Yana Kudryavtseva

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Yana Kudryavtseva
Informações pessoais
Nome completo Yana Alexeyevna Kudryavtseva
Apelido Anjo com asas de ferro,[1] Estatueta de cristal,[2] Kudry
Modalidade Ginástica rítmica
Representante Rússia
Nascimento 30 de setembro de 1997 (23 anos)
Moscou, Rússia
Nacionalidade Rússia russa
Compleição Peso: 47 kg Altura: 1,70 m
Nível adulto
Treinador Irina Viner
Clube Juventude de Moscou[3]

Yana Alexeyevna Kudryavtseva, em russo: Яна Кудрявцева (Moscou, 30 de setembro de 1997), é uma ex-ginasta russa que competia em provas de ginástica rítmica. Tricampeã mundial e campeã do Campeonato Europeu de Ginástica Rítmica de 2014 no concurso geral. É a ginasta mais jovem a ter ganhado o título de campeã mundial de ginástica rítmica aos 15 anos de idade.[2] Em 2015 tornou-se a ginasta mais jovem a conquistar três títulos mundiais de forma consecutiva (Kiev 2013, Izmir 2014, Stuttgart 2015). Neste mesmo ano quebrou seu próprio recorde somando 76.100 pontos no individual geral dos primeiros Jogos Europeus, sendo a mais alta pontuação do ciclo olímpico 2013-2016.[4] Alcançou nos Jogos Olímpicos de Verão de 2016 a medalha de prata na competição individual geral feminina com uma pontuação final de 75.608, após derrubar um dos aparelhos durante as finais, ficando surpreendentemente atrás da compatriota Margarita Mamun, visto que era a principal favorita a ganhar a medalha de ouro.[5]

Vida Pessoal[editar | editar código-fonte]

Yana Kudryavtseva é filha de Aleksey Kudryavtsev, nadador medalhista de ouro nas Olimpíadas de Barcelona 1992 na prova de 4 X 200m livres.[2][6] Sua mãe Viktoriia Kharitonova a apelidou de "Anjo com asas de ferro": "assemelhando-se a uma bailarina numa caixa de joias enquanto ela se apresenta, mas isso requer tempo, esforço, uma constituição inquebrável e vontade".[1]

Kudryavtseva possuia uma rotina de treinamentos de em média 6 horas por dia, seis vezes por semana.[7]

Carreira[editar | editar código-fonte]

A estreia de Kudryavtseva em competições internacionais na categoria adulta se deu no Grand Prix de Moscou de 2013. No Grand Prix de Holon em 2013 ganhou a primeira prova de individual geral. Seu primeiro campeonato mundial foi em Kiev 2013, o qual sagrou-se como a campeã mais jovem da história da ginástica rítmica.[8]

Yana sofreu lesão em um dos pés durante o mundial de 2015 em Stuttgart, ficando afastada de algumas competições do ciclo internacional no mesmo ano. Sua recuperação foi complicada, passou a sofrer com muitas dores e dificuldades durante os treinamentos, mesmo assim conseguiu manter altos níveis de rendimento, garantindo sua vaga para as Olimpíadas do Rio de Janeiro, em 2016.

Devido a lesão sua participação ficou em dúvida, sendo assim a Equipe Russa levou ao Brasil a ginasta Alexandra Soldatova como reserva, caso Kudryavtseva não tivesse condições em competir.

Durante as finais ela levou apresentações impecáveis no arco e na bola, com pontuações que a deixariam, com folga, em primeira colocação. Porem ao final da apresentação com as maças, ela derrubou uma delas ao chão, fazendo uma pontuação abaixo do esperado. Manteve a pontuação alta no aparelho fita, que apresentará em seguida, entretanto não foi o suficiente para recuperar a primeira colocação, terminando a competição em segundo lugar. Muitos fãs atribuíram sua derrota à lesão, entretanto em entrevista no ano seguinte, Yana esclareceu que a queda do aparelho foi uma falha e não teve haver com o problema em seu pé.

Após os Jogos Olímpicos a ginasta anunciou sua aposentadoria, para poder tratar corretamente o pé.

Referências

  1. a b «World Rhythmic champion Yana Kudryavtseva: 'I wouldn't say that my main goal is to win'». FIG. 20 de setembro de 2014. Consultado em 7 de janeiro de 2016 
  2. a b c «Yana Kudryavtseva: 'Crystal Statuette' suffers for sport - not art». CNN. 20 de novembro de 2013. Consultado em 7 de janeiro de 2016 
  3. «Página de Yana Kudryavtseva na Federação Internacional de Ginástica». FIG. Consultado em 7 de janeiro de 2016. Arquivado do original em 5 de março de 2016 
  4. «5 things to know about...Reigning Rhythmic World Champion Yana Kudryavtseva (RUS)». FIG. 12 de setembro de 2015. Consultado em 7 de janeiro de 2016 
  5. «Rio 2016». Rio 2016. Consultado em 21 de agosto de 2016 
  6. «Resultados da natação na prova 4x200m em todas as edições olímpicas». COI. Consultado em 14 de janeiro de 2016 
  7. Jokin Victoria de Lecea (9 de novembro de 2013). «"Rusia siempre ha sido buena en gimnasia, ahora nos toca a nosotras mantener el nivel"». Deia. Consultado em 14 de janeiro de 2016 [ligação inativa] 
  8. Anna Kózina (6 de setembro de 2013). «"Young rhythmic gymnast makes history in Kiev"». Russia Beyond teh Headlines. Consultado em 14 de janeiro de 2016