Yuri Kovtun

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Yuriy Kovtun
Юрий Ковтун
Kovtun, quando jogava no FC SKA Rostov.
Informações pessoais
Nome completo Yuriy Mikhaylovich Kovtun
Data de nasc. 5 de janeiro de 1970 (48 anos)
Local de nasc. Azov, Flag of the Soviet Union (1955–1980).svg União Soviética
Altura 1,90
Informações profissionais
Posição Zagueiro (aposentado)
Clubes de juventude
? - 1988 União das Repúblicas Socialistas Soviéticas Luch Azov
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos (golos)
1988
1989-1990
1991–1993
1993-1998
1999–2005
2006
União das Repúblicas Socialistas Soviéticas Luch Azov
União das Repúblicas Socialistas Soviéticas SKA Rostov
União das Repúblicas Socialistas Soviéticas Flag of Russia (1991–1993).svg Rostselmash Rostov
Rússia Dínamo Moscou
Rússia Spartak Moscou
Rússia Alania Vladikavkaz
36 (1)
61
64 (1)
156 (5)
199 (7)
- (-)
Seleção nacional
1994-2003 Flag of Russia.svg Rússia 50 (2)
Times/Equipas que treinou
2007-present Rússia Rossii Moscou

Yuriy Mikhaylovich Kovtun - em russo, Юрий Михайлович Ковтун (Azov, 5 de Janeiro de 1970) - é um ex-futebolista russo que atuava como zagueiro.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Nascido em Azov, cidade na divisa com a Ucrânia, Kovtun começou a carreira muito jovem, aos 18 anos, jogando pelo Luch Azov, de onde saiu em 1989, para jogar no SKA Rostov-na-Donu. Deixou o clube do sul da Rússia em 1991 para jogar no Rostselmash (atual FC Rostov).

A chegada a Moscou[editar | editar código-fonte]

Depois de perambular pelo interior da Rússia, Kovtun chegou a Moscou para jogar pelo Dínamo, em 1993. Embora tenha disputado 156 partidas pelo clube azul e branco, fez apenas cinco gols. Saiu do Dínamo em 1998 e passou para o "outro lado".

1996: Eurocopa[editar | editar código-fonte]

Kovtun foi convocado por Oleg Romantsev para a disputa do Campeonato Europeu de Futebol de 1996. Com uma equipe muito modesta, ele e os companheiros não avançaram à segunda fase do torneio.

1999: a era Spartak[editar | editar código-fonte]

Após estar desempregado com a saída do Dínamo, Yuri acabou assinando com o Spartak. Foi no alvirrubro moscovita que Kovtun viveu o auge: 199 jogos e sete gols assinalados.

2002: a chance de Kovtun numa Copa[editar | editar código-fonte]

O desempenho de Kovtun foi suficiente para ele ser convocado para disputar a Copa do Mundo FIFA de 2002, no Japão e na Coreia do Sul. Entretanto, a equipe fracassou no torneio e ele não teve o sabor de avançar para a segunda fase.

2005: saída do Spartak[editar | editar código-fonte]

Em 2005, Kovtun teve uma queda de desempenho e abandonou o Spartak no fim do ano.

2006: chegada ao Alania[editar | editar código-fonte]

Em Janeiro de 2006, Yuri assinou contrato com o Alania Vladikavkaz, encerrando a carreira em 2007.

Carreira de treinador[editar | editar código-fonte]

No mesmo ano em que encerrou a carreira como jogador, Kovtun iniciou uma nova trajetória: a de treinador. Seu primeiro clube na nova função é o Rossii Moscow, que atua na quinta divisão do Campeonato Russo de Futebol.

Conquistas[editar | editar código-fonte]