Customização

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde agosto de 2013). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

A palavra customização (do inglês customization) é empregada no sentido de personalização, adaptação, adequação. Desta forma, customizar é adaptar ou adequar algo de acordo com o gosto ou necessidade de alguém; Alterar algo para fazer com que sirva melhor aos requisitos de alguém. Customização pode ser entendida como sendo adequação ao gosto do cliente.

A customização significa transformar uma peça a fim de deixá-la nova e única.

Trata-se de uma personalização mais simples em relação aos automóveis, diferenciando do tunning que significa uma modificação mais radical do veículo. Mas, existe um conjunto de procedimentos para implementação da customização, por se tratar de um processo onde tem que adequá-lo as características de cada indivíduo e por serem heterogêneos a aplicação se dar de forma diferente.

O termo customização é muito utilizado no mundo da moda para designar peças de roupas compradas prontas e depois modificadas por seus donos para tornarem-se diferentes e exclusivas. As roupas normalmente mais customizadas são as camisetas por permitirem uma variedade de possibilidades, tanto as camisetas básicas do dia a dia e como as chamadas abadás, que funcionam como "camisetas ingresso" para festas, baladas e carnavais. Essas modificações podem ser feitas com recortes, costuras, tingimentos e aplicações.

A customização também se torna sustentável e anticonsumista, já que as peças são reutilizadas, por exemplo uma calça jeans velha se torna um short jeans customizado muito da moda.

Customização dos Sistemas de Informação.

É comum no mercado da tecnologia de informação, a venda de "pacotes-padrão" de aplicativos para empresas. Normalmente são os chamados ERPs ( SAP, TOTVS, DATASUL, MICROSOFT SMS, SIEBEL, etc ) que integram os diversos setores das empresas, tais como Gerência dos Negócios, Gerências administrativas, financeiras, contábeis, pessoal, recursos humanos e por aí vai.

Quando os desenvolvedores optam pelo desenvolvimento de uma sistema desses, há sempre a busca de um padrão, que atenda a maioria das necessidades das empresas.

Normalmente, formam-se "pacotes" que são vendidos fragmentados ou em bloco total, vai depender do desenvolvedor e das necessidades do cliente que vai utilizá-las.

Então identifica-se que as características de cada empresa, mesmo as que sejam do mesmo ramo de atividades, tornam necessários algumas personalizações por finalidade apontada para cada cliente. Criam-se então as customizações de determinadas informações à pedido do cliente, que podem servir apenas para este, ou até que sejam incorporadas por ser de grande aceitação.

Empresas com grandes demandas de customizações podem optar por ter a própria equipe de desenvolvimento, desde que o proprietário do sistema autorize tais ações, ou contratar tais serviços.

Tais customizações podem ser: Um relatório não contemplado, uma determinada informação não enfatizada, um dado a ser inserido no bando de dados, uma informação aberta seja ocultada, filtros direcionadas às decisões específicas de um negócio ...

Ver também[editar | editar código-fonte]

Wiki letter w.svg Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.