Zombie EP

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Zombie EP
EP de The Devil Wears Prada
Lançamento 24 de agosto de 2010
Gravação maiojunho de 2010
Gênero(s) Metalcore[1]
Duração 22:19
Gravadora(s) Ferret
Produção Joey Sturgis
Cronologia de The Devil Wears Prada
Último
With Roots Above and Branches Below
(2009)
Dead Throne
(2011)
Próximo

Zombie EP é o primeiro EP da banda americana de metalcore The Devil Wears Prada[2] , lançado em 24 de agosto de 2010 pela Ferret Music.[1]

Influenciada por temas em destaque da época, a banda lança seu primeiro EP contendo 5 faixas nomeadas com única palavra e duração média de 4,5 minutos cada, totalizando 22 minutos de pura brutalidade. É uma proposta ousada, com notável diferença sonora do álbum anterior, With Roots Above And Branches Below (2009), e também um bom aquecimento para o próximo e não menos barulhento álbum, o Dead Throne (2011).

A obra é feliz na sua tentativa de inserir o ouvinte no caos em que ele se passa, utilizando tudo que a banda tem a oferecer no quesito musicalidade. O álbum por si só é gritaria do começo ao fim, explorando pouco os vocais limpos - não que isso seja um ponto negativo. Mike Hranica exibe o ganho que teve em seus gritos, tornando completa a sua identidade na cena, demonstrando bem o desespero. A bateria se junta muito bem às cordas, e isso é algo que me fascina nesse álbum: todos os instrumentos soam como um só. Sendo assim, a fórmula pedal duplo + cordas frouxas + acordes abafados, executada da melhor maneira possível, resulta em breakdowns violentíssimos com baixa frequência acentuada de socar os tímpanos a cada nota tocada. Aconselho ter um subwoofer legal para melhor aproveitamento de toda força que cada uma das faixas tem a oferecer.

O EP acompanhou, para quem comprou na pré-venda, uma HQ com belas artes em uma história que mostra a história dos integrantes da banda num apocalipse zumbi, e que se chama The Devil Wears Prada: Zombie. Ela não foi inspirado no EP, e sequer houve intenção de ligação entre os dois. A HQ veio como um presente para os fãs, de modo a ser um bônus. E é aí que eu achei a grande sacada!

Acompanhando todas as faixas, com suas letras, é muito certo que se ache um cenário zumbi descrito completo. Inclusive o nome das músicas e a diferença de ritmo entre elas completa uma história com começo, meio e fim, que parte desde as primeiras manifestações de infecções, da correria, da fuga, partindo para os esconderijos, formas de defesa, e por fim a calmaria onde você está isolado no meio da multidão de mortos-vivos. Ouso dizer que tudo isso dá um ótimo acompanhamento de leitura para a HQ.

Mas, para quem acompanha o trabalho da banda, sabe quanta metáfora eles usam em suas letras. Daí que fica fácil deduzir a crítica que acompanha o disco perante a sociedade. Os zumbis na verdade somos nós, consumidos e oprimidos por tudo que nos é imposto no cotidiano. É esse tipo de coisa que molda respeito numa banda, essa cautela em fazer um trabalho diferente dos outros.

Essa é indubitavelmente uma obra-prima da banda, muito recomendado para os apreciadores do estilo. Abra sua bebida favorita e deixe seus ouvidos degustarem cada vibração de guitarra distorcida desse disco.

Lista de faixas[editar | editar código-fonte]

N.º Título Duração
1. "Escape"   4:35
2. "Anatomy"   3:42
3. "Outnumbered"   4:48
4. "Revive"   4:53
5. "Survivor"   4:32
Duração total:
22:19

Recepção[editar | editar código-fonte]

Zombie EP foi recebido positivamente pela crítica. O EP estreou no nº 10 da Billboard 200 e no nº 2 do Independent Albums.

Desempenho nas paradas musicais[editar | editar código-fonte]

Parada musical (2010) Posição
Billboard 200[3] 10
Billboard Independent Albums[3] 2
Billboard Rock Albums[3] 2
Billboard Digital Albums[3] 10

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre um álbum de The Devil Wears Prada é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.