Zoósporo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Zoósporo é um esporo flagelado produzido por Oomicetos antes chamados de Ficomicetos, que são seres muito parecidos com fungos, porém com algumas características que os incluem atualmente como cromistas.

Diferentemente do ascósporo, basidiósporo e do zigósporo (todos provenientes de fungos), os zoósporos tem mecanismos de movimentação própria, com seu flagelo. Por serem liberados de fungos aquáticos, dá-se a importância de um órgão locomotor para originar outro protista.

O fato de eles produzirem esporos sexuais com estruturas locomotas fez desse grupo um grande centro de discussões entre cientistas para impôr se devem ser mantidos entre os Fungos ou Protistas.

Actualmente, como as algas produzem esporos sexuais flagelados, decidiu-se que os Zoósporos são típicos de Oomicetes, portanto protistas[1] como as Chrysophyta, Phaeophyta, e outras.

Zoosporângio[editar | editar código-fonte]

Um zoosporângio é a estrutura sexual (esporângio) na qual os zoósporos se desenvolvem numa planta, fungo ou protista (tal como nos Oomycota).

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências bibliográficas[editar | editar código-fonte]

  • Heins-vaccari, Elisabeth Maria; Melo, Natalina Takahashi de; Porto, Edward; Lacaz, Carlos da Silva - Guia para Identificação: Fungos, Actinomicetos e Algas de Interesse Médico
  • Azevedo, João Lúcio de - Fungos, uma Introdução À Biologia, Bioquímica e Biotecnologia

Ligações externas[editar | editar código-fonte]