Zombieland

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Zombieland
Bem-vindo à Zombieland (PT)
Zumbilândia (BR)
 Estados Unidos
2009 •  cor •  87 min 
Direção Ruben Fleischer
Produção Gavin Polone
Produção executiva Ezra Swerdlow
Paul Wernick
Rhett Reese
Ryan Kavanaugh
Roteiro Rhett Reese
Paul Wernick
Elenco Woody Harrelson
Jesse Eisenberg
Emma Stone
Abigail Breslin
Gênero Comédia
Terror
Música David Sardy
Direção de arte Maher Ahmad
Direção de fotografia Michael Bonvillain
Figurino Magali Guidasci
Edição Peter Amundson
Alan Baumgarten
Companhia(s) produtora(s) Relativity Media
Pariah
Distribuição Columbia Pictures
Lançamento Estados Unidos 2 de outubro de 2009
Brasil 29 de janeiro de 2010
Idioma Inglês
Orçamento US$ 23.6 milhões[1]
Receita US$ 102.391.540[1]
Página no IMDb (em inglês)

Zombieland (Zumbilândia (título no Brasil) ou Bem-vindo à Zombieland (título em Portugal)) é um filme americano de comédia e terror, dirigido por Ruben Fleischer, produzido por Gavin Polone e roteirizado por Rhett Reese e Paul Wernick.

O filme acompanha alguns sobreviventes em um mundo pós-apocalíptico dominado por zumbis tentando encontrar um lugar que não tenha a praga. O filme é estrelado por Woody Harrelson, Jesse Eisenberg, Emma Stone e Abigail Breslin com participação especial de Bill Murray.

Enredo[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

Dois meses se passaram desde que uma cepa mutante do mal da vaca louca se transformou em "doença da pessoa louca" que se tornou "doença do zumbi louco", que invadiu toda a população dos Estados Unidos, transformando os americanos em zumbis. O estudante universitário não foi afetado em "Columbus" (Eisenberg) está fazendo o seu caminho de seu dormitório da faculdade em Austin, Texas, para Columbus, Ohio para ver se seus pais ainda estão vivos. Ele encontra "Tallahassee" (Harrelson), um outro sobrevivente que é particularmente violento em matar zumbis. Embora ele não pareça ser sociável, Tallahassee relutantemente permite Columbus viajar com ele. Tallahassee menciona que ele perdeu o seu "filhote de cachorro", que foi morto por zumbis, bem como sua afinidade com bolinhos, que ele ativamente tenta encontrar. Os sobreviventes da epidemia zumbi aprenderam que é melhor não ter envolvimento emocional aos outros sobreviventes, porque eles poderiam morrer a qualquer momento, assim que muitos têm tomado a usar a sua cidade de origem, como apelidos, ou seja, "Columbus" é a partir de Columbus, Ohio.

O par se encontram com "Wichita" (Stone) e sua irmã mais nova "Little Rock" (Breslin) em uma mercearia. As irmãs são vigaristas, e enganam Tallahassee e Columbus fazendo eles entregarem suas armas ao fingir que Little Rock foi infectado pela doença, em seguida, roubam sua Escalade. Os dois homens encontram um Hummer amarelo H2 carregado com armas e vão atrás das irmãs. No entanto, é outra armadilha para eles serem levados como reféns. Tallahassee rouba a arma de volta e tem uma discussão com Wichita, até que Columbus ataca com raiva que dizendo que eles têm problemas maiores para se preocuparem, resultando em uma desconfortável trégua entre eles. As irmãs revelam que eles estão indo para o "Pacific Playland " parque de diversões em Los Angeles, uma área supostamente livre de zumbis. Depois de descobrirem que sua cidade natal foi destruída, e seus pais provavelmente mortos, Columbus decide acompanhar os outros para a Califórnia. Ao longo da viagem, Columbus persiste na tentativa de impressionar e conquistar Wichita.

