Saltar para o conteúdo

Diferenças entre edições de "Fédon de Argos"

103 bytes adicionados ,  23h33min de 6 de novembro de 2006
sem resumo de edição
 
Segundo [[Aristóteles]] Fédon teria começado como rei para acabar como tirano, ou seja, Fédon teria tomado o poder à força, excluindo da vida política a aristocracia, apoiando-se na classes excluídas, fenónemo típico da Grécia durante o [[Período Arcaico]]. O seu regimo tirânico teria servido de inspiração para [[Corinto]] e [[Sícion]] adoptarem regimes semelhantes.
 
Em [[669 a.C.]] Fédon venceu [[Esparta]] na Batalha de Hísias, na região oriental do [[Peloponeso]]. Esta batalha teria sido ganha graças à adopção por parte de Argos da[[hoplitia|hoplita|hoplitia]].
 
Fédon foi também responsável pela tomada do santuário de [[Zeus]] em [[Olímpia]], local de realização dos [[Jogos Olímpicos antigos]], que era administrado pelas gentes da Élide. Introduziu também um sistema de pesos e medidas que se divulgaria pelo Peloponeso.
 
Segundo [[Heródoto]], Fédon teria se envolvido nos assuntos internos de Corinto e Égina, chegando mesmo a ocupar esta última cidade. Fédon teria falecido durante uma intervenção em Corinto quando esta cidade vivia uma guerra civil.
 
== Bibliografia ==
*HAZEL, John - ''Who's Who in the Greek World''. Routledge, 2001. ISBN 0415260329
 
 
[[en:Pheidon]]
12 120

edições