Zarmir Carano

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Zarmir Carano
Morte 558
Ctesifonte
Nacionalidade
Derafsh Kaviani.png
Império Sassânida
Ocupação General
Religião Zoroastrismo
Dracma de Cosroes I (r. 531–579)

Zarmir Carano (Zarmi(h)r Karen) (m. 558) foi um comandante sassânida da Casa de Carano que desempenhou função no reinado dos xás Cavades I (r. 499–531) e Cosroes I (r. 531–579) Sob Cavades, ajudou-o a fugir quando vítima de um golpe palaciano e mais tarde novamente o ajudou a retomar seu trono. Sob Cosroes, lutou na guerra do xá contra os goturcos.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Zarmir era filho do poderoso oficial Sucra e irmão do futuro ministro Burzumir. Em 493, Sucra foi morto por Cavades I, que mais tarde, em 496, foi deposto pelos nobres persas liderados por Zamasfes (r. 496–498) devido a seu apoio aos mazdaquitas; segundo Tabari, quando Cavades fugiu do Império Sassânida foi acompanhado de Zarmir.[1] Depois, em 498, com a ajuda de Zarmir, Cavades retoma seu trono. Burzumir foi nomeado ministro do xá.[2]

Anos depois, Zarmir, junto de seu outro irmão Carano, ajudou o filho e sucessor de Cavades, Cosroes I (r. 531–579) na guerra contra os goturcos. Como recompensa pela ajuda prestada, recebeu propriedades no Zabulistão e Carano recebeu terras no Tabaristão.[2] Zarmir morre em 558.[3]

Referências

  1. Schindel 2013, p. 136-141.
  2. a b Pourshariati 2008, p. 113.
  3. Pourshariati 2008, p. 114.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Pourshariati, Parvaneh (2008). Declínio e queda do Império Sassânida. Nova Iorque: IB Tauris & Co Ltd. ISBN 978-1-84511-645-3