Utnapistim

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Ziusudra)
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Utnapistim[1] (Utnapishtim; em sumério: Ziusudra), ou também referido como Atrachasis (“muitíssimo sábio” em acádio), é um personagem da Epopeia de Gilgamesh que é encarregado por Enki (Ea) a abandonar suas posses e criar um navio gigante a ser chamado o preservador da vida . Ele também foi encarregado de trazer sua esposa, família e parentes junto com os artesãos de sua aldeia, bebês de animal e grãos.  O dilúvio que se aproximava acabaria com todos os animais e os seres humanos que não estivessem no navio, conceito que foi espelhado pela história bíblica da Arca de Noé. Depois de doze dias na água, Utnapistim abriu a escotilha do seu navio para olhar em volta e viu as encostas do Monte Nisir ,onde ele descansou seu navio durante sete dias.[2][3]

No sétimo dia, ele enviou uma pomba para fora para ver se a água havia recuado, a pomba não pôde encontrar nada além de água, assim retornou. Então ele enviou uma andorinha, e como antes, voltou, não encontrando nada. Finalmente, Utnapistim enviou um corvo, o corvo viu que as águas tinham recuado, por isso circulou ao redor, mas não retornou. Utnapistim então libertou todos os animais e fez um sacrifício aos deuses. Os deuses vieram, e porque ele tinha preservado a semente do homem ao permanecer leal e confiante de seus deuses, Utnapistim e sua esposa receberam a imortalidade, bem como um lugar entre os deuses celestiais.[2][3]

Referências

  1. Editores 1980.
  2. a b Rosenberg 1994, p. 196-200.
  3. a b unnínni, Sin-léqui-; Lins Brandão, Jacyntho (10 de Outubro de 2017). Ele que o abismo viu: Epopeia de Gilgámesh. Brasil: Editora Autêntica. 336 páginas. ISBN 978-8551302835 

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Editores (1980). «Brotéria». Lisboa 
  • Rosenberg, Donna (1994). World Mythology: An Anthology of the Great Myths and Epics. Lincolnwood, Chicago: National Textbook Company. ISBN 0-8442-5765-6