Hiperônimo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Hiperônimo é uma palavra que pertence ao mesmo campo semântico de outra mas com o sentido mais abrangente, podendo ter várias possibilidades para um único hipônimo.[1] Por exemplo, a palavra flor está associada a todos os tipos de flores: rosa, dália, violeta, etc.

Hipônimo têm sentido mais restrito que os hiperônimos, ou seja, hipônimo é um vocábulo mais específico. Por exemplo: Observar, examinar, olhar, enxergar são hipônimos de ver.

Hiperônimo e hipônimo são dois termos usados pela semântica moderna. São elementos importantes na coesão do texto evitando repetições através da retomada de ideias anteriores.[2] [3]

Exemplos[editar | editar código-fonte]

A primeira palavra é o hiperônimo, por conter o significado mais abrangente do termo. As demais palavras que se associam a ela são os hipônimos, pois estão ligadas à idéia geral do hiperônimo.

  • animal: mamífero;
  • informática: computador
  • meio de transporte: ônibus
  • moradia: apartamento
  • profissão: advocacia
  • doença: gripe

Referências

  1. «Hipônimos e hiperônimos, holónimos e merónimos». Mundo Educação. Consultado em 19 de junho de 2010.  Ligação externa em |publisher= (Ajuda)
  2. «hiperônimos e hipônimos». Sua Língua. Consultado em 19 de junho de 2010.  Ligação externa em |publisher= (Ajuda)
  3. «Hipônimos e Hiperônimos». Brasil Escola. Consultado em 19 de junho de 2010.  Ligação externa em |publisher= (Ajuda)