Zazas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Zazas
Zaza dili farkındalık etkinliği.jpg
População total

4 a 6 milhões

Regiões com população significativa
Turquia, Geórgia, Alemanha, Países Baixos e Cazaquistão
Línguas
zazaki
Religiões
islão (alevitas e sunitas)

Os zazas ou dimilis (dimlī) são uma etnia iraniana minoritária do leste da Turquia, que falam zazaki. Compreendem cerca de 4 milhões de indivíduos, espalhados também por outros países.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Na Turquia, vivem principalmente nas províncias orientais da Anatólia, como Adıyaman, Aksaray, Batman, Bingöl, Diyarbakır, Elazığ (Xarpêt), Erzurum, Erzincan (Erzıngan), Gümüşhane, Kars, Malatya, Muş, Şanlıurfa (Rıha), Sivas (Sêvaz) e Tunceli (Dêrsim).

Cultura[editar | editar código-fonte]

Mulher zaza de Tunceli (Turquia), 2008

A cultura zaza e seu idioma zazaki mostram similaridades como outros grupos iranianos (arianos) como os gilakis, curdos, mazandaranis, persas e outros.[1] Apesar das diferenças linguísticas, os zaza consideram-se hoje, muito maioritariamente, como fazendo etnicamente parte do grande grupo dos curdos, e são por outros considerados como tais, mantendo embora a sua identidade social própria.

Referências

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Asatrian, Garnik S. (1995), «Dimlī», Londres, Encyclopædia Iranica, edição online. iranicaonline.org (em inglês), VI Fasc. 4, consultado em 24 de setembro de 2021 
  • Duus (EDT) Extra, D. (Durk) Gorter, Guus Extra, The Other Languages of Europe: Demographic, Sociolinguistic and Educational Perspectives, Multilingual Matters (2001). ISBN 1-85359-509-8. p. 415. Menciona duas estimativas de falantes de zazaki na Turquia — um e dois milhões.
  • J. Gippert, Die historische Entwicklung der Zaza-Sprache, in: Ware, Nr. 10, Nov. 1996, Frankfurt
  • İnstituto Zaza (em alemão)

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Zazas