Inútil / Mim Quer Tocar

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Inútil / Mim Quer Tocar
EP de Ultraje a Rigor
Lançamento 1983
Gravação 1983
Gênero(s) Rock, Reggae
Duração -
Formato(s) EP
Gravadora(s) WEA
Produção -
Cronologia de Ultraje a Rigor
Eu me amo/Rebelde sem causa
(1984)

Inútil / Mim quer tocar é um EP com dois singles da banda brasileira Ultraje a Rigor lançado no ano de 1983. Mesmo com adiamentos por causa de problemas com a censura, vendeu 30 mil cópias. Foi o único álbum da banda a contar com o guitarrista Edgard Scandurra, que passaria a integrar o Ira!.

"Inútil" surgiu enquanto Roger cantarolava no chuveiro. O português canhestro ("a gente somos inútil") foi baseado em um pedreiro que trabalhava com o baterista Leôspa, com a frase de abertura "a gente não sabemos escolher presidente" sendo inspirada em uma declaração de Pelé de que "o povo brasileiro não sabe votar". A canção encontrou simpatizantes entre o movimento Diretas Já, com Osmar Santos tocando a música em um comício em São Paulo, e o deputado Ulysses Guimarães citando a letra em um discurso na Câmara Federal e prometendo dar o compacto para Carlos Átila, porta-voz do presidente João Figueiredo. A canção ficou situada na 23ª posição entre "As 100 Maiores Músicas Brasileiras" lista feita pela revista Rolling Stone Brasil em outubro de 2008.

"Mim Quer Tocar" é uma canção sobre dinheiro, com trechos em inglês. Já foi assunto para uma questão no vestibular da Unicamp.

Faixas[editar | editar código-fonte]

  1. Inútil (Roger Rocha Moreira)
  2. Mim quer tocar (Roger Rocha Moreira)

Formação[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre um álbum de Ultraje a Rigor é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Ícone de esboço Este artigo sobre uma canção é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.