Yamandu Costa

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde agosto de 2012). Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Yamandu Costa
Yamandu Costa (Imagem:André SZEP)
Informação geral
Nascimento 24 de janeiro de 1980 (35 anos)
Origem Passo Fundo, Rio Grande do Sul
País  Brasil
Gênero(s) MPB, choro, bossa nova, milonga, jazz, tango, samba, chamamé, folk, new wave, instrumental, baião
Ocupação(ões) Violonista
Instrumento(s) violão de sete cordas
Página oficial www.yamandu.com.br

Yamandu Costa (Passo Fundo, 24 de janeiro de 1980) é um violonista e compositor brasileiro. É considerado um dos maiores violonistas do Brasil.[1] [2]

Filho da cantora Clari Marcon e do multi-instrumentista e professor de música Algacir Costa.[3] Começou a estudar violão aos sete anos de idade com o pai, Algacir Costa, líder do grupo Os Fronteiriços e aprimorou-se com Lúcio Yanel, virtuoso argentino radicado no Brasil. Até os quinze anos, sua única escola musical era a música folclórica do Sul do Brasil, Argentina e Uruguai. Depois de ouvir Radamés Gnatalli começou a procurar por outros brasileiros como Baden Powell, Tom Jobim e Raphael Rabello. Aos dezessete anos apresentou-se pela primeira vez em São Paulo no Circuito Cultural Banco do Brasil, produzido pelo Estúdio Tom Brasil, e a partir daí passou a ser reconhecido como músico revelação do violão brasileiro.[4]

Yamandu toca estilos diversos como choro, bossa nova, milonga, tango, jazz, samba e chamamé, difícil enquadrá-lo em uma corrente musical principal, dado que mistura todos os estilos e cria interpretações de rara personalidade no seu violão de sete cordas.


Discografia[editar | editar código-fonte]

  • 2000 – Dois Tempos (com Lúcio Yanel)[5] [6]
  • 2001 – Yamandu[6]
  • 2003 – Yamandu ao Vivo
  • 2004 – El Negro Del Blanco[6] (com Paulo Moura)
  • 2005 – Brasileirinho
  • 2005 – Música do Brasil Vol.I (DVD)
  • 2005 – Yamandu Costa ao Vivo (DVD)[7]
  • 2006 – Tokyo Session[8]
  • 2007 – Ida e Volta[9]
  • 2007 – Lida[10]
  • 2007 – Yamandu + Dominguinhos
  • 2008 - Mafuá[11]
  • 2009 - Luz da Aurora (com Hamilton de Holanda)
  • 2010 - Lado B (com Dominguinhos)
  • 2010 - Yamandú Valter
  • 2013 - Continente (com Guto Wirtti e Arthur Bonilla)
  • 2015 - Bailongo (com Guto Wirtti)


Prêmios e festivais[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Maria Luiza Nobre. Yamandu Costa no Teatro Sesi Jornal do Brasil. Visitado em 1 de setembro de 2012.
  2. Violão de Yamandu Costa assume o trono Estadão (5 de junho de 2001). Visitado em 1 de setembro de 2012.
  3. Yamandú Costa Dicionário Cravo Albin da Música Popular Brasileira. Visitado em 6 de junho de 2010.
  4. Aos 21, Yamandú Costa é o mascote do Free Jazz Estadão (23 de outubro de 2001). Visitado em 1 de setembro de 2012.
  5. Violões Correio do Povo (21 de junho de 2001). Visitado em 31 de agosto de 2012.
  6. a b c Discografia Dicionário Cravo Albin. Visitado em 30 de agosto de 2012.
  7. Yamandú Costa 'doma' o violão em seu DVD Correio do Povo (3 de janeiro de 2006). Visitado em 30 de agosto de 2012.
  8. Sessão japonesa e vozes sublimes Correio do Povo (28 de junho de 2008). Visitado em 30 de agosto de 012.
  9. a b Yamandu Costa mostra melhor do chorinho em Sto. André ABCD Maior (18 de março de 2008). Visitado em 1 de setembro de 2012.
  10. Memória musical e talento de Yamandu Correio do Povo (4 de dezembro de 2007). Visitado em 31 de agosto de 2012.
  11. Yamandu Costa lança disco solo gravado na Alemanha Portal de Notícias. Visitado em 1 de setembro de 2012.
  12. rollingstone.com.br
  13. 21º Prêmio da Música Brasileira Homenageado: Dona Ivone Lara Prêmio da Música. Visitado em 1 de setembro de 2012.
  14. Anunciados Líderes & Vencedores (25 de outubro de 2005). Visitado em 30 de agosto de 2012.
  15. Yamandu conquista júri e público (9 de junho de 2001). Visitado em 31 de agosto de 2012.
  16. Yamandu Costa vence Prêmio Visa instrumental Estadão (8 de junho de 2001). Visitado em 1 de setembro de 2012.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Yamandu Costa
Accordrelativo20060224.png Este artigo sobre um(a) músico(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.