Zhang Xun (República da China)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Zhang Xun

Zhang Xun (em chinês tradicional: 张勋, chinês simplificado: 张勋; pinyin: Zhang Xun, 16 de setembro de 1854 - 11 de setembro de 1923) foi um general chinês leal à Dinastia Qing, que promoveu a restauração de curta duração do imperador Pu Yi em julho de 1917.

Foi um escolta militar da imperatriz Cixi durante a Revolta dos Boxers. Lutou contra os revolucionários em Nanquim em 1911. No entanto, com a proclamação da República da China em 1912, apoiou Yuan Shikai, tanto durante seu mandato como presidente e depois como imperador. Zhang conseguiu tomar Nanquim, que estava nas mãos do Kuomintang em 1913, e apesar de suas tropas saquearem selvagemente a cidade, Yuan o nomeou marechal de campo.

No entanto, após a morte de Yuan em 1916, Zhang voltou aos seus objetivos de restaurar o domínio imperial e em 1 de julho de 1917 entrou em Pequim com Kang Youwei e restaurou o imperador Pu Yi. Por sua ação, é nomeado primeiro-ministro pelo imperador, mas a ação não foi aceita no resto da China e em 12 de julho foi suprimida restauração por vários senhores da guerra. Zhang refugiou-se na delegação holandesa em Pequim, e desde então se retirou da vida política.

Referências

  • «Rulers.org» 
  • Aisin-Gioro Pu, Yi (1964,1987, 2002). 我的前半生 [The First Half of My Life; From Emperor to Citizen: The Autobiography of Aisin-Gioro Pu Yi]. Foreign Languages Press. ISBN 978-7-119-00772-4.


Precedido por
Li Jingxi
(como Primeiro-ministro da República da China)
Primeiro-ministro da China
(Restauração Qing)

1917
Sucedido por
Duan Qirui
(como Primeiro-ministro da República da China)