Yanto Laitano

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Yanto Laitano
Yanto Laitano em estúdio
Informação geral
Nome completo Yanto dos Santos Laitano
Nascimento 26 de abril de 1973 (46 anos)
Origem Curitiba, Paraná
País  Brasil
Gênero(s) rock
música pop
música experimental
trilha sonora
música contemporânea
Ocupação(ões) cantor, pianista, compositor, produtor
Período em atividade 1996–atualmente
Página oficial Site oficial

Yanto dos Santos Laitano (Curitiba, 26 de abril de 1973) é um compositor, pianista, cantor e produtor brasileiro. Mestre em Composição pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul e Bacharel em Música pela mesma instituição. É autor de trilhas sonoras premiadas para filmes e documentários.[1][2] Suas atividades artísticas transitam pela música erudita contemporânea e por diversos gêneros da música popular, sobretudo o rock. É considerado o principal produtor de discos de música erudita do Rio Grande do Sul.[3]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Yanto Laitano nasceu em Curitiba mas foi criado em Jaborá, uma pequena cidade na região do Contestado, oeste de Santa Catarina.[4] Aos 8 anos de idade fazia experiências com um toca discos e tocava no sofá como se fosse piano. Com isso sua mãe o levou à cidade vizinha, Joaçaba, para fazer aulas de piano. Yanto logo passou a tocar suas próprias composições nas audições coletivas da escola de música. Mais tarde, ainda em Jaborá, montou uma banda de rock que chegou a tocar ao vivo no Jornal do Almoço em Joaçaba.[5]

Na década de 90, mudou-se para Porto Alegre e ingressou no Instituto de Artes da Universidade Federal do Rio Grande do Sul onde estudou piano com Hubertus Hofmann e composição com Antonio Carlos Borges-Cunha e Celso Loureiro Chaves. Nesse período participou da criação do Grupo Ex-Machina de música erudita de vanguarda e da banda Bili Rubina. Após produzir o primeiro CD do Ex-Machina em 1998 através do FUMPROARTE, realizou a produção de mais de dez CDs de música contemporânea do Rio Grande do Sul, cinco deles ganhadores do Prêmio Açorianos.[6][7] Nesta época começou a participar de edições do ENCOMPOR em Porto Alegre e de três edições da Bienal de Música Brasileira Contemporânea no Rio de Janeiro.[8][9]

Em 2000, com a Bili Rubina, lançou sua canção Meu Amor sucesso nas rádios do sul do Brasil e em festivais como o Planeta Atlântida e o da Ipanema Fm.[10] Com o tempo, a canção tornou-se um clássico do Rock Gaúcho e chegou a ser cantada no programa Big Brother 9, da Rede Globo.

Em 2001 passou uma temporada de estudos na França, no IRCAM em Paris, e no Internacional Bartok Festival na Hungria. De volta ao Brasil, dedicou-se à música contemporânea. Ingressou no curso de pós-graduação, no qual obteve o título de Mestre em Música em 2006 sob orientação de Celso Loureiro Chaves, e realizou diversas gravações e apresentações com o Grupo Ex-Machina no Brasil, Argentina e Uruguai.[11][12][13] Em 2007 tornou-se Diretor Musical da Companhia Circo Teatro Girassol de Dilmar Messias. Desde então participa dos espetáculos Lili Inventa o Mundo, Circo Eletrônico, Mundo da Lua e Misto Quente.

A partir deste período, voltou a dedicar-se à sua carreira de música popular gravando Horizontes e Precipícios, um disco de canções de forte acento rock com um trio de piano, baixo e bateria, e realizando apresentações. Horizontes e Precipícios foi lançado em agosto de 2010, no Theatro São Pedro em Porto Alegre e teve ampla repercussão na mídia regional.[14] O disco recebeu 7 indicações para o Prêmio Açorianos de Música 2010 e foi lançado em apresentações em diversas cidades do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo.[15][16] [17]

