Zhucheng

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Zhucheng

潍坊市

诸城市

  Cidade-Condado  
Zhucheng
Domo do salão do centro de fósseis de Zhucheng
Domo do salão do centro de fósseis de Zhucheng
Localização
País China
Características geográficas
Área total 15 800 km²
População total (2010) 10 862 000 hab.
Densidade 502,92 hab./km²
Sítio www.yanzhou.gov.cn

Zhucheng, é uma cidade-condado sob administração da cidade-prefeitura de Weifang, na província de Shandong, China. Devido ao grande número de fósseis de dinossauros descobertos, ela também foi chamada de "Cidade do Dragão Chinês".[1][2] Localizada no sudeste da Península de Shandong, na junção das montanhas Taiyi e da planície de Jiaowei, ao extremo sul da cidade de Weifang, a cidade de Qingdao a leste e a cidade de Rizhao a oeste. A cidade cobre uma área de 2.182,7 quilômetros quadrados, com 13 vilas e ruas, 1 zona de desenvolvimento econômico provincial, 235 comunidades e uma população atual de 1,08 milhão de habitantes.

História[editar | editar código-fonte]

Anteriormente, Zhucheng era chamado de Langya (琅琊). De lá, o imperador Qin Shi Huang enviou Xu Fu para navegar para o Japão em 210 aC, em busca do elixir da juventude.

Zhang Zeduan, o pintor da Dinastia Song, nasceu em Zhucheng em 1085. Foi também o local de nascimento da última esposa de Mao Zedong, Jiang Qing, que era a líder da Camarilha dos Quatro. Zhao Shucong 赵 树丛, vice-governador da província de Anhui é natural de Zhucheng.[3]

Importância para Paleontologia[editar | editar código-fonte]

Desde 1960, Zhucheng foi identificado como um importante sítio fóssil. A população local que já utilizava os fósseis ricos em cálcio no preparo de remédios tradicionais para o tratamento de dores musculares e outras enfermidades.[4] O maior fóssil de hadrossauro foi escavado em Zhucheng durante a década de 1980 e está em exibição em um museu local.[5] Os cientistas coletaram mais de cinquenta toneladas de fósseis desde 1960.[6]

A cidade também tem sido o centro de operações de contrabando e saque de restos fósseis. Em janeiro de 2008, a Austrália devolveu centenas de quilos de restos fósseis de origem chinesa, incluindo ovos de dinossauros fossilizados. Os fósseis foram recuperados por meio de uma operação secreta realizada em armazéns portuários.[4]

Referências

  1. Wu Hongbin (31 de agosto de 2010). «山东诸城恐龙之旅将面世 "中国龙城" 震撼视野» (em chinês). Consultado em 12 de janeiro de 2018. Cópia arquivada em 12 de janeiro de 2018 
  2. «"中国龙城" 陈卫中摄影图片展在沪举办» (em chinês). Consultado em 12 de janeiro de 2018. Arquivado do original em 12 de janeiro de 2018 
  3. «China Vitae : Biography of Zhao Shucong» (em inglês). Chinavitae.com. Consultado em 2 de janeiro de 2009 
  4. a b «China finds "largest dinosaur fossil site" in world» (em inglês). Reuters. 30 de dezembro de 2008 
  5. «Chinese scientists claim discovery of earth's largest dinosaur fossil site». CBC news. 30 de dezembro de 2008. Consultado em 31 de dezembro de 2008 
  6. «Experts: Shandong dinosaur fossil field "world's largest"». XINHUA. 29 de dezembro de 2008 

Ligações Externas[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre a China é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.