Quando o grupo chega a Hollywood, Tallahassee direciona-los para a mansão de Bill Murray. Tallahassee e Wichita encontram-se com Murray, mas não infectado e disfarçado como um zumbi para que ele possa caminhar com segurança em torno da cidade (e jogar golfe). Murray é morto quando Columbus atira nele, confundindo-o com um zumbi real durante uma brincadeira enquanto assistia Ghostbusters com Little Rock. Columbus descobre durante um jogo de Monopólio, que Tallahassee não estava de luto por seu cão, mas sim por seu jovem filho. Wichita torna-se cada vez mais atraída por Columbus e Tallahassee fica mais próximo de Little Rock, com quem ele estava anteriormente em conflito. Apesar da atração de Wichita para Columbus, ela teme o apego e foge com Little Rock para o Pacific Playland na manhã seguinte. Columbus decide ir atrás Wichita, e convence Tallahassee para acompanhá-lo.

No Pacific Playland, as irmãs ativam todos os passeios e as luzes e começam a desfrutar do parque, mas também chamam involuntariamente a atenção de todos os zumbis na área circundante. Uma perseguição se segue, e assim como as irmãs estão presos em uma torre de queda-livre, Tallahassee e Columbus chegam. Tallahassee atrai os zumbis para distância da torre, criando uma distração para Columbus chegar ao passeio da torre; Ambos usam as atrações para sua vantagem. Tallahassee, eventualmente, se tranca em uma cabine do jogo, atirando os zumbis que eles chegam. Columbus foge com sucesso e atira através de vários zumbis para chegar à torre, mas não antes de conquistar algumas de suas fobias e até mesmo mudar uma de suas regras de sobrevivência. Em agradecimento, Wichita beija Columbus e revela seu verdadeiro nome, Krista; Little Rock dá para Tallahassee um bolinho. Columbus percebe que ele tem agora o que ele sempre quis: uma família.

Gtk-paste.svg Aviso: Terminam aqui as revelações sobre o enredo.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Regras[editar | editar código-fonte]

Essas "regras" fazem parte do humor no filme, e um tema central em toda a trama do filme. Essa é a lista de regras que Columbus vem seguindo para sobreviver na Zumbilandia. Até o final do filme, sua lista tem trinta e três regras, sendo que algumas delas não são mencionadas.

Uma série de vídeos promocionais, estrelado por Woody Harrelson e Jesse Eisenberg expandem a lista apresentada no filme. No pré-lançamento dos trailers do filme, algumas das regras foram apresentados em uma ordem diferente, e algumas regras foram nomeados de forma diferente.

1." Cardio " (Mantenha-se em boa forma física e/ou condicionamento cárdio-respiratório)

2." Double tap / Ziploc bags (Deleted Scene)" (Dispare duas vezes/sacos ziploc)

3."Beware of bathrooms" (Cuidado nos banheiros)

4."Wear seatbelts " (Usar cinto de segurança)

6."Cast iron skillet" (Frigideira de ferro fundido)

7."Travel light" (Viaje com pouca bagagem)

8."Get a kickass partner" (Tenha um parceiro casca-grossa)

12."Bounty paper towels" (Toalhas de papel)

15."Bowling Ball" (Bola de boliche)

17."(Don't) be a hero" (Não seja um herói)

18."Limber up" (Aquecimento)

21."Avoid strip clubs" (Evite clubes de strip)

22."When in doubt, know your way out" (Quando estiver em dúvida, conheça sua rota de fuga)

29."The buddy system" (Proteja os amigos)

31."Check the back seat" (Verifique o banco de trás)

32."Enjoy the little things" (Desfrute as pequenas coisas)

33."Swiss army knife" (Canivete suíço)


No final do filme, Columbus tem algumas palavras de despedida, lembrando os telespectadores das regras e acrescentando que "um pouco de protetor solar não faz mal a ninguém".

Em uma cena deletada no DVD, Columbus apresenta uma outra regra número dois intitulado "Ziploc Bags" (sacos ziploc).

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

1- Os personagens não usam seus nomes "reais", em vez disso, eles se identificam por nomes de lugares (Columbus, Tallahassee, Wichita, Little Rock) que lhes dizem respeito; isso inclui o próprio Columbus, nomeado após a sua "experiência" com a vizinha do 406, e sua conquista sexual de ficção: Beverly Hills.

