Grosso do Sul, notadamente na capital, Campo Grande, para onde foi levado por imigrantes japoneses originários da ilha de Okinawa, que chegaram à cidade em 1908, já no primeiro ano da imigração japonesa no Brasil.

Em São Paulo, também é muito popular, sendo que o macarrão sobá (de trigo sarraceno) pode ser encontrado facilmente no bairro da Liberdade. Fora do bairro da Liberdade, o yakisoba é vendido em locais públicos, em barraquinhas rodantes e em lojas especificas de comida chinesa.

Em São Paulo, bem como em algumas partes do Brasil, é servido também em lojas de fast-food e casas de comida oriental delivery

Difundido de muitas formas e principalmente por Capristo, o yakisoba chegou até o Brasil até mesmo como recheio de pizza.

Em Belém, O Prato se tornou tão popular virou opção de comida rápida sendo vendido por várias barracas espalhados pela cidade.

Também no Brasil, o macarrão mais usado para o preparo de doméstico é o macarrão lámen do tipo instantâneo, cozido sem tempero.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Dicionário escolar da língua portuguesa/Academia Brasileira de Letras. 2ª edição. São Paulo. Companhia Editora Nacional. 2008. p. 1 308.
  2. «Cópia arquivada». Consultado em 19 de outubro de 2008. Arquivado do original em 13 de outubro de 2008 
  3. «Cópia arquivada». Consultado em 28 de janeiro de 2007. Arquivado do original em 5 de fevereiro de 2007 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Yakisoba