Capela do Senhor dos Passos (Vigia)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

A Capela do Senhor dos Passos (mais conhecida como a Igreja de Pedra ou Igreja do Bom Jesus) é um templo católico, construído pelos Jesuítas e indígenas em 1739,[1] situado a beira do rio Guajará-mirim no município paraense de Vigia de Nazaré (estado brasileiro do Pará).[2]

Em 209, a Capela foi tombada como patrimônio histórico e artístico municipal.[3]

Construída em pedras sobrepostas e sem reboco unidas com argila crua e cal.[1] Conhecida, hoje, por ter guardado a imagem de Bom Jesus, venerado pelos frades Carmelitas. [1] Nessa época foi transferida para a igreja Madre de Deus a imagem do Bom Jesus, para que a Igreja de Pedras fosse concluída, mas com a expulsão dos jesuítas de Portugal e das províncias do Brasil, em 1759, por ordem do Marquês de Pombal, a construção da capela ficou inacabada e abandonada, sofrendo demolições e transformações. Na década de 30, um intendente local mandou demolir o que restava das paredes laterais e, com as pedras, mandou construir o cais de arrimo da cidade. A Igreja revela estrutura de pedras lavradas, peças de mármore e imagens antigas. A técnica construtiva é pedra com agregado de uma mistura de massa de argila crua e cal que era obtida de materiais tirados dos sambaquis, ou depósitos pré-históricos de conchas, comuns no litoral brasileiro.

Referências

  1. a b c Online, DOL-Diário (30 de outubro de 2017). «Capela mostra religiosidade e história em Vigia de Nazaré». Diário Online. Consultado em 16 de fevereiro de 2022 
  2. «Capela do Senhor dos Passos Detalhes Produto Page View | Visit Para». Pará Turismo. Consultado em 16 de fevereiro de 2022 
  3. RedePará. «Veto ao tombamento da Igreja de Pedra reabre polêmica sobre Museu de Castanhal». REDE PARÁ. Consultado em 16 de fevereiro de 2022