Yakovlev UT-1

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
UT-1
Avião
Descrição
Tipo / Missão Avião de treinamento / acrobático
País de origem  União Soviética
Fabricante Yakovlev
Quantidade produzida 1241
Primeiro voo em 1936 (83 anos)
Tripulação 1
Especificações
Dimensões
Comprimento 5,75 m (18,9 ft)
Envergadura 7,3 m (24,0 ft)
Altura 2,34 m (7,68 ft)
Área das asas 9,58  (103 ft²)
Alongamento 5.6
Peso(s)
Peso vazio 429 kg (946 lb)
Peso carregado 597,5 kg (1 320 lb)
Propulsão
Motor(es) 1x Shvetsov M-11Ye
Potência (por motor) 150 hp (112 kW)
Performance
Velocidade máxima 257 km/h (139 kn)
Alcance (MTOW) 670 km (416 mi)
Teto máximo 7 120 m (23 400 ft)
Razão de subida 7.4 m/s
Notas
Fonte: Gordon 2005 e Gunston 1995

O Yakovlev UT-1 (em russo: Яковлев УТ-1 ) foi um avião de treinamento utilizado pela Força Aérea Soviética de 1937 até o final da década de 1940.

Desenvolvimento[editar | editar código-fonte]

O Yakovlev UT-1 foi projetado para ser uma aeronave de treinamento avançado, com um único assento, com capacidade de voo acrobático pela equipe liderada por Alexander Sergeyevich Yakovlev. O primeiro protótipo, designado AIR-14, voou no início de 1936.[1] O AIR-14 era uma aeronave monoplana de pequena asa baixa com um trem de pouso do tipo triciclo fixo, com uma fuselagem de aço soldado e asa de madeira.

Após algumas alterações, o AIR-14 foi aceito para produção. Dentre outras melhorias, o motor radial Shvetsov M-11 de 75 kW (100 hp) foi trocado pelo mais potente M-11G, com 86 kW (115 hp). O avião recebeu então a designação UT-1 (uchebno-trenirovochnyi {учебно-тренировочный}, treinador primário/avançado); apesar desta designação, não era adequado para treinamento primário.

O UT-1 foi utilizado como um tipo de transição entre o UT-2 e caças como o I-16. Não era de fácil manobrabilidade, requerendo uma pilotagem de precisão, formando então um intermediário excelente entre os treinadores básicos e os mais manobráveis, mas também mais difíceis de voar, os caças I-16. Em 1939 o avião foi modificado ao mover o motor 26 cm (10 in) para a frente, melhorando sua manobrabilidade. Durante a produção, o motor M-11E de 112 kW (150 hp) também foi utilizado. Pilotos soviéticos bateram vários recordes com o UT-1 antes da Segunda Guerra Mundial, algumas com sua versão de hidroavião. No total, 1.241 aeronaves foram construídas entre dezembro de 1936 e 1940.[1]

Alemães inspecionando um UT-1

Durante a Segunda Guerra Mundial, a partir de 1941 o UT-1 também foi utilizado para voos de reconhecimento aéreo. Alguns foram utilizados como máquinas de combate improvisadas ao equipar duas metralhadoras sob a asa ou dois/quatro foguetes. Foram utilizados na Frota do Mar Negro em Sevastopol e Caucasus. As aeronaves sobreviventes foram desarmadas em dezembro de 1942.

Variantes[editar | editar código-fonte]

Houve uma grande quantidade de variantes. As mais numerosas e notáveis foram:

  • AIR-14 - Protótipo do UT-1
  • AIR-18 - UT-1 com um motor em linha Renault Bengali 4 de 104 kW (140 hp), um canopy fechado e trem de pouso retrátil.
  • AIR-21 (Ya-21, UT-21) - UT-1 com um motor Bengali 6 de 164 kW (220 hp), testado em 1938-39, com trem de pouso fixo.
  • UT-1B - Versão de ataque com duas metralhadoras ShKAS e dois ou quatro foguetes RS-82.
  • UT-1E - (UT-1(15) para testes do TsAGI (confundido algumas vezes com o AIR-15, que não era uma variante do UT-1).
  • UT-1 Hidroavião - com motor Shvetsov M-11Ye, tornando-se mais tarde o padrão na maioria dos UT-1.

Operadores[editar | editar código-fonte]

União Soviética
República da China (1912–1949)
  • Força Aérea Nacionalista Chinesa

Notas[editar | editar código-fonte]

  1. a b Gunston 1995, 457

Referências

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Yakovlev UT-1
  • Gordon, Yefim. (1989). OKB Yakovlev. Londres: Ian Allan. pp. 36 a 45 
  • Gunston, Bill (1995). The Osprey Encyclopedia of Russian Aircraft 1875-1995. Londres: Osprey