Licoma

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Likoma)
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja Licoma (desambiguação).
Imagem de satélite das ilhas Chizumulu e Licoma
Licoma
Região Região Norte
Capital Licoma
População 8.074 habitantes
Censo 1998
Área 18 km²
Densidade 448,56 hab/km²
População est. (2004) 9.856 habitantes
Mapa
MW-Likoma.png

Licoma[1][2] (Likoma) é um distrito do Maláui, que consiste de dois exclaves separados situados em águas moçambicanas do Lago Niassa. Localizado na Região Norte do país, é formado por duas ilhas principais, Licoma e Chizumulu, e sua capital é Licoma, na ilha homônima. A população local é em sua maior parte composta de pescadores, e fala o idioma Nkamanga.[3]

História[editar | editar código-fonte]

Em 1859, o missionário e explorador inglês David Livingstone chegou ao Lago Niassa, e nos anos seguintes foram estabelecidos assentamentos e missões anglicanas e presbiterianas na região. Em 1880 estabeleceu-se uma missão anglicana na ilha Licoma.[3] O Império Britânico originalmente reivindicava total controle sobre o lago, mas em 1954 assinou-se um tratado com Portugal definindo a sua divisão entre os colonizadores. Devido à missão já estabelecida na ilha Licoma, criaram-se os dois exclaves atribuídos aos britânicos. Após as independências malauiana e moçambicana a posse das ilhas foi mantida por Maláui.

Referências

  1. Anuário da província de Moçambique - informações oficiais, comerciais, geográficas e históricas. Maputo: Minerva Central. 1956. p. XVIII-XIX 
  2. «Anais». Lisboa: Junta de Investigação do Ultramar. XIII: 136, 176, 179 
  3. a b Likoma Island - Hot locations


Ícone de esboço Este artigo sobre Geografia do Malawi é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.