2- Entretanto há exceções, Bill Murray interpreta ele próprio, e Cynthia Knickerbocker, que Columbus identifica como "Matador de zumbi da semana". E no final do filme, Wichita diz a Columbus seu nome verdadeiro, Krista.

3- O Papel de Bill Murray foi escrito para Patrick Swayze. De acordo com o roteiro original, o ator ícone dos anos 80, Patrick Swayze teria feito uma participação especial no filme, mas infelizmente o ator veio a falecer devido a um câncer antes do inicio das filmagens e por isso foi chamado o ator Bill Murray em seu lugar.

Recepção[editar | editar código-fonte]

Bilheteria[editar | editar código-fonte]

Lançado em 2 de outubro de 2009 nos Estados Unidos, o filme liderou as bilheterias durante o fim-de-semana de estréia, arrecadando 25 milhões de dolares.[2]

Zombieland foi um sucesso comercial: o filme arrecadou $75,590,286 nos EUA e $102,133,700 mundialmente, se tornando a maior bilheteria de um filme zumbi do gênero de comédia.

Críticas[editar | editar código-fonte]

O filme foi muito aclamado pelas criticas. O site especializado Rotten Tomatoes atribuiu 90% de aprovação a Zombieland baseado em 184 críticas, o Metacritic deu uma aprovação de 73% baseado em 29 críticas.

Série[editar | editar código-fonte]

Em 2013 a Amazon lançou a série, dando sequência ao que acontece com os personagens. O primeiro episódio foi ao ar em 19 de abril. A sequência, porém, tem uma mudança no elenco. Estão no elenco Maiara Walsh, Tyler Ross, Izabela Vidovic e Kirk Ward, respectivamente Wichita, Columbus, Little Rock e Talahassee. Eli Craig (Tucker e Dale Contra o Mal) dirigiu o piloto, que foi escrito pelos roteiristas do filme, Rhett Reese e Paul Wernick. Diferentemente das outras negociações entre emissora e produtora, que exibem o episódio-piloto de uma nova série para um grupo teste antes de oferecê-lo ao público, a Amazon disponibilizará o primeiro capítulo online. Desta forma, os espectadores poderão opinar e ajudar na decisão de encomendar ou não o restante dos 13 episódios para Zumbilândia. Vários espectadores não gostaram da ideia de mudar o elenco; então, depois do lançamento do episódio piloto, a série foi cancelada por não dar a audiência desejada.

Premiações[editar | editar código-fonte]

  • Golden Schmoes
    • Melhor Filme de Terror do Ano
    • Cena mais memorável do Ano
  • Sitges Film Festival
    • Prêmio do Público
      • Ruben Fleischer

Sequencia[editar | editar código-fonte]

Devido ao sucesso do filme, os editores Rhett Reese e Paul Wernick ter planejado uma sequela possível, com muitas ideias mais eles querem explorar.

Embora a intenção de fazer uma sequência para o filme, Reese e Wernick ainda não começaram a trabalhar em um script e não quer revelar qualquer potencial da trama sequela. Eles não estão pensando em uma continuação imediata, devido a estar fortemente envolvida com projetos de outros escritos. O elenco original e diretor está tudo pronto para retornar e Fleischer está entusiasmado com a idéia de fazer a continuação em 3D. Woody Harrelson e Jesse Eisenberg confirmada em Fevereiro de 2010 o seu regresso para o segundo filme da série, e Fleischer disse que ele estava trabalhando no roteiro e os criadores já começaram a procurar outra "super estrela" para fazer uma participação especial, como a de Bill Murray nesse filme.

Em 13 de abril de 2016 foi confirmado durante o CinemaCon que Zumbilândia teria uma sequência tambem com seu logo ter sido revelado<refname="Legião dos Heróis">«Zumbilândia 2 - Filme é oficialmente confirmado e logo oficial é revelado!last=Marcio Jangarell». Legião dos Heróis. 13 de abril de 2016. Consultado em 13 de Abril de 2016.  |nome1= sem |sobrenome1= em Authors list (Ajuda)</ref>.

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um filme é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.