Anagastes

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Anagastes
Nacionalidade Império Bizantino
Etnia Goda (?)
Ocupação líder militar

Anagastes foi um oficial militar bizantino de possível origem gótica do século V, que esteve ativo durante o reinado do imperador Leão I, o Trácio (r. 457–474). Era filho do oficial Arnegisclo. Foi citado pela primeira vez na década de 460, quando enviou emissários para o rei huno Dengizico (r. 458–469), um dos filhos de Átila, o Huno (r. 434–453), para saber a razão para ele ter deflagado a guerra contra o Império Bizantino. Em 466/467, Anagastes liderou tropas ao lado do mestre dos soldados Áspar, Basilisco (r. 475–476), Ostris e Antêmio na Trácia contra uma invasão de godos e hunos. Seu posto é desconhecido embora provavelmente fosse um conde dos assuntos militares (comes rei militaris).[1]

Em 469, provavelmente em sucessão ao general e futuro imperador Zenão I (r. 474–475; 476–491), foi nomeado mestre dos soldados da Trácia. Nesta posição ele conseguiu matar Dengizico, que teve sua cabeça enviada para Constantinopla para ser exibida.[2] Nesse mesmo ano ou no seguinte, Anagastes revoltou-se e tomou controle de alguns fortes da região. Segundo as fontes a justificativa para sua revolta teria sido a nomeação de Jordanes como cônsul, seu interesse em adquirir mais dinheiro e/ou o fato de seu pai ter matado o pai de Jordanes, João, o Vândalo. Segundo relatado, após o envio de emissários, ele voltou a ser leal ao imperador e lançou a culpa da revolta em Ardabúrio, filho de Áspar, fato que comprovou com evidências documentais. Foi provavelmente por esta época que matou um gótico chamado Ulibos.[3]

Referências

  1. Martindale 1980, p. 75.
  2. Kim 2013, p. 85.
  3. Martindale 1980, p. 75-76.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Kim, Hyun Jin (2013). The Huns, Rome and the Birth of Europe. Cambridge: Cambridge University Press. ISBN 1107067227 
  • Martindale, J. R.; Jones, Arnold Hugh Martin; Morris, John (1980). The prosopography of the later Roman Empire - Volume 2. A. D. 395 - 527. Cambridge e Nova Iorque: Cambridge University Press