Yusuke Tanaka

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Para o futebolista, veja Yūsuke Tanaka.
Yusuke Tanaka
Informações pessoais
Modalidade Ginástica artística masculina
Especialidade Individual geral
Representante Japão
Nascimento 29 de novembro de 1989 (30 anos)
Wakayama, Wakayama
Nacionalidade Japão japonesa
Compleição Peso: 58 kg Altura: 1,66 m
Nível Sênior
Treinador Hiroyuki Kato (clube)
Hisashi Mizutori (seleção)
Clube Konami Sports Club
Período em atividade 2006 – atualidade
Medalhas
Jogos Olímpicos
Ouro Rio 2016 Equipes
Prata Londres 2012 Equipes
Campeonatos Mundiais
Ouro Glasgow 2015 Equipes
Prata Tóquio 2011 Equipes
Prata Nanning 2014 Equipes
Bronze Nanning 2014 Individual geral
Bronze Doha 2018 Equipes
Universíada
Prata Cazã 2013 Barra fixa
Bronze Cazã 2013 Equipes

Yusuke Tanaka (em japonês: 田中佑典 Tanaka Yūsuke?) (Wakayama, 29 de novembro de 1989) é um ginasta japonês que compete em provas de ginástica artística.

Representou o Japão em duas edições de Jogos Olímpicos, conquistando a medalha de prata por equipes em Londres 2012 e o ouro no mesmo evento em 2016, no Rio de Janeiro. Também possui um título mundial por equipes na edição de 2015, em Glasgow.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Tanaka compete pela seleção adulta do Japão desde 2006 e toda sua família tem ligação com a ginástica.[1] Nos Jogos Olímpicos de 2012, em Londres, competiu junto com seu irmão Kazuhito e sua irmã Rie, tornando-se os primeiros três irmãos a competir pelo Japão na ginástica artística em uma mesma edição olímpica.[2] Ao lado de Ryōhei Katō, Kohei Uchimura, Koji Yamamuro e Kazuhito conquistou a medalha de prata na competição por equipes com uma pontuação final de 271,952, atrás apenas da China.[3] Ainda alcançou a final das barras paralelas com a melhor nota nas qualificatórias,[4] mas não chegou a brigar por medalhas ao terminar na oitava colocação.[5]

Um ano antes, no Campeonato Mundial de Tóquio, havia obtido a sua primeira medalha em uma grande competição ao conquistar a prata por equipes juntamente com os companheiros Kenya Kobayashi, Makoto Okiguchi, Yamamuro, Uchimura e Kazuhito Tanaka.[6] Após as Olimpíadas de Londres, competiu na Universíada de 2013, em Cazã, Rússia, onde a equipe do Japão ganhou a medalha de bronze.[7] Foi convocado para representar o Japão novamente no Campeonato Mundial de 2014, em Nanning, China, e voltou a medalhar na prova por equipes em uma competição internacional. Ao lado de Uchimura, Nonomura, Katō, Kenzō Shirai e Kohei Kameyama conquistou a medalha de prata, ficando atrás dos donos da casa por apenas 0,1 ponto.[8] Na final do individual geral ficou com o bronze a apenas 0,03 ponto atrás do segundo colocado Max Whitlock, da Grã-Bretanha,[9] além de terminar em quinto lugar nas barras paralelas.[10]

Seu primeiro título em Campeonatos Mundiais foi obtido em 2015. Em uma disputa aparelho por aparelho contra os adversários britânicos e chineses, o Japão obteve a maior pontuação na final por equipes com um total de 270,818.[11] O resultado colocou os japoneses como um dos favoritos nos Jogos Olímpicos do Rio, no ano seguinte. A equipe formada por Tanaka, Uchimura, Shirai, Yamamuro e Katō conquistou o título olímpico com uma vantagem de quase três pontos para a Rússia, segundo colocada.[12]

Após ficar fora da seleção nacional pela primeira vez em 2017,[1] Tanaka foi novamente convocado para as competições internacionais em 2018. No Campeonato Mundial de Doha, ajudou o Japão a conquistar a medalha de bronze por equipes com performances nas barras paralelas e na barra fixa.[13]

Referências

  1. a b «TANAKA Yusuke (JPN) – Biography» (em inglês). FIG. Consultado em 17 de novembro de 2018 
  2. «It's a family affair for Japan gymnastics trio» (em inglês). Reuters. 3 de julho de 2012. Consultado em 17 de novembro de 2018 
  3. «Japan takes silver medal again as China wins men's gymnastics team gold» (em inglês). Japan Times. 31 de julho de 2012. Consultado em 17 de novembro de 2018 
  4. «Gymnastics at the 2012 London Summer Games: Men's Parallel Bars Qualification» (em inglês). Sports-Reference. Consultado em 17 de novembro de 2018 
  5. «Gymnastics at the 2012 London Summer Games: Men's Parallel Bars» (em inglês). Sports-Reference. Consultado em 17 de novembro de 2018 
  6. «43rd ARTISTIC GYMNASTICS WORLD CHAMPIONSHIPS Tokyo (JPN) – MEN'S TEAM FINAL» (PDF) (em inglês). gymnasticsresults.com. 12 de outubro de 2011. Consultado em 17 de novembro de 2018. Arquivado do original (PDF) em 5 de julho de 2016 
  7. «Universiade Kazan 2013 Russia – Artistic Gymnastics Men – Team Competition & Qualification» (PDF) (em inglês). gymnasticsresults.com. 8 de julho de 2013. Consultado em 17 de novembro de 2018. Arquivado do original (PDF) em 13 de março de 2016 
  8. «Gymnastics: China wins sixth straight world men's team title» (em inglês). Ahram Online. 7 de outubro de 2014. Consultado em 17 de novembro de 2018 
  9. «45th ARTISTIC GYMNASTICS WORLD CHAMPIONSHIPS in Nanning (CHN) – Men's AllAround Final» (PDF) (em inglês). gymnasticsresults.com. 9 de outubro de 2014. Consultado em 17 de novembro de 2018. Arquivado do original (PDF) em 27 de fevereiro de 2017 
  10. «45th ARTISTIC GYMNASTICS WORLD CHAMPIONSHIPS in Nanning (CHN) – Men's Apparatus Final» (PDF) (em inglês). gymnasticsresults.com. 12 de outubro de 2014. Consultado em 17 de novembro de 2018. Arquivado do original (PDF) em 17 de julho de 2016 
  11. «46th ARTISTIC GYMNASTICS WORLD CHAMPIONSHIPS, GLASGOW (GBR) – Men's Team Final» (PDF) (em inglês). gymnasticsresults.com. 28 de outubro de 2015. Consultado em 17 de novembro de 2018. Arquivado do original (PDF) em 24 de março de 2018 
  12. «Japão leva ouro na ginástica por equipe; Brasil faz 1ª final». Terra. 8 de agosto de 2016. Consultado em 17 de novembro de 2018 
  13. «48th Artistic Gymnastics World Championships Doha (QAT) – Men's Team Final» (PDF) (em inglês). gymnasticsresults.com. 29 de outubro de 2018. Consultado em 17 de novembro de 2018 [ligação inativa]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]