Curto Circuito

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Se procura por elétrica, veja Curto-circuito.
CC All Stars
Informação geral
Formato Talk show
Duração De segunda à sexta, às 17h45
Criador(es) Rui Unas, Pedro Paiva
País de origem Portugal Portugal
Idioma original Português
Produção
Produtor(es) Joana Bernardo, Rita Listing
Apresentador(es) Sara Cecília, Pedro Durão, Joana Miranda e Maria Dominguez
Exibição
Emissora de televisão original CNL
SIC Radical
Transmissão original 15 de Setembro de 1999 - presente
N.º de temporadas 14 (a decorrer)

Curto Circuito é um programa de TV criado em 1999 por Rui Unas e Pedro Miguel Paiva, através da produtora de ambos, Sigma 3, Produções Audiovisuais, Lda. Atualmente é exibido na SIC Radical e também na SIC K normalmente nas madrugadas.

O Programa[editar | editar código-fonte]

Início e Objectivos[editar | editar código-fonte]

O programa estreou-se a 15 de Setembro no CNL - Canal de Notícias de Lisboa - da TV Cabo. O formato estreado contemplava 3 horas de programa em directo, com a apresentação de Rui Unas e Rita Mendes.[1] A coordenação e produção do programa estava a cargo de Pedro Miguel Paiva, Ricardo "Tiger" Silva e a realização era de Gonçalo Sousa e Melo.

O Curto Circuito sobrevive ao fim do CNL transitando temporariamente para o Canal Programação (conhecido por Canal 21) da TV Cabo já com a presença também de Fernando Alvim para vir a servir de programa âncora de um novo canal da TV Cabo: a SIC Radical. Este novo canal da SIC iniciou as suas emissões a 23 de Abril de 2001 às 17:00 horas com o Curto Circuito, programa que entretanto produziu uma alteração substancial da imagem cenográfica e gráfica. Nesta nova fase entra Patrícia Bull. O objectivo inicial do programa era criar um espaço de interactividade, aberto à discussão de vários temas do quotidiano da juventude, com forte incidência na promoção e informação de variadas vertentes da cultura jovem - música, cinema, multimédia, videojogos, viagens, desporto, moda e tendências, mostrando-se sempre dinamismo na sua evolução quer na sua linguagem gráfica e cenográfica, quer nos seus conteúdos.

Lançamento de novos talentos[editar | editar código-fonte]

Em 10 anos de emissões na SIC Radical, o programa já lançou novos talentos televisivos, como por exemplo, a conhecida ex-apresentadora Teresa Tavares que após abandonar o programa, em 2003, passou a ser actriz. Rita Andrade saiu em 2008 e foi transferida para o canal generalista da SIC onde passou a fazer parte do programa "Fama Show". Solange F. ficou famosa pela sua irreverência mostrada no programa; após a sua saída do Curto Circuito, em 2008, passou a ser uma das tertulianas do programa "Fátima". Podemos destacar outros talentos, de elevada relevância, como por exemplo Joana Dias, João Manzarra, entre outros. O aparecimento destes nomes acontece com o "CC Casting" - concurso onde qualquer pessoa pode participar, que tem apenas um objectivo: ser o próximo apresentador do Curto Circuito.[2] O programa contou ainda com a participação, durante 3 anos, de Pedro Ribeiro, já conhecido da Rádio Comercial. João Paulo Sousa e Maria Botelho-Moniz foram outras das caras a dar cartas no programa. Atualmente são presença assídua na SIC Generalista.

CC Casting[editar | editar código-fonte]

Vencedores do CC Casting

1ª Edição CC Casting

2001

Teresa Tavares

2ª Edição CC Casting

2004

Rita Andrade e Solange F.