Foi mediador do painel "Os novos caminhos da música erudita" com os músicos Celso Loureiro Chaves e Flo Menezes que ocorreu em 2008 no Santander Cultural de Porto Alegre.[18]

Desde 2007, Yanto faz parte da projeto Séculos Indígenas no Brasil, compondo trilhas sonoras para documentários, filmes e exposições de arte ligadas à causa indígena. Em 2012 realizou performance musical em conjunto com o líder indígena Álvaro Tukano na exposição Séculos Indígenas no Brasil no espaço Caixa Cultural Rio de Janeiro durante a RIO+20.[19]

Participou da "Casa M", que integrou a 8ª Bienal do Mercosul, como artista convidado no programa "Duetos" de 2011, no qual criou e apresentou a performance "Cobra Grande", baseada na lenda indígena da tribo Tukano, em conjunto com a coreógrafa Tatiana Rosa.[20]

Em 2012 criou a Orquestra de Brinquedos, espetáculo musical em que soldadinhos de chumbo realizam um show inteiramente tocado por instrumentos de brinquedo. [21]


Obra[editar | editar código-fonte]

Discografia[editar | editar código-fonte]

  • Yanto Laitano. Yantux, 2017.[22]
  • Yanto Laitano. Horizontes e Precipícios, 2010.
  • Yanto Laitano. Nocaute!, 2006.[23]
  • Ex-Machina. Um Som Que Não Soa, 2002.[24]
  • Bili Rubina. Aí Varô, 2000.
  • Ex-Machina. Ex-Machina, 1998.[25]

Videoclipes[editar | editar código-fonte]

  • Libertad. Dirigido por Etiene Faccin, João Gabriel Riveres e Tula Anagnostopoulos, 2015.
  • Eu Não Sou Daqui. Dirigido por Paulo Zaracla e Leandro Schirmer, 2012.
  • Meu Amor. Dirigido por Jerri Dias, 2010.

Singles[editar | editar código-fonte]

  • Ela Gosta de Garotas, 2015.
  • Libertad, 2015.
  • Camarada, 2017.

Trilhas sonoras[editar | editar código-fonte]

  • Boa Noite Martha. Série de animação para televisão em 22 episódios de Vivian Alltman , 2013.[26]
  • Lili Inventa O Mundo. Espetáculo infantil dirigido por Dilmar Messias a partir de texto de Mário Quintana, 2013.[27]
  • O Coração de um Boxeador. Peça de Lutz Hübner dirigida por Celso Veluza, 2012.[28]
  • Marilu. Espetáculo Infantil de Hermes Bernardi Jr, 2012.[29]
  • Reflexões do Curumin. Média-metragem de Frank Coe, 2011.
  • O Legado Lutzenberger. Documentário de Frank Coe e Otto Guerra, 2008.
  • Kata. Episódio da série Primeira Geração, RBS, 2008.
  • Céu Azul. Curta de Denise Marchi, 2008.
  • Lutzenberger: For Ever Gaia. Documentário de Frank Coe e Otto Guerra, 2007.
  • Desaparecido. Curta de Jerri Dias, 2006.
  • Canto de Cicatriz. Documentário de Laís Chaffe, 2005.
  • A Estrada. Curta de Jerri Dias, 2004.
  • Pesadelo. Curta de Thomas Creus, 2003.
  • A Vingança de Kali Gara. Curta em Super-8 de Jerri Dias, 1999.

Participações em discos[editar | editar código-fonte]

  • Cow Bees. Astros Imaginários, 2011. Piano, hammond, rhodes e melotron. "Sul21 recomenda filme alemão e muita música no fim de semana". Sul 21, 11/11/2011.</ref>"O Cow Bees lança CD". Correio do Povo, Agenda 16/11/2011.</ref>
  • Charles Master. Ninguém é Perfeito, 2009. Hammond, rhodes, piano.[30]
  • Julio Reny. A Primavera do Gato Amarelo, 2008. Hammond, rhodes, piano, sintetizador.
  • Interpresen. Compositores Uruguayos Contemporáneos, 2008.
  • Funkalister. Volume 1, 2006. Piano.
  • Nei Van Soria. Cidade Grande, 2001. Hammond.
  • Ultramen. Olelê, 2000. Theremin, nas faixas General e Esse é o meu compromisso".
  • Rodrigo Silveira. Música Erudita Para Violoncello, 2007. Gravação da composição Tocatta Metal.[31]
  • Guitar Review, 2006. CD encartado na edição de verão da revista, com a composição Water is the Key.[32]
  • Paulo Inda. I, 2005. Gravação da composição Water is the Key[33]
  • Coletânea O Melhor do Rock do Sul, 2001.

