Zurab Jvania

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Zurab Jvania
Nascimento 9 de dezembro de 1963
Tbilisi
Morte 3 de fevereiro de 2005 (41 anos)
Tbilisi
Sepultamento Panteão Didube
Cidadania União Soviética, Geórgia
Alma mater Universidade Estatal de Tbilisi
Ocupação político
Religião Judaísmo
Causa da morte intoxicação por monóxido de carbono

Zurab Jvania (em georgiano: ზურაბ ჟვანია; Tbilisi, 9 de dezembro de 1963 - Ibéria Inferior, 3 de fevereiro de 2005) foi primeiro-ministro da Geórgia de 2004 até à sua morte, no ano seguinte.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Graduou-se em 1980, pela primeira escola experimental do país, e em 1985, se formou em biologia pela Universidade Estatal de Tbilisi Ivane Javakhishvili. Entre 1985 e 1992 trabalhou no laboratório na Faculdade de Fisiologia Humana e Animal da universidade, como assistente sênior e oficial júnior de pesquisa.

Foi o presidente do conselho central do Partido Verde da Geórgia, entre 1988 e 1993, e se tornou também presidente do Partido Verde da União Europeia. De junho a novembro de 1992, Jvania foi presidente da comissão de eccologia do Conselho do Estado de Geórgia.

Entre 1992 e 1995 foi membro do parlamento georgiano, presidente do Partido Verde e presidente da Comissão de Relações Exteriores. De 1995 a 1999, se reelegeu ao parlamento e foi presidente do Legislativo.

Em 2001, Jvania saiu do cargo de presidente do presidente do parlamento. Sua carreira política entre 1993 e 2001, foi membro da União dos Cidadãos de Geórgia. Desde 2002 é presidente dos Democratas Especiais. Em novembro de 2003, Zurab Jvania foi eleito primeiro-ministro da Geórgia.

A 3 de fevereiro de 2005, Jvania foi encontrado morto na casa de Raul Usupov, governador da região de Ibéria Inferior e seu amigo pessoal. A causa da morte foi intoxicação por monóxido de carbono e foi considerada acidental. Usupov também morreu. Foi sucedido como primeiro-ministro por David Baramidze.