3ª Edição CC Casting

2005

Pedro Miranda

4ª Edição CC Casting

2006

Sílvia Mendes e João Manzarra

5ª Edição CC Casting

2008

Rui Maria Pêgo

6ª Edição CC Casting

2009

Diana Bouça-Nova

7ª Edição CC Casting

2011

Maria Botelho-Moniz e João Arroja

8ª Edição CC Casting

2014

Idevor Mendonça e Inês Aires Pereira

9 Edição CC Casting

2017

Sara Cecília


Como foi dito anteriormente, o principal criador destes novos talentos do programa é o "CC Casting". Basicamente o "CC Casting" consiste numa "competição" entre vários concorrentes, maioritariamente jovens, que têm todos como objectivo ser o próximo apresentador do Curto Circuito. Para isso os concorrentes têm de passar por várias fases, e conforme as suas prestações em cada uma delas, os participantes vão recebendo votos do público e os menos votados de cada fase vão sendo eliminados, com o objectivo de obter uma fase final com apenas os 5 melhores participantes; o mais votado ganha o concurso e assina um novo contrato com a SIC Radical. Neste concurso, qualquer anónimo se pode inscrever, basta seguir as indicações do site oficial. A primeira grande vencedora deste casting foi a Teresa Tavares, em 2001, que em simultâneo estava a gravar a novela "Anjo Selvagem", ambos os projectos foram a grande rampa de lançamento deste talento. No "CC Casting" seguinte, em 2003, houve duas vencedoras, a Solange F. e a Rita Andrade, que marcaram uma grande fase do Curto Circuito. Em 2005, houve outro "CC Casting" que teve como vencedor o Pedro Miranda, esta já tinha ficado conhecido como o cromo do programa "Ídolos" que mandou o júri "ir apanhar morangos". No "CC Casting" de 2006 os grandes vencedores foram João Manzarra e Silvia Mendes, o primeiro tem evoluído muito desde então, representou na sua série "Pokerzada" com Salvador Martinha, já apresentou o programa "TGV" na SIC generalista, actualmente apresenta o programa "Ídolos", e já entrou em muitos mais projectos, é talvez um dos talentos com mais evolução. Em 2008, Rui Pêgo foi o vencedor, houve alguma polémica em torno deste jovem talento, devido ao facto de ser filho da conhecida apresentadora portuguesa Júlia Pinheiro. Em 2009 a vencedora do "CC Casting" foi Diana Bouça-Nova, que também já tinha alguma experiência na televisão, era a cara da estação por cabo MVM, programa que se chamava "Posto 7". O casting seguinte decorreu no ano de 2011, tendo sido iniciado em Março; a fase de casting durou quase 4 meses e os vencedores foram anunciados no programa de dia 29 de Julho de 2011, sendo eles Maria Botelho-Moniz e João Arroja - este casting marca o início de um novo ciclo que faz o programa "começar do zero" (palavras de Pedro Paiva (criador do programa) no programa da final da 7ª Edição do CC Casting), colmatando com a saída de Diogo Valssassina, Rui Pêgo e Diana Bouça-Nova. Entre Abril e Julho de 2014 decorreu a 8ª edição do CC Casting by WTF de onde saíram como vencedores a dupla Inês Aires Pereira e Idevor Mendonça. A dupla vencedora juntou-se a João Paulo Sousa e Maria Botelho Moniz em Setembro de 2014. A Inês e o Idevor já tinha tido experiências em televisão na área da representação, sendo o CC All Stars o primeiro grande desafio na apresentação televisiva das suas carreira. Do último CC Casting, inteiramente feminino, saiu vencedora a atriz Sara Cecília.

Festivais de Verão[editar | editar código-fonte]

Entrada do Rock in Rio Lisboa em 2006.

A presença nos grandes eventos musicais de verão - festivais de verão - são uma constante no programa. Mais de 40 emissões em directo nos recintos destes festivais e mais de 120 horas em directo, com transmissões de concertos e muita diversão completam o perfil de transmissões que revolucionaram os festivais de verão e as próprias transmissões televisivas destes eventos. Eis a lista dos festivais emitidos pelo programa:[3]

Apresentadores[editar | editar código-fonte]

