Concierto de Aranjuez

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Merge-arrows 2.svg
Foi proposta a fusão deste artigo ou se(c)ção com Concerto de Aranjuez. Se a fusão não for óbvia, por favor crie um espaço de discussão e justifique o motivo aqui; não é necessário criar o espaço em ambas as páginas, crie-o somente uma vez. Em marcações antigas é provável que já haja uma discussão acontecendo na página de discussão de um dos artigos. Verifique ambas (1, 2) e leve toda a discussão quando levar o caso para a central.
Editor, considere adicionar mês e ano na marcação. Isso pode ser feito automaticamente, com {{Fusão|1=Concerto de Aranjuez|{{subst:DATA}}}}.
Question book.svg
Este artigo ou secção não cita fontes confiáveis e independentes (desde setembro de 2014). Ajude a inserir referências.
O conteúdo não verificável pode ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Obra feita à época da Segunda Guerra Mundial, em Paris, longe da terra natal de seu autor, Joaquín Rodrigo. Relembra os lindos jardins do Palácio de Aranjuez. Foi criada em 1939. Há marcante presença ainda que suave, do violão. É obra de grande influência nas cordas, referência mundial no estudo musical. Amplamente conhecida e trabalhada nos cursos de universidades. Trata da descrição da vida na Espanha. É divida em três partes.Allegro con spirito, adagio, allegro gentile.