Zé Glória

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Zé Glória
Informação geral
Nome completo José Glória da Silva Filho
Nascimento 04 de outubro de 1952 (69 anos)
Local de nascimento Rio de Janeiro, Rio de Janeiro
 Brasil
Gênero(s) Samba
Período em atividade 1967 - presente

Zé Glória, nascido José Glória da Silva Filho (Rio de Janeiro, 04 de outubro de 1952), é um compositor e empresário brasileiro.[1] [2][3][4][5][6][7][8][9][10][11][12][13]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Quinto filho de uma família humilde de oito irmãos, herdou o nome do patriarca, Seu José. Criado no bairro de Campo Grande onde desfrutava das brincadeiras de infância como jogar futebol, bola de gude e soltar pipa, recebeu o apelido de Katytw (lê-se Catitu) pelo estilo briguento de encarar a vida. Para ajudar em casa, o garoto Katytw entregava as encomendas nos endereços das senhoras para quem sua mãe, Dona Araci, lavava roupas.

Aos 12 anos, começou a trabalhar e ajudar no sustento da família. Na mesma época, ganhou um concurso de poesia da escola, o que o motivou a escrever mais. [14]

Carreira[editar | editar código-fonte]

A partir dos 15 anos, Zé Glória entra para o bloco Xavantes do Tingui e começa a conhecer o carnaval. Em seguida, chega ao Bloco Filhos da Pauta e posteriormente ao União da Ponte, onde compôs por três vezes o samba do Bloco. Sua jornada em escolas de samba é iniciada na Sereno de Campo Grande, que serviu de trampolim à Mocidade Independente.

Em 2010, já na verde e branco de Padre Miguel, compôs um dos refrãos de maiores sucessos da Escola:


MEU CORAÇÃO VAI DISPARAR, SAIR PELA BOCA…

NÃO DÁ PRA SEGURAR, PAIXÃO MUITO LOUCA!

LUZ INDEPENDENTE ME LEVA PRO CÉU

SOU MOCIDADE! SOU PADRE MIGUEL!''[15]


Em 2016, ganhou o concurso de samba-enredo na Mocidade Independente de Padre Miguel, sendo assim um dos autores da obra (ao lado de Paulo César Feital, Altay Veloso, J. Giovanni, Dadinho, Zé Paulo Sierra, Gustavo, Fábio Borges, André Baiacu e Thiago Meiners) que serviu de trilha sonora para o enredo "As mil e uma noites de uma 'Mocidade' pra lá de Marrakesh" sendo aclamada pela crítica como um dos maiores sambas da ano e ajudou a escola a conquistar o título do carnaval de 2017, dividido com a Portela.[16]

No mesmo ano, tornou-se tema da Unidos de Cosmos que desfilou na Intendente Magalhães com o enredo “Sob o brilho da estrela, a Glória do compositor!” [17][18]

Premiações[editar | editar código-fonte]

Estandarte de Ouro

  1. 2018 - Melhor Samba-Enredo (Mocidade - "Namastê: A Estrela que Habita em Mim, Saúda a que Existe em Você") [19]

Referências

  1. «Conheça o enredo e a sinopse da Unidos de Cosmos para o Carnaval 2016». Consultado em 9 de agosto de 2021 
  2. «"Orgulho de ser comunidade!" Parceria de Zé Gloria vence na Viradouro». Consultado em 9 de agosto de 2021 
  3. «ZÉ GLÓRIA É O NOVO PRESIDENTE DO SERENO DE CAMPO GRANDE». Consultado em 9 de agosto de 2021 
  4. «ZÉ GLÓRIA ANUNCIA PARCERIA DE PESO PARA CONCORRER NA MOCIDADE». Consultado em 9 de agosto de 2021 
  5. «Mocidade lembra rituais para celebrar a terra que deram origem ao carnaval». Consultado em 9 de agosto de 2021 
  6. «dicionariompb.com.br». Consultado em 9 de agosto de 2021 
  7. «Viradouro acaba de escolher seu samba enredo para o Carnaval 2018». Consultado em 10 de agosto de 2021 
  8. «MAN TGX segue a trilha do samba». Consultado em 10 de agosto de 2021 
  9. «MAN TGX é inspiração sobre rodas para carnavalesco». Consultado em 10 de agosto de 2021 
  10. «Mocidade Independente faz quatro alterações no samba para 2018». Consultado em 10 de agosto de 2021 
  11. «Compositores». Consultado em 10 de agosto de 2021 
  12. «Mocidade de Padre Miguel defende o enredo Parábolas dos divinos semeadores». Consultado em 10 de agosto de 2021 
  13. «Mocidade escolhe samba-enredo neste sábado». Consultado em 10 de agosto de 2021 
  14. «Conheça o enredo e a sinopse da Unidos de Cosmos para o Carnaval 2016». Consultado em 9 de agosto de 2021 
  15. «Samba – Carnaval 2010». Consultado em 10 de agosto de 2021 
  16. «As Mil e Uma Noites de uma Mocidade pra lá de Marrakesh». Consultado em 9 de agosto de 2021 
  17. «Conheça o enredo e a sinopse da Unidos de Cosmos para o Carnaval 2016». Consultado em 9 de agosto de 2021 
  18. «Sob o Brilho da Estrela, a Glória do Compositor». Consultado em 10 de agosto de 2021 
  19. «A lista dos vencedores do Estandarte de Ouro de 2018: Prêmio de melhor escola foi para a Acadêmicos do Salgueiro». O Globo. 13 de fevereiro de 2018. Consultado em 4 de março de 2020. Cópia arquivada em 4 de março de 2020