Crime da mala

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Crime da Mala)
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa



A expressão crime da mala é geralmente utilizada pela imprensa no Brasil para denominar crimes de assassinato em que o corpo da vítima é escondido em uma mala. Os dois mais conhecidos no país foram:

  • Crime da mala (1908) - Quando o comerciante Michel Trad matou seu sócio Elias Farah e posteriormente, a bordo do navio Cordillère, tentou lançar o corpo ao mar.
  • Crime da mala (1928) - Crime ocorrido em Santos, quando o negociante italiano José Pistone assassinou sua esposa Maria Féa e tentou embarcar o corpo no navio Massilia.

Outros[editar | editar código-fonte]

  • Crime da mala (1958) - Crime ocorrido em São Paulo, quando os corpos de três chineses (o milionário Lee Ching Tea, seu secretário Pei Tesu Chee, e Chen Hui Ming), cada um dentro de um baú, foram jogados no Rio Pinheiros.
  • Crime da mala (1959) - Também ocorrido em São Paulo, quando a enfermeira Florinda Marques, auxiliada por seu amante, usou um baú para transportar o corpo esquartejado de seu marido, o motorista de praça José Alves, que foi jogado no Rio Tietê.

Filmes[editar | editar código-fonte]