Zona de assentamento judeu na Rússia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Mapa mostrando o Pale e porcentagem da população judaica (1905)

O Pale, ou Zona de Assentamento Judaico na Rússia (1791-1917) (em russo: Черта́ осе́длости, chertá osédlosti, em iídiche: דער תּחום-המושבֿ der tkhum-ha-moyshəv, em hebraico: תְּחוּם הַמּוֹשָב, tḥùm ha-mosháv), é o termo correspondente a uma determinada região exclusiva do Império Russo que era designada aos judeus, sendo proibida a sua residência no restante da Rússia. Foi determinada entre uma linha de demarcação (pale) oriental, para separar a região do restante do império, e outra linha, ocidental, que coincidia com a fronteira russa com o Reino da Prússia (posteriormente Império Alemão) e do Império Austro-Húngaro.

A Zona de Assentamento Judaico tinha o tamanho de 20% do território da Rússia Ocidental e correspondia às fronteiras históricas do antiga Comunidade Polaco-Lituana. Incluía os territórios atuais da Lituânia, Bielorrússia, Polônia, Moldávia, Ucrânia e partes da Rússia Ocidental. Os judeus também foram excluídos de residir em um grande número de cidades dentro da própria Zona. A um limitado número de categorias profissionais (como médicos) se permitia viver fora desta zona.

O Pale, com grande população judaica e também católica, foi conquistado pelo Império Russo (majoritariamente de religião ortodoxa) numa série de conquistas militares e manobras diplomáticas entre 1791 e 1835, em especial as Partilhas da Polônia, e durou até a queda do Império Russo em 1917.

Etimologia[editar | editar código-fonte]

Mapa da Zona de Residência. Jewish Encyclopedia (1905)

Pale vem do francês arcaico pal, significando cerca, pau de madeira, relacionado a fixar ou amarrar. No século XIV encontram-se os sentidos de "cerca de postes pontiagudos", com o entendimento figurado de um limite, uma restrição; "território mantido à força por uma nação ou pessoas" (1540).[1] Outro significado possível de pale é paliçada, uma cerca ou barreira feita de paus, com propósitos militares de dificultar invasões ou de permitir fugas. Pode significar também um enclave, um território com distinções culturais e sociais próprias e distintas, cujas fronteiras geográficas ficam inteiramente submetidas ou subjugadas aos limites estabelecidos dentro de outro território maior.

Cultura Popular[editar | editar código-fonte]

Há alguns filmes, peças teatrais e livros que se passam na Zona de Assentamento Judeu na Rússia, tais como:

Veja também[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

LInks externos[editar | editar código-fonte]