Nome Anos de Actividade Notas Referências
1 Rui Unas 1999-2002, 2009 Primeiros Apresentadores do Curto Circuito [carece de fontes?]
2 Rita Mendes 1999-2000, 2002 [carece de fontes?]
3 Fernando Alvim 1999-2002, 2006 - [carece de fontes?]
4 Patrícia Bull 2001 - [carece de fontes?]
5 Irina Furtado 2001-2002 - [carece de fontes?]
6 Teresa Tavares 2001-2003 Vencedora da 1ª Edição do CC Casting. [2]
7 Diogo Beja 2002-2003 - [carece de fontes?]
8 Sylvie Dias 2002-2004 - [carece de fontes?]
9 Carla Salgueiro 2003 - [carece de fontes?]
10 Bruno Nogueira 2003-2005 - [carece de fontes?]
11 Pedro Ribeiro 2003-2005 - [carece de fontes?]
12 Rita Andrade 2004-2008 Vencedoras da 2ª Edição do CC Casting. [2]
13 Solange F. 2004-2008 [2]
14 Joana Dias 2006-2008 Participou na 2ª Edição do CC Casting. [2]
15 Pedro Miranda 2004-2005 Vencedor da 3ª edição do CC Casting. [2]
16 Sílvia Mendes 2006-2008 Vencedores da 4ª Edição do CC Casting. [2]
17 João Manzarra 2007-2011 [2]
18 Joana Azevedo 2008-2009 Convidada pela Produção
19 Diogo Valsassina 2008-2011 Convidado pela Produção
20 Rui Maria Pêgo 2008-2011 Vencedor da 5ª Edição do CC Casting.
21 Diana Bouça-Nova 2009-2011 Vencedora da 6ª Edição do CC Casting.
22 Carolina Torres 2010-2013, 2015-2016, 2018 Convidada por Pedro Boucherie [4]
23 Rui Porto Nunes 2010-2011 Convidado pela Produção [5]
24 Maria Botelho Moniz 2011-2014 Vencedores da 7ª Edição do CC Casting.
25 João Arroja 2011-2012
26 João Paulo Sousa 2011-2017 Convidado pela produção.
27 Inês Aires Pereira 2014-2016 Vencedores da 8ª Edição do CC Casting.
28 Idevor Mendonça 2014-2016
29 Rita Camarneiro 2015-2019 Convidada pela produção.
30 Guilherme Fonseca 2015-2018 Convidado pela produção.
31 Sara Cecília 2017-Presente Vencedora da 9 edição do CC Casting .
32 Conguito 2017-2019 Convidado pela produção.
33 D8 2017-2019 Convidado pela produção.
34 Pedro Durão 2019-Presente Convidado pela produção.
35 Joana Miranda 2019-Presente Convidada pela produção.
36 Maria Dominguez 2019-Presente Convidada pela produção.

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

Broom icon.svg
Se(c)ções de curiosidades são desencorajadas pelas políticas da Wikipédia.
Ajude a melhorar este artigo, integrando ao corpo do texto os itens relevantes e removendo os supérfluos ou impróprios.
  • No dia, 31 de Julho de 2009, Curto Circuito encerra emissões, para férias, com a eleição de uma nova apresentadora, Diana Bouça-Nova junta-se à equipa do CC. Um mês depois, a 31 de Agosto de 2009, o Curto Circuito retoma as emissões depois das suas primeiras férias em 10 anos.
  • De forma a comemorar 10 anos de emissões, Rui Unas regressou à apresentação do Curto Circuito durante todo o mês de Setembro. No próprio dia em que o programa fez 10 anos, o Rui Unas juntamente com a Rita Mendes, os dois primeiros apresentadores, foram a dupla que apresentou o Curto Circuito.[6] Curiosamente nesse mês de comemoração o programa bateu o recorde de audiências.
  • Vários apresentadores candidatos a CC Casting conseguiram entrar noutros projectos, como Tiago Góes Ferreira que ficou em 2º lugar na 7ª edição do CC Casting, tornou-se o principalmente repórter de entretenimento da RTP1, Maria Celeiro 2ª classificada no mesmo casting, faz parte da equipa do podcast de Rui Unas, Maluco Beleza, onde curiosamente Catarina Moreira que perdeu o CC Casting de 2017 para Sara Cecília também faz parte, João Montez que perdeu o casting para Idevor Mendonça em 2014, é actualmente apresentador na TVI ou Cláudia Pascoal concorrente do mesmo ano foi vencedora do Festival da Canção em 2018.

Referências

  1. «Inicio». www.digito.pt. Consultado em 6 de agosto de 2012 
  2. a b c d e f g h «E depois do Curto Circuito?». www.novelasnacionais.com. Consultado em 3 de novembro de 2009 
  3. «Ts.net - Novidades na Sic Radical». www.telesatelite.net. Consultado em 4 de novembro de 2009 
  4. «Carolina Torres, do "Ídolos", vai apresentar "Curto Circuito"». jn.sapo.pt. Consultado em 10 de janeiro de 2010 
  5. www.novelasnacionais.com http://www.novelasnacionais.com/sic/noticias/3830-apresentadores-da-lua-vermelha. Consultado em 6 de outubro de 2010  Em falta ou vazio |título= (ajuda)
  6. «Unas e Rita Mendes apresentam programa dez anos depois». dn.sapo.pt. Consultado em 4 de novembro de 2009 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre televisão em Portugal é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.