Yokosuka MXY-7 Ohka

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde fevereiro de 2016). Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
MXY-7 Ohka
Picto infobox aircraft.png
Réplica do Ohka Modelo 11 no Mortuário Yasukuni
Descrição
Tipo / Missão Aeronave kamikaze
País de origem  Japão
Fabricante Yokosuka Naval Air Technical Arsenal
Período de produção 1944-1945
Quantidade produzida 852 unidade(s)
Primeiro voo em outubro de 1944 (71 anos) (sem motorização)
novembro de 1944 (com motor)
Introduzido em 1945
Aposentado em 1945
Variantes Ver texto
Tripulação 1
Especificações (Modelo: Model 11)
Dimensões
Comprimento 6,06 m (19,9 ft)
Envergadura 5,12 m (16,8 ft)
Altura 1,16 m (3,81 ft)
Área das asas  (64,6 ft²)
Alongamento 4.4
Peso(s)
Peso vazio 440 kg (970 lb)
Peso carregado 2 140 kg (4 720 lb)
Propulsão
Motor(es) 3 x motores de foguete de combustível sólido Type 4 Mark 1 Model 20
Força de empuxo (por motor) 266 kgf (2 610 N)
Performance
Velocidade máxima 804 km/h (434 kn)
Alcance (MTOW) 36 km (22,4 mi)
Notas
Armamentos: 1 200 kg (2 650 lb) de Amonal (mistura de Nitrato de Amônia com Alumínio)
Dados de: Japanese AIrcraft of the Pacific War[nota 1]

O Yokosuka MXY-7 Ohka (櫻花 "flor de cerejeira") foi uma aeronave kamikaze japonesa empregada em fins da II Guerra Mundial. O codinome estadunidense para o aparelho era Baka (que significa "idiota" em japonês).

Características[editar | editar código-fonte]

Um bombardeiro Mitsubishi G4M lançando um Ohka.

O Ohka era um míssil de cruzeiro tripulado, carregado sob bombardeiros Mitsubishi G4M "Betty", Yokosuka P1Y Ginga "Frances" (Tipo 22 guiado) e no cancelado bombardeiro pesado Nakajima G8N Renzan "Rita" (tipo 43A/B) até próximo do alvo; ao ser liberado, o piloto planava rumo ao alvo e quando próximo o suficiente, acionava o motor de foguete do Ohka, guiando o míssil para que impactasse contra o navio que pretendia destruir. A abordagem final praticamente não podia ser abortada (especialmente no Tipo 11) por conta da tremenda velocidade ganha pela aeronave. Versões posteriores foram projetadas para serem lançadas de bases aéreas costeiras e cavernas, e mesmo de submarinos equipados com catapultas, embora nenhum tenha sido realmente utilizado desta forma. Aparentemente, o registro operacional dos Ohkas usados em combate incluem três navios afundados ou seriamente danificados e três outros navios com danos significativos.

Concebido pelo guarda-marinha Mitsuo Ohta do 405º Kokutai com o auxílio de estudantes do Instituto de Pesquisa Aeronáutica da Universidade de Tóquio, os projetos foram submetidos à unidade de pesquisa da Yokosuka. A Marinha Imperial Japonesa aprovou a idéia e os engenheiros da Yokosuka no Primeiro Escritório Aerotécnico Naval Yokosuka (Kugisho) criaram os esquemas formais do que seria o MXY7. A única variação a entrar em serviço foi o Modelo 11, o qual era propulsado por três foguetes Tipo 4 Marca 1 Modelo 20. Foram construídos 150 na Yokosuka e outros 600 foram construídos no Arsenal Aeronaval de Kasumigaura, Ibaraki.

Variantes[editar | editar código-fonte]

Versões operacionais[editar | editar código-fonte]

  • Kugisho/Yokosuka MXY-7 "Ohka" Modelo 11, Foguete Suicida de Ataque. Cerca de 800 foram construídos.

Versões não-operacionais[editar | editar código-fonte]

Modelo 22.
  • Kugisho/Yokosuka "Ohka" Modelo 21, Foguete Suicida de Ataque (asas de aço). Apenas um construído.
  • Kugisho/Yokosuka "Ohka" Modelo 22, Turbojato Suicida de Ataque. Cinqüenta construídos.
  • Kugisho/Yokosuka "Ohka" Modelo 33, Turbojato Suicida de Ataque. Lançado de um Renzan.
  • Kugisho/Yokosuka "Ohka" Modelo 43A Ko, Turbojato Suicida de Ataque. Lançado de submarino.
  • Kugisho/Yokosuka "Ohka" Modelo 43B Otsu, Turbojato Suicida de Ataque. Lançado de caverna.
  • Kugisho/Yokosuka "Ohka" Modelo 53, Turbojato Suicida de Ataque. Rebocado até o alvo.

Versões de treinamento[editar | editar código-fonte]

K1 Kai, foguete de treinamento
  • Kugisho/Yokosuka "Ohka" K-1, Modelo de Treinamento.
  • Kugisho/Yokosuka "Ohka" K-1, Modelo de Treinamento.

Aparelhos sobreviventes[editar | editar código-fonte]

Yokosuka Ohka Model 22

Cerca de 850 foram construídos, principalmente do Tipo 11. Os Ohkas sobreviventes incluem:

  • Tipo 11 — Royal Air Force Museum, Cosford. O Ohka é o número I-13, capturado em 1 de Abril de 1945 em Yomitan, Okinawa.
  • Tipo 11 — Fleet Air Arm Museum, Yeovilton
  • Tipo 11 — Museum of Science and Industry in Manchester, Manchester
  • Tipo 11 — Defence Explosives Ordinance School, Kent
  • Tipo 11 — Indian Air Museum, Nova Délhi
  • Tipo 11 — Iruma Air Force Base, Iruma, Saitama
  • Tipo 11 — USMC Air Ground Museum, Quantico, Virginia
  • Tipo 11 — Planes of Fame Museum, Valle, Arizona, Ohka Número I-18, capturado em Yomitan.
  • Tipo 22 — Smithsonian National Air and Space Museum, Washington DC (restaurado em 1993)
  • Tipo 43 K-1 (remontado para representar um Tipo 11) — National Museum of the United States Air Force, Dayton
  • Tipo 43 K-1 — Navy Memorial Museum, Washington DC
  • Tipo 43 K-1 Kai — Smithsonian National Air and Space Museum, Washington DC

Réplicas[editar | editar código-fonte]

  • Tipo 11 — Mortuário Yasukuni, Tóquio.
  • Tipo 11 — Ohka Park em Kashima.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Notas

  1. Francillon 1979, pp. 481–482.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Francillon, Ph.D., René J. Japanese Aircraft of the Pacific War. London: Putnam & Company Ltd., 1970 (2nd edition 1979). ISBN 0-370-30251-6.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Yokosuka MXY-7 Ohka
Ícone de esboço Este artigo sobre tópicos militares é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Ícone de esboço Este artigo sobre um avião, integrado ao Projeto Aviação, é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.