Museu Oceanográfico Professor Eliezer de Carvalho Rios

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde fevereiro de 2014). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Uma das salas de exposição do Museu Oceanográfico.

O Museu Oceanográfico Prof. Eliezer de Carvalho Rios está localizado na cidade de Rio Grande, no estado do Rio Grande do Sul. Abre diariamente à visitação pública, das 9h às 11h30min e das 14h às 17h30min. Foi inaugurado no dia 8 de setembro de 1953. Pertence à Universidade Federal do Rio Grande (FURG).

Exposição[editar | editar código-fonte]

Mantém uma exposição pública sobre a vida e a dinâmica do ecossistema marinho e sua relação com o meio ambiente, apresentada em painéis, maquetes e diversos equipamentos utilizados em pesquisas oceanográficas. Nestes painéis são apresentadas várias conchas, que fazem parte da coleção de moluscos do museu. Esta coleção, considerada a mais importante da América do Sul, foi organizada pelo diretor fundador do Museu Oceanográfico, o professor Eliezer de Carvalho Rios. Atualmente, o acervo abriga mais de 50 mil lotes e aproximadamente 50% do acervo representa a malacofauna brasileira. Os espécimens são preservados inteiros secos, inteiros em líquidos e partes de espécimens secos (peles, esqueleto, conchas, ossos, crânios, ovos, penas).

As ilhas oceânicas brasileiras também fazem parte das pesquisas. Algumas expedições foram realizadas, tais como: Atol das Rocas, em 1977 e 1982; Arquipélago de Abrolhos, em 1978 e 1980; Arquipélago de Fernando de Noronha, em 1979 e Arquipélago de São Pedro e São Paulo, a partir de 2001. Com base nesse material, várias espécies estão sendo estudadas e muitas já foram descritas.

Até o ano de 2002, os lotes de conchas a serem incorporados na coleção eram apenas registrados manualmente, através de livros tombo. Com a implementação do Banco de Imagens e Dados (BID), projeto financiado pela Petrobrás, 46.200 amostras de moluscos foram catalogadas, promovendo um grande avanço no manejo dessas informações.

Laboratórios[editar | editar código-fonte]

No Museu Oceanográfico funcionam os seguintes laboratórios:

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um museu é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.