Produção de discos[editar | editar código-fonte]

  • Capparelli, Domenici, Fialkow e Loss. A Música Para Piano de Camargo Guarnieri, 2014. Produtor do CD.[34]
  • Paulo Inda. Gnattali, 2013. Co-produtor do CD.
  • Celso Loureiro Chaves. Balada para o avião que deixa um rastro de fumaça no céu, 2013. Produtor do CD.
  • Rodrigo Silveira. Música Erudita Para Violoncello, 2007. Co-produtor do CD.
  • Guitar Review. CD encartado na edição de verão da revista. Nova York, Estados Unidos, 2006. Co-produtor do CD.
  • Dimitri Cervo. Toronubá: A Música de Dimitri Cervo, 2006. Co-produtor do CD.
  • Nocaute!: procedimentos composicionais e categorias estéticas em um portfolio de composições, 2006. Produtor do CD.
  • Paulo Inda. I, 2005. Co-produtor do CD.
  • Catarina Leite Domenici. Porto '60, 2004. Produtor do CD.
  • Eduardo Miranda e James Correa. Plural, 2003. Co-produtor do CD.
  • Sesi Descobrindo Talentos 2002, 2002. Diversos Grupos. Produtor do CD.
  • Ex-Machina. Um Som Que Não Soa, 2002. Co-produtor do CD.
  • Celso Loureiro Chaves. Uma idéia de café, 2001. A Música Para Piano de Armando Albuquerque. Produtor do CD.
  • Antônio Carlos Borges Cunha. Pedra Mística, 2000. Produtor do CD.
  • Bili Rubina. Aí Varô, 2000. Co-produtor do CD.
  • Ex-Machina. Ex-Machina, 1998. Produtor do CD.

Prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Prêmio Açorianos[editar | editar código-fonte]

Ano Categoria Indicação Resultado
2008[35] Produtor Executivo Yanto Laitano (por Convergências, de Rodrigo Andrade Silveira) Venceu
2010[36] Instrumentista de Pop/Rock Yanto Laitano Venceu
Compositor de Pop/Rock[37] Yanto Laitano Indicado
Intérprete de Pop/Rock Yanto Laitano Indicado
Disco de Pop/Rock Horizontes e Precipícios Indicado
Espetáculo do Ano Horizontes e Precipícios Indicado
Arranjador Yanto Laitano (por Horizontes e Precipícios) Indicado

