Zenóbio de Elusa

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Zenóbio
Nacionalidade
Vexilloid of the Roman Empire.svg
Império Romano
Ocupação Retor

Zenóbio de Elusa (em latim: Zenobius) foi um retor romano do século IV.

Vida[editar | editar código-fonte]

Soldo de Constâncio Galo (r. 351–354)

Zenóbio era nativo de Elusa, na Palestina. Era aparentado com os Boécios, pai e filho, e primo de Argírio. Era retor oficial de Antioquia em sucessão de Edésio. Foi professor de Caliópio, Jerônimo e Libânio, a quem convidou em 354 para sucedê-lo; quando chegou a Antioquia, Libânio não assumiu a posição porque Zenóbio decidiu permaneceu em atividade. Foi preso pelo césar Constâncio Galo após as revoltas em 354, mas reconciliou-se com ele através de um discurso de Libânio. Adoeceu no mesmo ano e faleceu em 355, quando Libânio recitou uma monodia sobre ele e um encômio pouco depois.[1]

Referências

  1. Martindale 1971, p. 991.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Martindale, J. R.; A. H. M. Jones (1971). «Zenobius». The Prosopography of the Later Roman Empire, Vol. I AD 260-395. Cambridge e Nova Iorque: Cambridge University Press