Zeno Veloso

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Zeno Veloso
Nascimento 1 de junho de 1945 (72 anos)
Belém, Pará
Nacionalidade brasileiro
Alma mater Universidade Federal do Pará
Ocupação Professor, notário

Zeno Augusto Bastos Veloso (Belém, 1º de junho de 1945)[1] é um notário, jurista, professor e político brasileiro. Foi deputado estadual e secretário de Justiça do Pará. Lecionou direito civil e direito constitucional na Universidade Federal do Pará (UFPA), pela qual se formou em 1969[1] e da qual recebeu o título de notório saber, e na Universidade da Amazônia (UNAMA), que lhe conferiu o título de doutor honoris causa. É Tabelião do 1º Ofício de Notas de Belém.[2] [3]

Participou da elaboração das constituições estaduais do Pará e do Amapá, tendo sido relator-geral da Assembleia Constituinte do Pará. Foi assessor da 2ª vice-presidência da Assembleia Nacional Constituinte e integrou a comissão de juristas que assessorou o relator do projeto do Código Civil de 2002 na Câmara dos Deputados.[4]

É membro fundador do Instituto Brasileiro de Direito de Família (IBDFAM), do qual foi diretor nacional,[5] e membro da Academia Paraense de Letras.[4]

Em 2014 foi lançado o livro Direito Civil Constitucional e outros Estudos em Homenagem ao Prof. Zeno Veloso, organizado pela professora da UFPA Pastora do Socorro Teixeira Leal e que contou com a colaboração de reconhecidos civilistas e constitucionalistas do Brasil e de Portugal, como Luiz Edson Fachin, Carlos Mário da Silva Velloso, Maria Berenice Dias, Carlos Roberto Gonçalves, José de Oliveira Ascensão, Luís Roberto Barroso, José Gomes Canotilho e Jorge Miranda.[6] [7]

Referências

  1. a b «Currículo de Zeno Veloso». Tribunal de Justiça de São Paulo. Consultado em 26 de agosto de 2017 
  2. «"Sou o notário que por causa do notariado se tornou jurista"». Colégio Notarial do Brasil - Conselho Federal. 26 de março de 2015. Consultado em 26 de agosto de 2017 
  3. «Zeno Veloso fala sobre inovações e perspectivas no Código Civil». Ordem dos Advogados do Brasil - Seção Pará. 31 de janeiro de 2013. Consultado em 26 de agosto de 2017 
  4. a b «Zeno Veloso - Renomado Jurista e Notário». Academia Brasileira de Direito Civil. 16 de julho de 2013. Consultado em 26 de agosto de 2017 
  5. «Zeno Veloso integra lista de doutrinadores mais citados pelo STF». Instituto Brasileiro de Direito de Família. 16 de julho de 2013. Consultado em 26 de agosto de 2017 
  6. «Direito Civil Constitucional e outros Estudos em Homenagem ao Prof. Zeno Veloso». GEN - Grupo Editorial Nacional. Consultado em 7 de setembro de 2017 
  7. «Zeno Veloso recebe homenagem em livro». O Liberal. 1 de junho de 2014. Consultado em 7 de setembro de 2017