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. "Super-8 brilha em Gramado". In: APTC — Associação Profissional de Técnicos Cinematográficos. Boletim, set/1999, (62)
  2. "Dois dias para assistir O LEGADO LUTZENBERGER - 2008". Clic RBS.
  3. "Yanto Laitano sonha em cruzar os generos rock e erudito". Clic RBS, 26/09/2014
  4. "Yanto Laitano: é sério ser feliz". Jornal do Comércio, 24/08/2010
  5. "YANTO LAITANO - Entrevista". Jerri Dias - Cultura, Contracultura e Humor, 15/05/2010. Disponível em [http://jerridias.blogspot.com.br/2010/05/yanto-laitano-entrevista.html].
  6. Yanto Laitano. Studio Clio.
  7. "Vencedores do Prêmio Açorianos de Música - 2008". Secretaria Municipal da Cultura de Porto Alegre.
  8. XVII Bienal de Música Brasileira Contemporânea. Portal do Ministério da Cultura. 04/02/2010 - 01:56.
  9. FUNARTE. Catálogo Bienal, 04/12/2014, 15h09.
  10. "Festa 25 anos Ipanema e Opinião". Cultura e Diversão — Hagah, 04/02/2010 - 02:02.
  11. Laitano, Yanto. Nocaute ! : procedimentos composicionais e categorias estéticas em um portfolio de composições. Porto Alegre: UFRGS, 2006
  12. "Programação especial na Casa Mário Quintana"[ligação inativa]. Governo do Rio Grande do Sul, 02/02/2010 - 17h31
  13. MusConSur - Festival de Música Contemporánea de Sudamérica Arquivado em 8 de agosto de 2011, no Wayback Machine.. Fundación Aguaribay, 02/02/2010 - 1h45.
  14. "Yanto Laitano enxuga experimentalismos e faz disco de pop rock". Clic RBS, 30/07/2012 - 18h50.
  15. "Indicados ao Prêmio Açorianos de Música - 2010". Prefeitura Municipal de Porto Alegre, 30/07/2012 - 18h44.
  16. "Frente Fria - Festival reúne bandas do Sul". Folha de S.Paulo, 11/07/2010
  17. "Programação". SESC São Paulo, 31/07/2012 - 00h48.
  18. "Roteiro cultural em Porto Alegre a partir de 29/08". Diversão Terra, 03/02/2010 - 12:58
  19. "Ocas, Índios e Tablets participam da Rio+20 na Caixa Cultural". CEDEFES, 01/03/2015 - 10h45.
  20. "8ª Bienal do Mercosul inaugura Casa M". Fundação Bienal do Mercosul, 01/03/2015 - 12h02.
  21. "Orquestra de Brinquedos". Jornal O Nacional, Cultura, out/2015,
  22. . Clic RBS, 03/02/2018 - 19h54.
  23. Nocaute ! : procedimentos composicionais e categorias estéticas em um portfolio de composições. Universidade Federal do Rio Grande do Sul, 2006.
  24. FPMPA / SMC / FUMPROARTE. Projetos Beneficiados / 2000. Prefeitura Municipal de Porto Alegre, 02/02/2010 - 17h28.
  25. FPMPA / SMC / FUMPROARTE. Projetos Beneficiados / 1997. Prefeitura Municipal de Porto Alegre, 03/02/2010 - 12h33.
  26. "2014 Official Selection, film index". Annecy Festival, 2014
  27. MAIS TEATRO ENTREVISTA: COM YANTO LAITANO. Coordenação de Artes Cênicas da Prefeitura Municipal de Porto Alegre, 27/03/2015
  28. "O Coração de um Boxeador é um duelo entre atores". Clic RBS, 24/05/2012
  29. "Espetáculo infantil de Hermes Bernardi Jr traça relação entre as cores e o humor, 26/10/2013
  30. "Charles Master lança o CD Ninguém é Perfeito em outubro". Clic RBS, 03/02/2010 - 12h52.
  31. FPMPA / SM / FUMPROARTE. Projetos Beneficiados / 2004. Prefeitura Municipal de Porto Alegre, 03/02/2010 - 12h37.
  32. "Guitar Review Back Issues". Guitar Review, 03/02/2010 - 12h39.
  33. FPMPA / SMC / FUMPROARTE. Projetos Beneficiados / 2003. Prefeitura Municipal de Porto Alegre, 03/02/2010 - 12h36.
  34. FPMPA / SMC / FUMPROARTE. 'A Música Para Piano de Camargo Guarnieri. Jornal O Sul, 16/set/2014 16/09/2014.
  35. Prefeitura Municipal de Porto Alegre. «Vencedores do Prêmio Açorianos de Música - 2008». Consultado em 2 de maio de 2018 
  36. Prefeitura Municipal de Porto Alegre. «Vencedores do Prêmio Açorianos de Música - 2010». Consultado em 3 de maio de 2018 
  37. Prefeitura Municipal de Porto Alegre. «Indicados ao Prêmio Açorianos de Música - 2010». Consultado em 3 de maio de 2018 
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.