Zé Ramalho (álbum)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Zé Ramalho
Álbum de estúdio de Zé Ramalho
Lançamento 1978
Gravação Novembro e Dezembro de 1977
Estúdios CBS, Rio de Janeiro
Gênero(s) MPB
Duração 37:37
56:36 (reedição de 2003)
Idioma(s) Português
Formato(s) LP, CD (reedição de 2003)
Gravadora(s) Epic (CBS - Sony Music)
Produção Carlos Alberto Sion
Cronologia de Zé Ramalho
Zé Ramalho 2
(1979)

Zé Ramalho é o álbum de estreia solo do cantor brasileiro Zé Ramalho.

O álbum conta com a participação do tecladista Patrick Moraz, da banda inglesa Yes, na faixa "Avôhai".[1] "Avôhai" foi composta em homenagem ao avô de Zé, que o adotou após o pai morrer afogado dois anos depois de seu nascimento.[2][3] Ramalho diz que a inspiração para a música veio após uma experiência com cogumelos alucinógenos na fazenda de uns amigos. Ele olhou para o céu e viu a "sombra de uma gigantesca nave espacial", e uma voz disse "Avôhai" em seu ouvido.[2] Ele estava na fazenda para realizar um estudo para a faculdade.[3] "Avôhai" é uma junção das palavras "Avô" e "Pai".[2][3] Esta foi a primeira das suas canções que Zé ouviu no rádio, quando estava em um táxi.[3]

Faixas[editar | editar código-fonte]

Todas as músicas escritas por Zé Ramalho, exceto onde indicado.

  1. "Avôhai" – 4:57
  2. "Vila do Sossego" – 3:54
  3. "Chão de Giz" – 4:45
  4. "A Noite Preta (Alceu Valença, Zé Ramalho)" – 3:33
  5. "A Dança das Borboletas (Alceu Valença, Zé Ramalho)" – 5:23
  6. "Bicho de 7 Cabeças (Geraldo Azevedo, Zé Ramalho)" – 2:24
  7. "Adeus Segunda-feira Cinzenta (Geraldo Azevedo, Zé Ramalho)" – 4:43
  8. "Meninas de Albarã" – 4:34
  9. "Voa, Voa" – 3:10
  10. "Avôhai *" – 5:02
Faixas bônus da reedição de 2003, tocadas apenas no violão com vocal
  1. "Chão de Giz" – 4:55
  2. "Bicho de 7 Cabeças (Geraldo Azevedo, Zé Ramalho)" – 2:30
  3. "Vila do Sossego" – 3:54
  4. "Rato do Porto" – 2:40

Ficha técnica[editar | editar código-fonte]

  • Patrick Moraz: Sintetizador em "Avôhai"
  • Sérgio Dias: Guitarras
  • Chico Julien: Baixo
  • Jairo Pires: direção artística
  • Carlos Alberto Sion: direção de produção
  • Zé Ramalho: arranjos de base
  • Manoel Magalhães e Eugênio de Carvalho: técnicos de gravação
  • Eugênio de Carvalho: técnico de mixagem

Reedição de 2003[editar | editar código-fonte]

  • Marcelo Fróes: produção
  • Joselha Teles: coordenação geral
  • Daniela Conolly: coordenação gráfica

Referências

  1. Viagens Esotéricas no Sertão Artigo no site da UFBA
  2. a b c Küchler, Adriana (24 de junho de 2012). «Zé e o fim do mundo». Rio de Janeiro. Folha de S.Paulo. Serafina. 26 páginas 
  3. a b c d «Zé Ramalho relembra infância em passeio no Parque das Ruínas». Rede Globo. Rio de Janeiro: Grupo Globo. 20 de junho de 2015. Consultado em 23 de junho de 2015.  |nome1= sem |sobrenome1= em Authors list (ajuda)
Ícone de esboço Este artigo sobre um álbum de Zé Ramalho é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.