Zefô

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Zefô ou Zefo (Hebreu: צפון) ou também Zefi (1 Crônicas 1:36) foi o nome do filho de Elifaz, portanto neto de Esaú; e irmão de Temã, Omar, Gaetã e Quenaz, de acordo com Gênesis 36:11[1] :

E os filhos de Elifaz foram: Temã, Omar, Zefó, Gaetã e Quenaz.

Outras fontes[editar | editar código-fonte]

No Livro de Enoque, Zefô ou Zefom, era um anjo, enviado pelo arcanjo Gabriel, juntamente com Ithuriel, para descobrir a localização de Satanás após a sua queda.

Na religião cananéia, Zefô também foi identificado com Jebel Aqra, a casa do Deus, do qual foi expulso Yahu.

De acordo com John Milton, em Paraíso Perdido, Zefô é um querubim e um príncipe guardião do Paraíso.[2]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. Boyer, Orlando (1998). Pequena Enciclopédia Bíblica Graça Editorial [S.l.] 
  2. Sabbag, David C. (2007). Dicionário Bíblico. Um guia de estudos e entendimento do livro dos livros Difusão Cultural do Livro [S.l.] 
Ícone de esboço Este artigo sobre a Bíblia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.